Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub

παλιάμπελο

Palavra não encontrada. Se procurava uma das palavras seguintes, clique nela para consultar a sua definição.
EPE
IPE
PPE
PA (norma brasileira)
pai (norma europeia, na grafia pós-Acordo Ortográfico e norma brasileira)
pau (norma brasileira, na grafia pós-Acordo Ortográfico)
paz (norma europeia, na grafia pós-Acordo Ortográfico)
peã (norma brasileira, na grafia pré-Acordo Ortográfico)
piá (norma brasileira)

Caso a palavra que procura não seja nenhuma das apresentadas acima, sugira-nos a sua inclusão no dicionário.
pub

Dúvidas linguísticas


Deve-se escrever não exite em contactar ou não hesite em contactar?
Como pode verificar no Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, o verbo exitar significa “ter êxito” e é usado como intransitivo (ex.: as suas investigações exitaram), pelo que não seria o verbo adequado para a frase que refere. Assim, o verbo correcto será hesitar, cujas acepções, como poderá comprovar no Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, se encaixam perfeitamente na frase em questão.



Tenho visto há algum tempo duas palavras que me têm deixado bastante confuso: história e estória. Ao ver que alguns dicionários não tinham qualquer referência a estória deduzi que não existiria tal palavra na língua portuguesa... Mesmo assim, fiquei intrigado pelas sucessivas "aparições" desta. Gostaria de saber se me poderiam informar se a palavra estória existe, e se sim , qual o significado desta e a diferença em relação a história.
A palavra estória é uma forma divergente de história, pois ambas têm origem no grego historía, -as (exame, informação, pesquisa, estudo, ciência) através do latim historia, -ae, tendo a forma estória entrado através do inglês story.

O Dicionário Houaiss (brasileiro, mas também com uma edição portuguesa) informa-nos, na etimologia desta palavra, que estória foi uma forma "adoptada pelo conde de Sabugosa com o sentido de narrativa de ficção, segundo informa J.A. Carvalho no seu livro Discurso & Narração, Vitória, 1995, p. 9-11".

Em Portugal, apenas alguns dicionários registam estória; no entanto, esta palavra é actualmente utilizada com muita frequência com o sentido de narrativa popular.

Em relação a estas palavras, o Dicionário Aurélio (também brasileiro) faz mesmo uma recomendação: "[Recomenda-se apenas a grafia história, tanto no sentido de ciência histórica, quanto no de narrativa de ficção, conto popular, e demais acepções.]".

Em contextos em que o utilizador da língua queira evitar o uso de uma palavra polémica, deverá utilizar sempre a forma história, pois em relação a esta não há qualquer controvérsia.

Palavra do dia

me·lis·su·go me·lis·su·go


(latim mel, mellis, mel + latim sugo, -ere, sugar)
adjectivo
adjetivo

Que suga o suco ou néctar das flores.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/%CF%80%CE%B1%CE%BB%CE%B9%CE%AC%CE%BC%CF%80%CE%B5%CE%BB%CE%BF???%EF%BF%BDpe?? [consultado em 16-04-2021]