Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
patuscopatusco | adj. s. m. | s. m.
1ª pess. sing. pres. ind. de patuscarpatuscar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

pa·tus·co pa·tus·co
(origem obscura)
adjectivo e substantivo masculino
adjetivo e substantivo masculino

1. Que ou quem é amigo de patuscadas. = PÂNDEGO

2. Que ou quem gosta de se divertir ou de divertir os outros. = BRINCALHÃO, CÓMICO, DIVERTIDO

3. Que ou quem cativa pelo comportamento ou pela graça.

4. Que ou quem é excêntrico ou extravagante.

substantivo masculino

5. [Regionalismo]   [Regionalismo]  Bolo de trigo, às vezes doce.

6. [Portugal: Minho]   [Portugal: Minho]  Pequeno pão de centeio ou milho. = PATARECO


pa·tus·car pa·tus·car - ConjugarConjugar
(patusco + -ar)
verbo intransitivo

Andar em patuscadas.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "patusco" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Gostaria de saber qual a conjugação correcta: ver-nos-emos ou veremo-nos, ou as duas?
A forma correcta de escrever o verbo ver no futuro do indicativo com o clítico nos é ver-nos-emos (no português do Brasil, fora da norma culta, é mais frequente a colocação do pronome clítico antes do verbo, pelo que o mais usual será nos veremos).

A grafia *veremo-nos está incorrecta, pois, ao contrário dos outros tempos verbais, o futuro do indicativo e o condicional, também chamado futuro do pretérito, obrigam à colocação do pronome clítico entre o radical do verbo (ex.: ver-) e a terminação que indica o tempo verbal e a pessoa gramatical (ex.: -emos). Assim sendo, a forma correcta é ver-nos-emos no futuro (ex.: ver-nos-emos quando eu regressar) e ver-nos-íamos no condicional (ex.: ver-nos-íamos obrigados a subir o preço).

É de notar que a reflexão acima não se aplica se houver alguma palavra ou partícula que provoque a próclise do clítico, isto é, a sua colocação antes do verbo (ex.: só nos veremos quando eu regressar, não nos veríamos obrigados a subir o preço).




Não há qualquer erro ou falta em ortografia se continuarmos a escrever da mesma forma que anteriormente a este acordo, certo?
Durante o período de transição previsto em Portugal para aplicação do Acordo Ortográfico de 1990, que termina em 2015 (cf. http://blogue.priberam.pt/2010/09/entrada-em-vigor-do-acordo-ortografico.html), o utilizador da língua pode optar por utilizar a nova ortografia ou não, sem que se lhe possa apontar qualquer erro ortográfico relativamente à sua opção (a não ser, por exemplo, a falta de coerência quando misturar as duas ortografias).

No entanto, em contexto escolar, e dependendo das directrizes do Ministério da Educação (o Acordo Ortográfico de 1990 começa a ser aplicado no ano lectivo de 2011/2012), poderá haver sinalização de erro quando os alunos forem avaliados em relação aos conhecimentos da nova ortografia.

Após o período de transição, e quando houver uma generalização da nova ortografia, a noção geral de erro ortográfico vai abranger formas que actualmente são práticas correntes (ex.: acto, acção), da mesma forma que hoje em dia são considerados erros ortográficos práticas alteradas pelo Acordo de 1945 (ex.: aflicção, producto) ou pela alteração ortográfica de 1973 (ex.: pràticamente, sòzinho).

pub

Palavra do dia

cha·za·da |chà| cha·za·da |chà|
(chá + -z- + -ada)
substantivo feminino

1. [Informal]   [Informal]  Chá em abundância.

2. Refeição em que se toma chá.

3. Porção de chá.

4. [Informal]   [Informal]  Acto de repreender com severidade. = CHÁ, DESCOMPOSTURA, REPRIMENDA

5. [Informal]   [Informal]  Coisa desinteressante ou aborrecida.

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://dicionario.priberam.org/patusco [consultado em 15-12-2019]