Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

segunda

segundasegunda | n. f.
fem. sing. de segundosegundo
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

se·gun·da se·gun·da


(feminino de segundo)
nome feminino

1. Classe ou categoria que não é a de melhor qualidade (ex.: viajar em segunda).

2. [Música]   [Música]  Intervalo de um tom ou de dois semitons.

3. [Tipografia]   [Tipografia]  Prova de uma folha já corrigida.

4. O mesmo que segunda-feira.


fazer a segunda
Acompanhar cantando ou tocando.

de segunda
Que não é da melhor qualidade (ex.: material de segunda).


se·gun·do se·gun·do


(latim secundus, -a, -um, seguinte, propício, favorável, segundo, que vem depois do primeiro)
adjectivo numeral e nome masculino
adjetivo numeral e nome masculino

1. Que ou o que está logo depois do primeiro.

2. Que, numa série de dois, ocupa o último lugar.

3. Secundário; indirecto; outro; novo.

4. [Figurado]   [Figurado]  Rival; semelhante; comparável.

nome masculino

5. Aquele que está em segundo lugar.

6. [Física, Metrologia]   [Física, Metrologia]  Unidade de medida de tempo do Sistema Internacional (símbolo: s) equivalente à duração de 9 192 631 770 períodos da radiação correspondente à transição entre os dois níveis do estado fundamental do átomo de césio 133; sexagésima parte do minuto.

7. [Informal]   [Informal]  Período de tempo muito curto (ex.: espere um segundo, por favor).

8. [Geometria]   [Geometria]  Unidade de medida de ângulo plano (símbolo: '') equivalente a 1/60 de minuto ou a 1/3600 do grau.

advérbio

9. Em segundo lugar.

preposição

10. Indica conformidade ou concordância com algo ou alguém (ex.: segundo as informações que recebemos, vai haver troca de ministros). = CONFORME, CONSOANTE, DE ACORDO COM

conjunção

11. Introduz uma comparação, indicando que algo é feito ou acontece do mesmo modo que outra coisa (ex.: correu tudo segundo o planeado). = COMO, CONFORME

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "segunda" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

...era nem de longe a carismática María Eva Duarte de Perón, a Evita , segunda mulher do caudilho, que não foi candidata a vice na primeira reeleição, em 1951,...

Em Vida Global

Policial penal de 47 anos preso na segunda -feira (19/9) por embriaguez ao volante, passou por audiência de custódia e ganhou liberdade...

Em Caderno B

07h30 – Cazoo Open de France ( segunda rodada) – Star+ 12h30 – Presidente Cup (dia 2) – Espn3 COMPETIÇÕES DE ESPORTES...

Em Rede Brasil de Noticias - O Point da Informação

Por ocasião de seu 40º aniversário, a Comunidade Shalom encontrará o Papa Francisco na segunda -feira, dia 26..

Em Blog da Sagrada Família

...queda do teto do forro de gesso da área de entrada do cinema na segunda -feira, dia 19, fez com que as sessões agendadas a partir daquela noite fossem...

Em Blog do Emilio Pacheco
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Gostava de saber se a vossa ferramenta FLiP pode corrigir palavras com especificação de gênero, sugerindo palavras que não especificam gênero masculino ou feminino. Por exemplo, a correção de "menino" para "menine", para ser neutro.
O FLiP (Ferramentas para a Língua Portuguesa) oferece verificação e sugestões de correcção em casos de concordâncias de género, número e pessoa. No entanto, no caso especificado não se trata de um erro de concordância, mas de uma tomada de posição sociopolítica que, por opção individual, se reflecte linguisticamente, e que os correctores ortográficos, sintácticos e estilísticos não incorporam por não se tratar de prática generalizada pelos falantes e escreventes do português nem estar consignada pelos instrumentos legais que dispõem sobre a ortografia da língua portuguesa.
Adicionalmente, deve referir-se que, em português, o género gramatical não corresponde sempre ao sexo da entidade referente. Além disso, a língua portuguesa, tal como é usada pelos falantes e descrita pelas gramáticas, não tem género neutro, sendo o género em português uma categoria morfossintáctica dos nomes que admite apenas dois valores (feminino e masculino).

