Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

forma

formaforma | n. f. | n. f. pl.
formaforma ou fôrmaformafôrma | n. f.
3ª pess. sing. pres. ind. de formarformar
2ª pess. sing. imp. de formarformar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

for·ma |ó|for·ma |ó|1


(latim forma, -ae)
nome feminino

1. Configuração das coisas.

2. Figura.

3. Feito.

4. Feição.

5. Alinhamento, formatura.

6. Modelo.

7. Modo, maneira.

8. Formato.

9. Formalidade.

10. [Linguística]   [Lingüística]   [Linguística]  Cada uma das realizações de um item lexical.


formas
nome feminino plural

11. Delineamentos.

12. Contornos do corpo.


de qualquer forma
Sem atenção, sem cuidado ou sem ordem (ex.: não podemos fazer o trabalho de qualquer forma, temos de primar pela excelência).

Independentemente das circunstâncias ou condições (ex.: ela tem de ir saber dele de qualquer forma).

Em resumo ou em conclusão (ex.: de qualquer forma, isto é inadmissível).

Indica oposição a uma outra ideia exposta, mas que não é impeditiva (ex.: de qualquer forma, teve o apoio da população).

de forma que
Indica o fim, o objectivo ou a consequência de determinada acção ou afirmação (ex.: fale mais baixo, de forma que não perturbe quem está a estudar). = DE MANEIRA QUE

em forma
Com regra e método; com as formalidades devidas.

Em boa condição física.


for·ma |ô|for·ma |ô| ou fôr·ma |ô|for·ma |ô|fôr·ma |ô|2


(latim forma, -ae)
nome feminino

1. Molde sobre o qual ou dentro do qual se coloca alguma substância fluida, que toma o feitio desse molde.Ver imagem

2. Peça de madeira com o feitio de um pé, que serve para sobre ela o sapateiro fazer o calçado.

3. [Chapelaria]   [Chapelaria]  Molde para o fabrico de chapéus.

4. [Chapelaria]   [Chapelaria]  Armação de chapéu de senhora. = CARCAÇA

5. [Tipografia]   [Tipografia]  Caixilho em que estão dispostas por sua ordem as páginas compostas tipograficamente.

6. Vaso em que se apura e solidifica o açúcar.


• Dupla grafia pelo Acordo Ortográfico de 1990: fôrma.
• Grafia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990: forma.


• Grafia alterada pelo Acordo Ortográfico de 1990: fôrma.
• Grafia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990: forma


for·mar for·mar

- ConjugarConjugar

(latim formo, -are)
verbo transitivo

1. Dar corpo ou forma a.

2. Constituir.

3. Organizar.

4. Fundar.

5. Conceber; imaginar.

6. Preparar.

7. Amoldar.

8. Instruir, educar.

9. Traçar.

10. Descrever, criar.

11. Alinhar.

12. Estabelecer.

13. Planear; promover a formatura de.

verbo intransitivo

14. Entrar na forma, em linha.

verbo pronominal

15. Tomar forma.

16. Receber ensinamentos. = EDUCAR-SE

17. Doutorar-se. = DIPLOMAR-SE

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "forma" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

, nervosa, incoerente de tal forma que o Sargento tem dificuldade em a entender..

Em MINHA P

Dinis de Portugal , elogia-o em forma de canção no "Paraíso", canto XII..

Em Geopedrados

Com sua morte a terra também desaparecerá na forma como que é..

Em VARAL de IDÉIAS

...de 11 de setembro de 2001 Estado de Minas Jovem negro que morreu de forma misteriosa recebe homenagens em BH Jornal do Commercio Documentos revelam detalhes do sumiço e...

Em Rede Brasil de Noticias - O Point da Informação

" O nosso treinador evidenciou ainda o mérito do adversário na forma como dificultou a partida ao Benfica no primeiro tempo: "O futebol moderno não é...

Em O INDEFECTÍVEL
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Em expressões como não análise, não excedente, não conhecimento, não aceitação, não provimento, etc., quando deve ser utilizado, ou não, o hífen?
A utilização do hífen em casos semelhantes aos apresentados é possível e até muito usual.

A palavra não, por se tratar de um advérbio, é uma palavra invariável usada geralmente para modificar um verbo (ex.: não comi), um adjectivo (ex.: pessoa não competente), outro advérbio (ex.: agindo não eficazmente) ou uma frase (ex.: não podemos deixar-nos adormecer) mas em geral não modifica substantivos. Por este motivo, é comum ligar este advérbio por hífen a um substantivo que se lhe segue, mas tal procedimento não é obrigatório, nem é regulado por qualquer indicação nos textos legais em vigor para a língua portuguesa.

O que é dito sobre o hífen no Acordo Ortográfico de 1945 (válido para o português europeu, mas muito semelhante ao que é dito no Formulário Ortográfico de 1943, válido para o português do Brasil) é bastante vago e nada esclarecedor sobre este assunto: “Emprega-se o hífen nos compostos em que entram, foneticamente distintos (e, portanto, com acentos gráficos, se os têm à parte), dois ou mais substantivos, ligados ou não por preposição ou outro elemento, um substantivo e um adjectivo, um adjectivo e um substantivo, dois adjectivos ou um adjectivo e um substantivo com valor adjectivo, uma forma verbal e um substantivo, duas formas verbais, ou ainda outras combinações de palavras, e em que o conjunto dos elementos, mantida a noção da composição, forma um sentido único ou uma aderência de sentidos.” (Base XXVIII [sublinhado nosso]).

O Acordo Ortográfico de 1990 não altera nada a este respeito.

O uso do hífen coloca então muitas dúvidas aos utilizadores da língua, pois não obedece geralmente a critérios lógicos, mas antes a convenções e muitas vezes é justificado devido à tradição de registo em dicionários de língua que funcionam como referência. Neste âmbito, surgem em muitos dicionários entradas com o elemento não- seguido de adjectivos, substantivos e verbos, mas como, em teoria, qualquer palavra de uma destas classes poderia ser modificada pelo advérbio não, o registo de todas as formas possíveis seria impraticável e de muito pouca utilidade para o consulente.

Em conclusão, podemos afirmar que o uso do hífen é possível para ligar o advérbio não a um substantivo; o uso do hífen para ligar o advérbio não a classes que são habitualmente modificadas por advérbios (verbos, adjectivos, advérbios) parece ser desnecessário, dadas as características da classe adverbial, mas nada o impede.




Gostava de saber o emprego das maiúsculas na língua portuguesa.
O uso das maiúsculas está regulamentado para o português europeu nas bases XXXIX a XLVII do Acordo Ortográfico de 1945, a que poderá aceder seguindo a hiperligação.

O Acordo Ortográfico de 1990 altera, através da sua Base XIX, alguns usos decorrentes das disposições de 1945, nomeadamente a não obrigatoriedade de maiúsculas em meses e estações do ano.

pub

Palavra do dia

za·gai·ar za·gai·ar

- ConjugarConjugar

(zagaia + -ar)
verbo transitivo

1. Arremessar zagaia, tipo de lança curta.

2. Ferir ou matar com esse tipo de lança.

verbo transitivo e intransitivo

3. [Pesca]   [Pesca]  Pescar com zagaia, tipo de engodo artificial.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/forma [consultado em 27-09-2021]