Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub

pau

paupau | n. m. | n. m. pl.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

pau pau


(latim palus, -i, poste, estaca)
nome masculino

1. Haste ou ramo de madeira, tal como se cortou da árvore. = VARA

2. Ramo ou vara que serve de apoio para caminhar. = BORDÃO, CACETE, CAJADO

3. Madeira usada no fabrico de algo (ex.: colher de pau).

4. Haste, ripa, ou trave.

5. Castigo corporal. = PAULADA

6. Apêndice duro que certos animais têm na cabeça. = CHIFRE, CORNO

7. Pedaço de certas substâncias duras (ex.: pau de giz).

8. [Jogos]   [Jogos]  Cada um dos alvos de madeira ou de marfim de certos jogos.

9. [Marinha]   [Marinha]  Mastro de uma embarcação.

10. [Calão]   [Tabuísmo]  Órgão sexual masculino. = PÉNIS

11. [Informal]   [Informal]  Designação informal da unidade monetária (ex.: isso custou cerca de 500 paus). [Mais usado no plural.]


paus
nome masculino plural

12. [Jogos]   [Jogos]  Um dos naipes do baralho, representado por trevos pretos.


a dar com o pau
[Informal]   [Informal]  O mesmo que a dar com um pau.

a dar com um pau
[Informal]   [Informal]  Em grande quantidade (ex.: era gente a dar com um pau; havia comida a dar com um pau).

aos paus
[Informal]   [Informal]  Sem posição ou emprego (ex.: andou aos paus durante uns meses).

dar por paus e por pedras
[Informal]   [Informal]  Encolerizar-se a ponto de fazer desatinos; mostrar grande irritação.

dar pau
[Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]   [Informática]   [Informática]  Sofrer avaria, colapso, paragem ou perda de dados.

de pau feito
[Calão]   [Tabuísmo]  Com uma erecção peniana.

enquanto o pau vai e vem, folgam as costas
[Informal]   [Informal]  Expressão usada para indicar que se pode descansar nos intervalos de sequências de desgraças ou dificuldades.

nem a pau
[Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]  De maneira alguma (ex.: o carro não funciona nem a pau).

pau batido
[Agricultura]   [Agricultura]  Designação dada ao tipo de exploração dos sobreiros em que é retirada a cortiça de todas as partes exploradas da mesma árvore no mesmo ano, por oposição à exploração em meças (ex.: está a ser feita a conversão da exploração em meças para pau batido).

pau de cocanha
Mastro untado de sebo, com prémio no topo para aquele que, trepando, consiga atingi-lo. = PAU-DE-SEBO

pau de dois bicos
[Informal]   [Informal]  Situação que pode ter um lado positivo e um lado negativo, ou vantagens e desvantagens. = FACA DE DOIS GUMES

pau de selfie
[Informal]   [Informal]   [Fotografia]   [Fotografia]  Cabo metálico extensível na ponta do qual se coloca um smartphone ou uma máquina de fotografar accionados por um botão na pega desse cabo e que permite tirar fotos ou filmar para além do alcance normal do braço. = BASTÃO DE SELFIE

pau de virar tripas
[Informal]   [Informal]  Pessoa muito magra.

pau para toda a colher
[Informal]   [Informal]  O mesmo que pau para toda a obra.

pau para toda a obra
[Informal]   [Informal]  Pessoa ou coisa que serve ou está disponível para qualquer tarefa ou serviço.

pôr-se a pau
[Informal]   [Informal]  Ficar alerta, atento. = PRECAVER-SE

um pau por um olho
[Informal]   [Informal]  Grande vantagem, pechincha.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "pau" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Anagramas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Gostaria de saber se consideram a frase seguinte gramaticalmente correcta: "Quando vierem novamente cá a casa, mostrar-vos-ei a minha estufa de plantas exóticas".
Na frase Quando vierem novamente cá a casa, mostrar-vos-ei a minha estufa de plantas exóticas, o pronome oblíquo vos corresponde à 2.ª pessoa do plural, desempenhando a função de complemento indirecto (= a vós), mas o sujeito da forma verbal vierem corresponde à 3.ª pessoa (vocês ou eles). .

Como é referido na resposta você, este pronome de tratamento designa a pessoa a quem se fala (tu/vós), mas, sendo um pronome de 3.ª pessoa, obriga o verbo à concordância com essa pessoa gramatical (daí dizer-se quando vocês vierem e não *quando vocês [= vós] vierdes). Como a ideia de forma de tratamento de 2.ª pessoa está muito presente nos falantes, a tendência é usar o pronome oblíquo vos correspondente à 2.ª pessoa (vós) e não o pronome lhes, correspondente à 3.ª pessoa (vocês/eles). Esta tendência gera construções condenadas por alguns gramáticos, como Paul Teyssier no Manual de Língua Portuguesa (Portugal-Brasil) [pp. 128-132].

Assim sendo, as hipóteses correctas seriam Quando [vocês] vierem novamente cá a casa, mostrar-lhes-ei a minha estufa de plantas exóticas ou Quando [vós] vierdes novamente cá a casa, mostrar-vos-ei a minha estufa de plantas exóticas. O Dicionário de Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa, pelo contrário, considera que o pronome vos pode ser usado no tratamento por vocês. O Dicionário Priberam também regista este uso do pronome, mas indica que é muitas vezes desaconselhado. A este respeito, veja-se ainda a resposta vi-os / vi-vos.

O que foi dito acima refere-se à interpretação preferencial, que não invalida uma interpretação menos provável: Quando [eles] vierem novamente cá a casa, mostrar-vos-ei [a vós] a minha estufa de plantas exóticas. Ainda que residual ou dialectal, o uso do pronome vós é possível, como é referido na resposta vós e vocês.




Há algum tempo atrás, quando ainda mais jovem, lembro que minha mãe, exímia fazedora de palavras cruzadas, me citou uma palavra em português que definia o FUTEBOL sem que fosse necessário o uso do neologismo oriundo do FOOT BALL. Ainda que minha memória esteja falhando para lembrar este termo (que agora busco), ainda me lembro que esta palavra usava em sua composição as letras P, E e D, mas não me lembro mais da palavra exata. Em outras palavras, qual seria a denominação do jogo que chamamos de FUTEBOL se não usarmos o neologismo e sim, usarmos apenas radicais, e/ou prefixos, e/ou sufixos com bases no português ou nas origens latinas (gregas...) de nosso idioma?
Os termos ludopédio (do latim ludus, -i “jogo, divertimento” + pes, pedis “pé” + sufixo -io, que traduz a ideia de semelhança ou relação) e balípodo (do grego bállo “lançar” + poús, podós “pé”), ambos criados para substituir o aportuguesamento futebol, encontram-se registados no Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa. O Grande Vocabulário da Língua Portuguesa, de José Pedro Machado, regista ainda o substantivo masculino pedibola e o Grande Dicionário da Língua Portuguesa, coordenado pelo mesmo autor, regista bolapé, indicando que se trata de “decalque linguístico” de football.
Nenhum dos termos acima referidos se consagrou pelo uso, sendo futebol o termo instituído.

pub

Palavra do dia

li·mí·co·la li·mí·co·la


(latim limicola, -ae)
adjectivo de dois géneros
adjetivo de dois géneros

[Zoologia]   [Zoologia]  Que vive na lama ou no lodo (ex.: aves limícolas).

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/pau [consultado em 11-05-2021]