Em geral, quando associado a um nome animado, o género aplica-se a entidades de sexo masculino ou feminino, mas a oposição de género masculino/feminino não se limita a esta distinção, havendo, principalmente nos nomes inanimados, convenções linguísticas que não têm nenhum referente relacionado com o sexo (ex.: o frasco , a garrafa). Para além disso, os nomes epicenos (ex.: elefante [fêmea/macho]) e os nomes sobrecomuns (ex.: o cônjuge; a vítima), apesar de terem um valor único de género, podem designar entidades de sexo feminino ou masculino.
Os nomes de dois géneros (ou nomes comuns de dois), quando a mesma forma se pode aplicar ao género feminino e ao masculino, são ambíguos quanto ao género, mas o contexto sintáctico geralmente resolve essa ambiguidade (ex.: a/o estudante aplicada/o). A oposição de género reflecte-se ainda na referência ou substituição por um pronome, na concordância com modificadores (adjectivos, por exemplo) ou na presença de sufixos ou desinências.

A alteração de menino ou menina para *menine, *meninx, *menin@ ou outro tipo de soluções gráficas sem marcação de género não seria propriamente uma correcção, pois do ponto de vista ortográfico essas seriam consideradas formas erradas, uma vez que a ortografia é a parte da língua mais convencional e a única sujeita a textos legais. A alteração para desinências sem marcação explícita de género é uma opção individual do utilizador da língua, que o corrector automático não pode aplicar à generalidade dos usuários nas frases típicas alvo de correcção.




Li o texto do Acordo Ortográfico de 1990 e outros textos sobre o assunto, e tomava a liberdade de perguntar qual a posição da Priberam relativamente aos prefixos sub-, ad- e ab- quando seguidos por palavra iniciada por r cuja sílaba não se liga foneticamente com o prefixo. Concretizando: sub-rogar ou subrogar; ad-rogar ou adrogar; ab-rogar ou abrogar? O Acordo, aparentemente, é omisso quanto à matéria, e já vimos opções diferentes da por vós tomada na versão 7 do FLIP.
O texto legal do Acordo Ortográfico de 1990 (base XVI) é, de facto, omisso relativamente ao uso de hífen com prefixos terminados em consoantes oclusivas (como ab-, ad- ou sub-) quando o segundo elemento da palavra se inicia por r (como em ab-rogar, ad-rogar ou sub-rogar). Para que seja mantida a pronúncia [R] (como em carro) do segundo elemento, terá de manter-se o hífen, pois os casos de ab-r, ad-r, ob-r, sob-r, sub-r e afins são os únicos casos na língua em que há os grupos br ou dr (que se podiam juntar a cr, fr, gr, pr, tr e vr) sem que a consoante seja uma vibrante alveolar ([r], como em caro ou abrir). Se estas palavras não contiverem hífen, o r ligar-se-á à consoante que o precede e passará de vibrante velar (ex.: ab[R], sub[R]) a vibrante alveolar (ex.: ab[r], sub[r]). Não se pode, por isso, alterar a fonética por causa da ortografia, nem alterar a grafia, criando uma excepção ortográfica, só porque o legislador/relator ou afim escamoteou ou esqueceu este caso. O argumento de que a opção de manter o hífen nestes casos segue o espírito do acordo pode reforçar-se se olharmos, por exemplo, para os casos dos elementos de formação circum- e pan-, onde não se criam excepções à estrutura silábica, nem à pronúncia (cf. circum-escolar e não circumescolar; pan-africano e não panafricano).
Pelos motivos expostos, a opção da Priberam é manter o hífen nos casos descritos.

pub

Palavra do dia

vi·trí·o·lo vi·trí·o·lo


(latim tardio vitriolum, do latim vitrum, -i, vidro)
nome masculino

[Antigo]   [Antigo]   [Química]   [Química]  Nome vulgar do ácido sulfúrico e de alguns sulfatos.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/segunda [consultado em 26-09-2022]