Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

vário

váriovário | adj. | quant. exist. pron. indef. pl. | quant. exist. pl.
Será que queria dizer vario?
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

vá·ri·o vá·ri·o


(latim varius, -a, -um, de diferentes cores, variegado, mosqueado, variado, diverso, abundante, inconstante, incerto)
adjectivo
adjetivo

1. De cores ou matizes diversos. = MATIZADO, VARIEGADO

2. Cujas características apresentam diversidade. = DIVERSO, VARIADO, VARIEGADO

3. Alternado, revezado.

4. Que muda de opinião ou de ideias. = CAPRICHOSO, INCONSTANTE, VARIÁVEL, VOLÚVEL

5. Que hesita. = CONTRADITÓRIO, HESITANTE, INDECISO

6. Desvairado; delirante.

7. Buliçoso, desassossegado.


vários
quantificador existencial e pronome indefinido plural

8. Indica quantidade considerável. = DIVERSOS, MUITOS

9. Indica quantidade reduzida; certo número de. = DIVERSOS, ALGUNS

quantificador existencial plural

10. Indica quantidade de coisas diferentes (ex.: a questão incomodou várias sensibilidades políticas). = DIFERENTES, DIVERSOS

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "vário" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais

De eles a mim o vário campo ao vento, à brisa, Ou verde ou amarelo ou variegado, Ondula incertamente..

Em A RODA

determinantes da sua personalidade, a acuidade das manifestações do seu pensamento vário , objectivo e analítico e, ainda, quanto ao estilo peculiar da sua escrita literária..

Em A Quinta Lusitana

...Dorme, Dário Dromedário / Encosta a tua cabeça (bis) Sê tu uno ou sê vário / Conforme te

Em daniel abrunheiro

Vário , variei..

Em Estação Cronográfica

Pensai no pluri- vário da vida..

Em escrevinhices
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Ao consultar terebentina fui surpreendido com a variante terebintina. Qual é a soletração certa?
Ambas as grafias terebintina e terebentina são possíveis e estão registadas, por exemplo, no Grande Dicionário da Língua Portuguesa (12 vol., Porto: Amigos do Livro Editores, 1981) e no Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa (Lisboa: Academia das Ciências de Lisboa / Editorial Verbo, 2001).

A grafia terebintina está mais próxima do étimo latino (terebinthus = terebinto), razão pela qual alguns dicionários optaram pela sua inclusão em detrimento de terebentina, que está mais próxima do vocábulo francês (térébenthine). Pesquisas em corpora e em motores de busca na Internet revelam uma maior tendência dos falantes para o uso de terebintina, o que parece confirmar a opção dos dicionários.




A minha dúvida reside na utilização do verbo recepcionar e da palavra recepcionado. Estas palavras existem, ou por outro lado deve ser usada a frase "acusámos a recepção de"?
O verbo recepcionar surge em alguns dicionários de língua portuguesa com os sentidos “promover recepção, festa” (ex.: Gostavam de recepcionar em casa) e “acolher com deferência” (ex.: Foram recepcionar o presidente no aeroporto), como regista o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa (edição brasileira da Editora Objetiva, 2001; edição portuguesa do Círculo de Leitores, 2002).
Pesquisas em corpora e em motores de pesquisa da Internet revelam que o verbo recepcionar vem sendo também usado com os sentidos “acusar recepção de correspondência” (ex.: O funcionário perguntou se eu tinha recepcionado a carta registada) e “fazer recepção de bola” (ex.: O jogador recepcionou a bola e rematou).
Alguns gramáticos (e alguns falantes) insurgem-se contra estes novos usos do verbo recepcionar em detrimento de receber, admitindo apenas os dois primeiros sentidos mencionados acima, por se ligarem semanticamente a recepção (“reunião festiva”). Mas esse argumento é questionável, já que os novos usos também se ligam a recepção (“acto de receber”) e que o verbo receber também contempla os dois primeiros sentidos, como se pode ver pelas seguintes substituições: Gostavam de receber em casa; Foram receber o presidente no aeroporto; O funcionário perguntou se eu tinha recebido a carta registada; O jogador recebeu a bola e rematou. O que estas substituições demonstram é que tanto recepcionar quanto receber podem ser usados nestes contextos sem perda de informação, podendo por isso ser considerados sinónimos. Os mais puristas irão reclamar da intromissão destes novos sentidos de recepcionar, outros irão continuar a usá-los, produzindo assim material linguístico que será averbado pelos dicionários que descrevem a língua; a cada falante compete a escolha, consoante as suas preferências e sensibilidades linguísticas.

pub

Palavra do dia

si·na·lag·má·ti·co si·na·lag·má·ti·co


(grego sunallagmatikós, -ê, -ón, relativo a contrato)
adjectivo
adjetivo

[Jurídico, Jurisprudência]   [Jurídico, Jurisprudência]  Que liga mutuamente dois contraentes (ex.: contrato sinalagmático; relação sinalagmática). = BILATERAL

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/v%C3%A1rio [consultado em 23-05-2022]