Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

as

AsAs | símb.
fem. pl. de oo
Será que queria dizer às ou ás?
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

As As


símbolo

[Química]   [Química]  Símbolo químico do arsénio.


o |u|o |u|2


(latim ille, illa, illud, aquele)
artigo definido masculino singular

1. Quando junto de um nome que determina.

pronome pessoal

2. Esse homem.

3. Essa coisa.

pronome demonstrativo

4. Aquilo.

Confrontar: ó.

Ver também resposta à dúvida: pronome "o" depois de ditongo nasal.

o |ó|o |ó|1


(latim o)
nome masculino

1. Décima quarta letra do alfabeto da língua portuguesa (ou décima quinta, se incluídos o K, W e Y). [É aberto como em avó, fechado como em avô, átono ou mudo como em mudo, e tem o valor de u em o [artigo], etc.]

2. [Por extensão]   [Por extensão]  Círculo, anel, elo, redondo.

3. Usa-se em forma de expoente de um número para indicar que se trata de um numeral ordinal (ex.: ficou em 11.º) e por vezes é usado em vez do símbolo ° para simbolizar grau ou graus.

adjectivo de dois géneros
adjetivo de dois géneros

4. Décimo quarto, numa série indicada por letras (ou décimo quinto, se incluídos o K, W e Y).

símbolo

5. Símbolo de oeste.

6. [Química]   [Química]  Símbolo químico do oxigénio. (Com maiúscula.)

Plural: ós ou oo.Plural: ós ou oo.
pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "as" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais

...não alinhou ontem no preparo dos leões, em Alcochete, e continua a não reunir as condições necessárias para ir a jogo, face à entorse de que padece no tornozelo...

Em Fora-de-jogo

Do poder político – quando não “capturado” por representantes de uma qualquer corporação, nas suas constantes “portas giratórias” entre as “inamovíveis” Magistraturas e o “fascínio pelo poder” – pouco...

Em A RODA

Na manhã seguinte acordei cedo Tratas das coisas do coração como um talhante Concentrado no desmancho Aviando os pedidos Misturei-me contigo,...

Em Meia-Noite Todo o Dia

585 queixas às entidades públicas..

Em Not

O evento tem previsão de começar às 19h..

Em Caderno B
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Nesta locução latina, qual das formas está correta: "status quo" ou "statu quo"?
A grafia correcta, atestada pelos principais dicionários de língua portuguesa, é statu quo e significa “o estado das coisas em determinado momento”. Esta locução, que se fixou por influência da área diplomática, é redução da expressão latina in statu quo ante que significa “no estado em que se encontrava antes”.

Em português (e em outros idiomas como o francês ou o espanhol), a locução statu quo perdeu o valor adverbial latino e adquiriu valor de substantivo (ex.: A manifestação não representa uma ruptura do statu quo), o que pode estar na origem do aparecimento da forma status quo.

Em latim (e noutras línguas declináveis, como o alemão ou o russo) as funções sintácticas são assinaladas morfologicamente: as diferentes desinências da palavra indicam se ela está a ser usada na posição de sujeito (através do caso nominativo, como em status), de complemento directo (através do caso acusativo, como em statum), de complemento indirecto (através do caso dativo, como em statui), de complemento circunstancial (através do caso ablativo, como em statu), etc. Assim, como a locução passou a ter valor de substantivo, a forma status quo, difundida maioritariamente pelo inglês, e considerada preferencial apenas pelo Novo Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa (Curitiba: Positivo, 2004), transmitiria essa mudança de significado, já que statu significa “no estado” e não “o estado”. Esta justificação é questionável porque (i) estamos perante a redução de uma outra locução latina, em que há exigência de ablativo após a preposição latina in (“em”), e porque (ii) existem outros casos de palavras e expressões latinas que se fixaram como substantivos no português com a forma de casos que não o nominativo. Exemplos disso são a expressão anno Domini (literalmente, “no ano do Senhor”) que se usa para referir a era cristã, sendo composta pelo ablativo de annus “ano” e pelo genitivo de dominus “senhor”, bem como a palavra quórum, de quorum, genitivo masculino plural do pronome relativo qui, quae, quod “que”.

A locução statu quo não deve porém ser confundida com a palavra isolada status, que significa (i) “estatuto” (ex.: A categoria do trabalhador corresponde ao seu status na empresa) e (ii) “prestígio” (ex.: Exibia nas festas os símbolos do status recém-adquirido por casamento).




À pergunta O que é o bolo alimentar?, devemos responder: a) O bolo alimentar são os alimentos depois de mastigados e ensalivados... b) O bolo alimentar é os alimentos...
À pergunta O que é o bolo alimentar? deve responder-se O bolo alimentar são os alimentos depois de mastigados e ensalivados. Regra geral, o nome predicativo do sujeito concorda em género e número com o sujeito (ex.: O João é famoso, A Maria é famosa, O João e a Maria são famosos). Todavia, no caso em apreço, esta regra geral não se aplica e a concordância faz-se com o nome predicativo do sujeito (os alimentos depois de mastigados e ensalivados), que identifica e realça os elementos que compõem o sujeito como um todo (o bolo alimentar).
pub

Palavra do dia

lha·nu·ra lha·nu·ra


(lhano + -ura)
nome feminino

1. [Pouco usado]   [Pouco usado]  Qualidade do que é sincero, despretensioso ou amável. = LHANEZA

2. [Pouco usado]   [Pouco usado]  Superfície plana. = PLANURA

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/as [consultado em 12-08-2022]