Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
1ª pess. sing. pret. perf. ind. de portarportar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

por·tar por·tar 1 - ConjugarConjugar
(latim porto, -are, levar, transportar)
verbo transitivo

1. Trazer consigo. = LEVAR, TRANSPORTAR

2. Estar vestido com. = TRAJAR, USAR, VESTIR

verbo pronominal

3. Ter determinado comportamento. = COMPORTAR-SE


por·tar por·tar 2 - ConjugarConjugar
(porto + -ar)
verbo intransitivo

O mesmo que aportar.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "portei" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Este bar não tem serviço de mesas. Os utentes que as utilizar devem deixá-las limpas como gostariam de as encontrar.
Nesta frase as utilizar está bem empregue ou devo escrever as utilizarem? Acho que utilizarem não soa muito bem. Além disso, obrigaria também a escrever as encontrarem, o que soaria ainda pior.
A frase correcta será: Os utentes que as utilizarem devem deixá-las limpas como gostariam de as encontrar. O verbo utilizar está, nesta frase, no Futuro do Conjuntivo, indicando um futuro possível, e deste modo concorda obrigatoriamente com o sujeito (os utentes) em número e pessoa. O verbo encontrar está no infinitivo não flexionado, pois serve de complemento nominal do verbo gostar e tem o mesmo sujeito ([Os utentes] gostariam de [os utentes] as encontrar.). Se por acaso o sujeito do verbo fosse diferente, o infinitivo deveria estar flexionado (ex.: Ele viu os utentes sujarem as mesas).



Como dizer correctamente: ...a área que mais lhe fascina ou ... a área que mais a fascina?
O verbo fascinar é tradicionalmente registado nos dicionários como transitivo directo, isto é, como um verbo que selecciona um complemento nominal obrigatório que não é introduzido por uma preposição (ex.: esta área fascinou o aluno), não sendo consideradas aceitáveis construções com um complemento indirecto, isto é, um complemento nominal obrigatório introduzido por uma preposição (ex.: *esta área fascinou ao aluno; o asterisco indica agramaticalidade). Quando há pronominalização dos complementos de terceira pessoa, o complemento directo corresponde aos pronomes pessoais o, a os, as e o complemento indirecto aos pronomes pessoais lhe, lhes. Assim, relativamente aos exemplos acima referidos, a pronominalização do complemento directo da frase esta área fascinou o aluno deve ser feita com o pronome o (esta área fascinou-o), pois trata-se de um complemento directo, e não com o pronome lhe (*esta área fascinou-lhe).

Em relação às frases apontadas na dúvida colocada, o caso é o mesmo. Deverá ser usada a construção a área que mais a fascina (equivalente a a área que mais fascina alguém) e não a construção *a área que mais lhe fascina (equivalente a *a área que mais fascina a alguém).

pub

Palavra do dia

mon·don·guei·ro mon·don·guei·ro
(mondongo + -eiro)
nome masculino

1. Pessoa que vende fressuras. = FRESSUREIRO

2. [Figurado]   [Figurado]  Pessoa que se ocupa em trabalhos sórdidos.

3. [Portugal: Beira, Trás-os-Montes]   [Portugal: Beira, Trás-os-Montes]  Indivíduo namorador e preguiçoso.


SinónimoSinônimo Geral: MUNDONGUEIRO

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2020, https://dicionario.priberam.org/portei [consultado em 26-11-2020]