Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

ripam

3ª pess. pl. pres. ind. de riparripar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

ri·par ri·par 1

- ConjugarConjugar

(ripa + -ar)
verbo transitivo

1. Gradear com ripas (ex.: mandou ripar a entrada da casa).

2. Pregar ripas em (ex.: riparam algumas partes do telhado).

3. Cortar ou serrar, formando ripas (ex.: é preciso ripar mais uma tábua).

4. Cortar, puxando e arrancando pequenos pedaços (ex.: ele ripou as folhas da alface e temperou a salada).

5. [Agricultura]   [Agricultura]  Separar a baganha do linho (ex.: ripavam o linho logo depois de colhido). = RIPANÇAR

6. [Agricultura]   [Agricultura]  Raspar ou limpar a terra com o ripanço (ex.: ainda falta ripar o quintal).

7. Colher folhas ou frutos passando a mão quase fechada ao longo dos ramos (ex.: ripar uvas).

8. Esticar uma porção de cabelo e penteá-la da ponta para a raiz, para criar um efeito de volume (ex.: evite ripar o cabelo muitas vezes).

9. [Antigo, Regional]   [Antigo, Portugal: Regionalismo]  Puxar ou arrancar os cabelos.

10. Desviar uma estrutura ou construção do alinhamento que tem, para lhe dar outro (ex.: por uma questão de segurança, os projectistas decidiram ripar o eixo da via).

11. [Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]  Bater, espancar.

12. [Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]  Falar mal de algo ou de alguém. = DESANCAR

13. [Brasil]   [Brasil]  Cortar cerce as crinas ao cavalo.

14. Furtar, surripiar, bifar.

verbo intransitivo

15. [Antigo]   [Antigo]  Deitar a mão, tirando com força.


ri·par ri·par 2

- ConjugarConjugar

(inglês [to] rip, rasgar, arrancar, dividir em partes)
verbo transitivo

[Informática]   [Informática]  Fazer cópia, geralmente ilegal, do conteúdo digital de um suporte electrónico para outro (ex.: ripar um CD para o computador).

pub

Parecidas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

", ou então colocam promos ou bloqueiam programas que ripam áudio como se uma net cheia de truques não estivesse em seeders a passar...

Em gildedbunker.blogs.sapo.pt

", ou então colocam promos ou bloqueiam programas que ripam áudio como se uma net cheia de truques não estivesse em seeders a passar...

Em ramramnarduarnarduar2010.blogs.sapo.pt

Para todos os que RIPam com muito pesar os mortos no facebook, Para os que acreditam que o Cesar

Em serendipidade

Para todos os que RIPam com muito pesar os mortos no facebook, Para os que acreditam que o Cesar

Em aostrintaeseis.blogs.sapo.pt

...porventura estende mais a canela ou o pé, todos os Joões Capelas deste mundo ripam do vermelho para o expulsar..

Em Pinceladas Gloriosas
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Venho por este meio para me tirarem uma dúvida que é a seguinte: Quando uma pessoa muda de uma região para a outra, mas dentro do próprio país, como se diz? Emigrar ou Imigrar? E quando uma pessoa vai para outro país para trabalhar e para viver?
Os verbos emigrar e imigrar têm em comum o significado de migrar, e apenas diferem no ponto de vista, isto é, emigrar é "sair, temporária ou definitivamente, do seu país ou região" e imigrar é "entrar e fixar-se, periódica ou definitivamente, num outro país ou região" (o mesmo se aplica aos respectivos derivados, como emigrante/imigrante, emigração/imigração). Esta diferença deve-se ao facto de o verbo emigrar conter, já em latim, um elemento e- ou ex-, que deriva da preposição latina ex e que indica "movimento para fora", da mesma forma que o verbo imigrar contém um elemento i- ou in-, que deriva da preposição latina in e que indica "movimento para dentro".

Assim, pode dizer-se, por exemplo, que um português que vai trabalhar para o estrangeiro emigra, relativamente a Portugal (ex.: o pai dele emigrou aos 17 anos; estava a pensar emigrar para a Austrália), e imigra, relativamente ao país de acolhimento (ex.: a família imigrou e já vive neste país há uma década); da mesma forma, um estrangeiro que veio trabalhar para Portugal é imigrante neste país (ex.: os imigrantes permitem rejuvenescer a população envelhecida) e emigrante no seu país de origem (ex.: todos os meses, o emigrante envia dinheiro à família).

Como foi dito acima, qualquer um destes verbos (e ainda o verbo migrar) pode ser usado tanto para uma acção de mudança de país como de região (ex.: abandonaram o cultivo dos campos e emigraram para a cidade; imigrara vinte anos antes, vindo dos Açores).




Qual das duas frases abaixo está correta: Viva as diferenças ou Vivam as diferenças?
Regra geral, o predicado deve concordar com o sujeito, pelo que a frase Vivam as diferenças está correcta. No caso da frase Viva as diferenças, ela é considerada correcta por alguns gramáticos (cf. Celso Cunha e Lindley Cintra, Nova Gramática do Português Contemporâneo, 14.ª ed., Lisboa, Edições João Sá da Costa, 1998, p. 466), que afirmam que a forma verbal do presente do conjuntivo viva adquiriu um valor de interjeição, pelo que a concordância com o sujeito deixou de ser obrigatória (esta justificação parece, no entanto, um pouco contraditória com o facto de as interjeições geralmente não se relacionarem sintacticamente com outros constituintes da oração).
pub

Palavra do dia

con·ge·ni·al con·ge·ni·al


(con- + genial)
adjectivo de dois géneros
adjetivo de dois géneros

1. Conforme ao génio ou à índole de alguém ou de alguma coisa (ex.: era a rebeldia congenial da adolescência). = INERENTE

2. Próprio por natureza; que vem desde o nascimento (ex.: sentimentos congeniais; virtude congenial). = CONATO, CONGÉNITO, INATO, INGÉNITO, NATO, NATURAL

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/ripam [consultado em 02-12-2021]