Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
3ª pess. pl. pres. conj. de medirmedir
3ª pess. pl. imp. de medirmedir
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

me·dir me·dir - ConjugarConjugar
(latim metior, metiri, medir, estimar, repartir, atravessar)
verbo transitivo

1. Determinar a extensão ou a quantidade. = CALCULAR

2. Ter determinada extensão ou medida. = MENSURAR

3. [Figurado]   [Figurado]  Determinar o valor, a importância de. = PONDERAR

4. [Figurado]   [Figurado]  Fazer avaliação. = ANALISAR, APRECIAR, AVALIAR

5. Estender a vista por.

6. Olhar provocativamente. = FITAR

7. Ter tento, moderação (ex.: medir as palavras). = COMEDIR, MODERAR, REFREAR

8. [Versificação]   [Versificação]  Contar as sílabas de um verso. = ESCANDIR

verbo pronominal

9. Bater-se com outrem. = LUTARACOBARDAR

10. Competir, rivalizar.

pub

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Como se fala: segue em anexo, segue o anexo ou segue anexo?
Todas as construções que refere estão correctas, apesar de apresentarem estruturas bastante diferentes.

Na primeira (segue em anexo), estamos perante a utilização do verbo seguir com um complemento adverbial (em anexo) que indica modo (ex.: o ficheiro segue em anexo [= anexamente]).

Na segunda frase (segue o anexo), o sintagma nominal o anexo tem função de sujeito da frase, pelo que tem de haver concordância em número e pessoa com o verbo (ex.: segue o anexo; seguem os anexos).

Na terceira frase (segue anexo), anexo é um adjectivo que funciona como predicativo do sujeito, pelo que deverá concordar em género e em número com o mesmo (ex: segue anexo o documento; segue anexa a documentação).




Na frase: "na última edição lançamos um desafio", a palavra lançamos deve ser acentuada?
Em Portugal, na ortografia antes da aplicação do Acordo Ortográfico de 1990, a forma lançamos corresponde apenas ao presente do indicativo, pelo que, se pretender referir-se ao passado, como parece ser o caso na frase em apreço, deverá escrever lançámos, que é a forma do pretérito perfeito. É de referir que uma frase como "na última edição lançamos um desafio" poderá estar correcta se a frase se referir ao presente (ex.: "n[est]a última edição lançamos um desafio e estamos a pedir a colaboração dos leitores").

Na ortografia segundo o novo Acordo Ortográfico, a forma lançamos pode corresponder ao presente ou ao pretérito perfeito, uma vez que o acento na primeira pessoa do plural do pretérito perfeito dos verbos em "-ar" se torna opcional (ex.: lançámos ou lançamos), embora a forma preferencial em Portugal continue a ser a forma acentuada.

pub

Palavra do dia

fu·lus·tre·co |é| fu·lus·tre·co |é|
(talvez de fulano)
nome masculino

1. [Brasil, Informal, Depreciativo]   [Brasil, Informal, Depreciativo]  Qualquer pessoa cujo nome se desconhece ou se quer omitir. = FULANO, INDIVÍDUO, SUJEITO, TIPO

2. [Brasil, Informal, Depreciativo]   [Brasil, Informal, Depreciativo]  Indivíduo que se considera insignificante ou sem poder económico. = HOMÚNCULO, JOÃO-NINGUÉM, ZÉ-NINGUÉM

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2020, https://dicionario.priberam.org/me%C3%A7am [consultado em 29-10-2020]