Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

Pesquisa por "desastre" nas definições

desastrar | v. tr. e pron.
    Tornar vítima de desastre a....

refugiar | v. tr. | v. pron.
    Sair para um país estrangeiro por motivo de guerra, desastre natural, perseguição política, religiosa, étnica, etc....

baque | n. m.
    Desastre súbito....

cajão | n. m.
    Dano, desastre....

ruína | n. f.
    Acto ou efeito de ruir....

runa | n. f.
    Seiva de pinheiro....

ambulância | n. f.
    Material e pessoal que recolhe e trata os feridos (em campanha, desastres de comboio, incêndios, etc.)....

cataclismo | n. m.
    Revolução geológica que, alterando a superfície do globo, é causa de grandes desastres....

drama | n. m.
    Peça de teatro de um género misto entre a comédia e a tragédia....

fiasco | n. m.
    Resultado desastroso, desfavorável ou negativo de uma empresa ou tentativa....

homem | n. m. | adj. 2 g.
    Humanidade; espécie humana (ex.: desastres ambientais causados pelo homem; a guerra é própria do homem). (Também se escreve com maiúscula inicial.)...

rebate | n. m.
    Grito ou sinal com que se anuncia o aparecimento do inimigo ou um desastre....

vesúvio | n. m.
    Cataclismo, desastre....

catástrofe | n. f.
    Grande desgraça que atinge muitas pessoas....

derrota | n. f.
    Desastre, revés....

desastre | n. m.
    Desgraça imprevista e funesta....

Dúvidas linguísticas


Qual a diferença entre canhoto e esquerdino?
As palavras esquerdino e canhoto são sinónimas na acepção “que usa habitual ou preferencialmente a mão ou o pé esquerdo”.



Devemos colocar um hífen a seguir a "não" em palavras como "não-governamental"? "Não governamental" é igual a "não-governamental"? O novo Acordo Ortográfico de 1990 muda alguma coisa?
A utilização e o comportamento de não- como elemento prefixal seguido de hífen em casos semelhantes aos apresentados é possível e até muito usual e tem sido justificada por vários estudos sobre este assunto.

Este uso prefixal tem sido registado na tradição lexicográfica portuguesa e brasileira em dicionários e vocabulários em entradas com o elemento não- seguido de adjectivos, substantivos e verbos, mas como virtualmente qualquer palavra de uma destas classes poderia ser modificada pelo advérbio não, o registo de todas as formas possíveis seria impraticável e de muito pouca utilidade para o consulente.

O Acordo Ortográfico de 1990 não se pronuncia em nenhum momento sobre este elemento.

Em 2009, o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa (VOLP) da Academia Brasileira de Letras (ABL), sem qualquer explicação ou argumentação, decidiu excluir totalmente o uso do hífen neste caso, pelo que as ferramentas da Priberam para o português do Brasil reconhecerão apenas estas formas sem hífen. Sublinhe-se que esta é uma opção que decorre da publicação do VOLP e não da aplicação do Acordo Ortográfico.

Também sem qualquer explicação ou argumentação, os "Critérios de aplicação das normas ortográficas ao Vocabulário Ortográfico do Português"  [versão sem data ou número, consultada em 01-02-2011] do Vocabulário Ortográfico do Português (VOP), desenvolvido pelo Instituto de Linguística Teórica e Computacional (ILTEC), e adoptado pela Resolução do Conselho de Ministros n.º 8/2011 do governo português, aprovada em 9 de Dezembro de 2010 e publicada no Diário da República n.º 17, I Série, pág. 488, em tudo à semelhança do VOLP da ABL, afirmam excluir o uso do hífen nestes casos. A aplicar-se este critério, deve sublinhar-se que esta é uma opção que decorre da publicação do VOP e não da aplicação do Acordo Ortográfico. No entanto, a consulta das entradas do VOP [em 01-02-2011] permite encontrar formas como não-apoiado, não-eu, não-filho, o que implica o efectivo reconhecimento da produtividade deste elemento. Por este motivo, os correctores e o dicionário da Priberam para o português europeu reconhecerão formas com o elemento não- seguido de hífen (ex.: não-agressão, não-governamental). A este respeito, ver também os Critérios da Priberam relativamente ao Acordo Ortográfico de 1990.

Palavra do dia

que·ren·ci·ar que·ren·ci·ar


(querência + -ar)
verbo transitivo

Ter querença ou afeição a.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/Pesquisar/desastre [consultado em 18-09-2021]