Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub

O Ano em Palavras

"O Ano em Palavras" apresenta algumas das palavras mais pesquisadas ao longo do ano no Dicionário Priberam da Língua Portuguesa que reflectemrefletemrefletem os principais acontecimentos portugueses e internacionais. Pelo quinto ano consecutivo, o quarto em parceria com a agência de notícias Lusa, mostramos as notícias que levaram os mais curiosos a fazer pesquisas no Dicionário Priberam. As palavras são apresentadas cronologicamente, de Janeirojaneirojaneiro a Dezembrodezembrodezembro, com uma fotografia, permitindo um retrato rápido do ano de 2020.


Dicionário Priberam da Língua Portuguesa

O Dicionário Priberam da Língua Portuguesa (DPLP) é um dicionário de português contemporâneo com cerca de 133 000 entradas lexicais, incluindo locuções e fraseologias, cuja nomenclatura compreende o vocabulário geral e os termos mais comuns das principais áreas científicas e técnicas. O dicionário contém sinónimossinônimos e antónimos antônimos por acepçãoaceçãoacepção e permite ainda a conjugação verbal. É também possível consultar informação sobre a origem da maioria das palavras e indicações de pronúncia.

O DPLP permite a consulta de acordo com a norma do português europeu ou de acordo com a do português do Brasil, com ou sem as alterações gráficas previstas pelo Acordo Ortográfico de 1990. Para informações pormenorizadas, deverá aceder à secção Como consultar. Quaisquer sugestões ou correcçõescorreçõescorreções devem ser enviadas para dicionario@priberam.pt.

A presente versão do DPLP foi adaptada às novas tecnologias Web e reformulada para facilitar o acesso a partir de qualquer tipo de dispositivos - desktop, tablet e mobile. Para além das mudanças em termos de tecnologia, apresenta também mudanças visuais, para facilitar a leitura e a compreensão do dicionário, e conteúdo adicional, como, por exemplo, a visualização de anagramas, palavras relacionadas, divisão silábica, imagens ilustrativas das acepçõesaceçõesacepções e dúvidas linguísticas.

A Priberam agradece o envio de comentários para dicionario@priberam.pt.

Boas consultas!

pub

Dúvidas linguísticas


Gostaria de saber como se pronuncia o verbo esquecer no Presente do Conjuntivo. Exemplificando: o caso da 2º pessoa do singular (esqueças) como deverei ler - (é) ou (ê)?
O verbo esquecer tem -e- aberto (idêntico ao -e- de pé) na última vogal do radical (esquec-) do infinitivo. Nas formas verbais correspondentes à primeira pessoa do singular do presente do indicativo (esqueço) e às três pessoas do singular e à terceira do plural do presente do conjuntivo (esqueça, esqueças, esqueça, esqueçam), este verbo é usualmente pronunciado com -e- fechado (idêntico ao -e- de mês) na última vogal do radical (esquec-). Nas restantes formas verbais, este verbo pronuncia-se geralmente com -e- aberto (ex.: esqueces, esqueciam, esquecêramos, esquecerei, esqueceria). Este comportamento fonético é comum a outros verbos como aquecer e arrefecer e respectivos derivados.



Está correcto escrever-se "embaixo"? Ou a única maneira correcta é "em baixo"?
A forma embaixo corresponde a um advérbio de uso comum no português do Brasil. Na norma europeia do português, este advérbio corresponde geralmente à locução adverbial em baixo (ex.: chama o teu irmão, que está lá em baixo; o rapaz andou em baixo durante uns tempos).

Não se trata propriamente de uma variação ortográfica, pois não há nenhuma determinação que recomende o uso de palavra ou locução nestes casos, mas de uma diferença entre a tradição lexicográfica portuguesa (que regista sempre a locução em baixo e não tem registo de embaixo, excepto no Grande Vocabulário da Língua Portuguesa, de José Pedro Machado) e a tradição lexicográfica brasileira (que preconiza embaixo e apenas regista em baixo como regionalismo de Portugal, nomeadamente no Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa).

Palavra do dia

ja·bá ja·bá
(origem controversa)
nome masculino

1. [Brasil]   [Brasil]  Carne de vaca seca com muito sal e ressecada ao sol ou em estufa. = CARNE-SECA, CHARQUE

2. [Brasil]   [Brasil]  Dinheiro ou bem que se oferece a alguém em troca de favor ou negócio lucrativo, geralmente ilícito. = SUBORNO

3. [Brasil]   [Brasil]  Quantia em dinheiro que se dá a alguém como recompensa, para além do pagamento do serviço prestado. = GORJETA, GRATIFICAÇÃO

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2020, https://dicionario.priberam.org/default.aspx [consultado em 22-01-2021]