Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

Ganzes

2ª pess. sing. pres. conj. de ganzarganzar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

gan·zar gan·zar

- ConjugarConjugar

(ganza + -ar)
verbo transitivo e pronominal

1. [Portugal, Informal]   [Portugal, Informal]  Fumar haxixe ou marijuana.

2. [Portugal, Informal]   [Portugal, Informal]  Ficar ou deixar sob o efeito de drogas.

pub

Parecidas

Esta palavra em blogues

Ver mais

...Aaliyah 1 Lyrics Bushido Konfirmat Sonnenschein Lyrics Genius Lyrics Songtexte 90grad Dein Ist Mein Ganzes Herz Wikipedia Helge Schneider Ich Setz Mein Herz Bei E Bay Rein Lyrics Genius...

Em Luiz Martins

Wachtberg: Ein ganzes Haus für die Kunst - Gudrun Berger zeigt gesammelte Werke ..

Em Luiz Martins

...Kleider Fur Den Strand Badebekleidung Modestil Ein leichtes Baumwollgarn ist von Vorteil da ein ganzes Kleid aus Wolle später einiges wiegen kann..

Em poeirasglass

- Velbert Ganzes Weihnachten-2020-Ausrüstungspaket kaufen – Microsoft Store de-DE Landmetzgerei Koch e..

Em Luiz Martins

...your ebooks on your Windows a mobile device or designated Download or Read Ein ganzes halbes Jahr ..

Em quiquibelta.blogs.sapo.pt
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Venho por este meio para me tirarem uma dúvida que é a seguinte: Quando uma pessoa muda de uma região para a outra, mas dentro do próprio país, como se diz? Emigrar ou Imigrar? E quando uma pessoa vai para outro país para trabalhar e para viver?
Os verbos emigrar e imigrar têm em comum o significado de migrar, e apenas diferem no ponto de vista, isto é, emigrar é "sair, temporária ou definitivamente, do seu país ou região" e imigrar é "entrar e fixar-se, periódica ou definitivamente, num outro país ou região" (o mesmo se aplica aos respectivos derivados, como emigrante/imigrante, emigração/imigração). Esta diferença deve-se ao facto de o verbo emigrar conter, já em latim, um elemento e- ou ex-, que deriva da preposição latina ex e que indica "movimento para fora", da mesma forma que o verbo imigrar contém um elemento i- ou in-, que deriva da preposição latina in e que indica "movimento para dentro".

Assim, pode dizer-se, por exemplo, que um português que vai trabalhar para o estrangeiro emigra, relativamente a Portugal (ex.: o pai dele emigrou aos 17 anos; estava a pensar emigrar para a Austrália), e imigra, relativamente ao país de acolhimento (ex.: a família imigrou e já vive neste país há uma década); da mesma forma, um estrangeiro que veio trabalhar para Portugal é imigrante neste país (ex.: os imigrantes permitem rejuvenescer a população envelhecida) e emigrante no seu país de origem (ex.: todos os meses, o emigrante envia dinheiro à família).

Como foi dito acima, qualquer um destes verbos (e ainda o verbo migrar) pode ser usado tanto para uma acção de mudança de país como de região (ex.: abandonaram o cultivo dos campos e emigraram para a cidade; imigrara vinte anos antes, vindo dos Açores).




Tenho uma dúvida em relação à classificação das seguintes orações do poema «Prece» da Mensagem, e pedia uma ajudinha. «Mas a chama, que a vida em nós criou, Se ainda há vida ainda não é finda.»
Estes dois versos de Pessoa constituem uma frase complexa que contém três orações (que também podem ser designadas por frases, segundo a Terminologia Linguística para os Ensinos Básico e Secundário publicada em Diário da República em Dezembro de 2004):
1) mas a chama [...] ainda não é finda - oração subordinante;
2) que a vida em nós criou - oração subordinada relativa restritiva, com antecedente (o antecedente é a chama);
3) se ainda há vida - oração subordinada adverbial condicional.

pub

Palavra do dia

con·ge·ni·al con·ge·ni·al


(con- + genial)
adjectivo de dois géneros
adjetivo de dois géneros

1. Conforme ao génio ou à índole de alguém ou de alguma coisa (ex.: era a rebeldia congenial da adolescência). = INERENTE

2. Próprio por natureza; que vem desde o nascimento (ex.: sentimentos congeniais; virtude congenial). = CONATO, CONGÉNITO, INATO, INGÉNITO, NATO, NATURAL

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/Ganzes [consultado em 02-12-2021]