PT
BR
Pesquisar
Definições



Pesquisa nas Definições por:

engatar

castanha | n. f.

Fruto do castanheiro....


comboio | n. m.

Conjunto de vagões ou carruagens engatadas umas nas outras e puxadas por uma locomotiva. (Equivalente no português do Brasil: trem.)...


reboque | n. m.

Acção de rebocar....


atrelado | adj. | n. m.

Que se atrelou....


engatatão | n. m.

Pessoa que faz muitas conquistas amorosas ou sexuais. (Equivalentes no português do Brasil: paquera, paquerador, xavequeiro.)...


engatador | adj. n. m.

Que ou aquele que engata....


almajarra | n. f.

Pau a que se engata o animal em nora ou atafona....


almanjarra | n. f.

Pau a que se engata o animal em nora ou atafona....


acoplar | v. tr. e pron.

Estabelecer(-se) junção ou engate de mecanismos para produzir trabalho....


atrelar | v. tr. | v. pron.

Prender com trela (ex.: atrelar o cão)....


baratinar | v. tr. e pron. | v. tr.

Causar ou sentir confusão....


engate | n. m.

Acto ou efeito de engatar....


paquerar | v. tr. e intr.

Tentar fazer conquista amorosa ou sexual. (Equivalente no português de Portugal: engatar.)...


aduela | n. f.

Lanço ou fiada interior das pedras de um arco ou de uma abóbada....



Dúvidas linguísticas



Minha dúvida é: Por que passei a vida estudando que o correto é falar para eu fazer, para eu comer, e etc., se a frase É fácil para mim estudar não está errada? Podem explicar essa última frase.
De facto, nos contextos exemplificados com duas orações na resposta para eu/para mim (ex.: isto é para eu fazer), deverá ser usado o pronome sujeito, pois na oração para eu fazer, o pronome desempenha essa função de sujeito. No caso do exemplo É fácil para mim estudar, o contexto é semelhante àquele referido na resposta pronomes pessoais rectos e oblíquos, em que o pronome não desempenha a função de sujeito, pois esta frase pode ser decomposta em Estudar [sujeito] é fácil [predicado] para mim [adjunto adverbial de interesse].



Enfim, hão-de haver outros candidatos. Está correcta?
A frase que refere está incorrecta, pois o verbo haver, no sentido de "existir", é impessoal, pelo que a frase correcta deverá ser Enfim, há-de haver outros candidatos.

Ver todas