Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
paipai | s. m. | s. m. pl.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

pai pai
(latim pater, -tris, pai, avô)
substantivo masculino

1. Aquele que tem um ou mais filhos.

2. Homem que cria e educa criança ou adolescente que não foi gerado por ele mas com quem estabelece laços paternais e a quem pode estar ligado por vínculos jurídicos (ex.: os meninos foram sempre muito amigos do pai, que os adoptou quando se casou com a mãe deles).

3. Gerador; genitor; progenitor.

4. [Figurado]   [Figurado]  Criador; autor.

5. Protector, benfeitor.

6. [Moçambique]   [Moçambique]  Tratamento respeitoso dirigido a um homem. = SENHOR

7. [Moçambique]   [Moçambique]  Distribuidor de estupefacientes.


pais
substantivo masculino plural

8. O pai e a mãe (em qualquer espécie).

9. Avós e demais progenitores de uma família.


à pai Adão
[Informal]   [Informal]  Em pêlo, no estado de completa nudez.

nem o pai morre, nem a gente almoça
[Portugal, Informal]   [Portugal, Informal]  Expressão que designa os momentos de expectativa em que nada parece acontecer quando se espera o desfecho de alguma coisa.

o Pai
[Religião]   [Religião]  A primeira pessoa da Santíssima Trindade.

o primeiro pai
[Religião]   [Religião]  Adão.

os primeiros pais
[Religião]   [Religião]  Adão e Eva.

pai de família
Chefe da casa com mulher e filhos.

pai espiritual
O que dirige a consciência de alguém.

pai legítimo
Aquele cujos filhos nasceram de um casamento legítimo.

pai natal
Personagem folclórica baseada na história de S. Nicolau, geralmente representado como um homem rechonchudo, de longas barbas brancas, vestido de fato e gorro vermelho, que, em algumas culturas, se acredita distribuir presentes às crianças bem-comportadas na noite de Natal. (Com inicial maiúscula.)

Pessoa vestida dessa personagem.

pai natural
Aquele cujos filhos nasceram fora do lar conjugal.

pai putativo
Aquele que passa por ser pai dos filhos de que não é progenitor.

tal pai, tal filho
Expressão que indica que um indivíduo é muito parecido com o seu progenitor.

ter o pai alcaide
Ter por padrinho pessoa a quem não se recusa nada.


Ver também dúvida linguística: plural de pai natal.
pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "pai" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Atender ao telefone ou atender o telefone?
De acordo com alguns dicionários de língua portuguesa, como o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa (Objetiva, 2009) e o Dicionário Gramatical de Verbos Portugueses (Texto Editores, 2007), o verbo atender, no sentido de "responder (a uma chamada)", pode ser transitivo directo, isto é, usado com um complemento directo não introduzido por preposição (ex.: atender o telefone) ou usado como transitivo indirecto, isto é, com complemento indirecto precedido de preposição (ex.: atender ao telefone), apesar de este corresponder a um uso menos comum deste verbo.

Assim sendo, nenhuma das expressões que refere está errada, apesar de atender o telefone ser mais usado pelos falantes de português do que atender ao telefone.




No vosso conversor para a nova ortografia, e em muitas respostas a dúvidas, utilizam a expressão "português europeu", por oposição a português do Brasil ou português brasileiro. Tenho visto noutros sítios a expressão português luso-africano. Não será mais correcta?
Como qualquer língua viva, o português não é alheio à variação linguística e contém diferentes variantes e variedades, nomeadamente a nível geográfico, social e temporal. O português falado em Portugal continental e nos arquipélagos da Madeira e dos Açores é designado por variedade europeia ou português europeu (ou ainda português de Portugal) e abrange inúmeros dialectos (divididos ou agrupados segundo características comuns). Esta designação de português europeu é frequentemente contraposta à de português do Brasil (ou português brasileiro ou americano), por serem as variedades do português mais estudadas e alvo de descrição linguística. Alguns dialectos do português de Angola e do português de Moçambique dispõem já de descrições e estudos, mas ainda sem muita divulgação fora do âmbito académico.

A designação de português luso-africano é, do ponto de vista linguístico, incorrecta, uma vez que as características do português de Portugal, como sistema linguístico, são diferentes das características do português falado em cada um dos países africanos de língua oficial portuguesa (nomeadamente do português de Angola, do português de Cabo Verde, do português da Guiné-Bissau, do português de Moçambique ou do português de São Tomé e Príncipe) ou de outros países (como Timor-Leste) ou territórios onde se fale o português. O único ponto em que poderá haver uma designação que indique uma aproximação luso-africana é exclusivamente em termos de norma ortográfica. Ainda assim, as práticas ortográficas divergem amiúde, principalmente no uso do apóstrofo em contextos não previstos no texto do Acordo Ortográfico de 1990 e das letras k, w e y em nomes comuns e não exclusivamente em nomes próprios ou derivados de nomes próprios estrangeiros. No que diz respeito ao léxico, à fonética ou à sintaxe, trata-se de variedades e normas com traços característicos que as distinguem.

Como as ferramentas linguísticas da gama FLiP não se limitam ao campo estrito da ortografia, mas ao processamento do português como língua natural, a Priberam não adopta o adjectivo luso-africano para qualificar português, variedade, norma ou palavra afim. Esta foi também, aparentemente, a opção da redacção do Acordo Ortográfico de 1990, onde é usada, na "Nota Explicativa", ponto 5.1, a expressão "português europeu" ("Tendo em conta as diferenças de pronúncia entre o português europeu e o do Brasil, era natural que surgissem divergências de acentuação gráfica entre as duas realizações da língua.").

pub

Palavra do dia

tre·li·ça tre·li·ça
(francês treillis)
substantivo feminino

1. Rede metálica para resguardo. = GELOSIA

2. [Construção]   [Construção]  Sistema de vigas cruzadas usado no travejamento de pontes e telhados (ex.: treliça de madeira; treliça metálica).

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://dicionario.priberam.org/pai [consultado em 19-01-2019]