Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
proximidadeproximidade | s. f. | s. f. pl.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

pro·xi·mi·da·de |òssi| pro·xi·mi·da·de |òssi|
(latim proximitas, -atis)
nome feminino

1. Qualidade ou condição do que está próximo. = CONTIGUIDADE, VIZINHANÇA

2. Pequeno período de tempo a que está um acontecimento. = IMINÊNCIA

3. Aproximação social ou afectiva. = FAMILIARIDADE, INTIMIDADE


proximidades
nome feminino plural

4. Lugar próximo. = ARREDORES, CERCANIAS

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "proximidades" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


...para um dia ser de vossa utilidade. Gostaria de saber se na frase acima o emprego do pronome vossa é errado.
Se não analisarmos o contexto, não há nenhuma incorrecção no fragmento frásico que nos apresenta, pois o pronome pessoal vossa pode dizer respeito à segunda pessoa do plural (vós), inferindo-se que essa é a forma de tratamento utilizada (ex.: Aprendei [vós] esta lição, para um dia ser de vossa utilidade).

Deduzimos, no entanto, que a dúvida diz respeito à utilização do pronome de segunda pessoa vosso no contexto de um tratamento por vocês, que corresponde a uma terceira pessoa gramatical.

Esta utilização é muito comum e está a ser cada vez mais aceite, apesar de ser desaconselhada por alguns gramáticos, que aconselhariam o uso do pronome seu, sua no mesmo contexto (ex.: Aprendam [vocês] esta lição, para um dia ser de sua utilidade).

O Dicionário da Língua Portuguesa da Academia das Ciências de Lisboa, por exemplo, apesar de registar no verbete vosso que este pronome é usado no tratamento por vós e no tratamento por vocês observa que "no uso mais purista da língua, aconselha-se seu, sua em vez de vosso, vossa para o tratamento por vocês".




Qual a forma verbal correcta nestas duas frases: "Trata-se ou Tratam-se de pessoas que não sabem o que fazem"?
A frase correcta é Trata-se de pessoas que não sabem o que fazem.

Neste exemplo, o verbo tratar tem um sentido próximo de “ser”, sendo indissociável do clítico se e da preposição de. A construção tratar-se de funciona como um verbo impessoal, i.e., utiliza-se apenas na 3.ª pessoa do singular, dado que é usada em frases sem sujeito. A frase *Tratam-se de pessoas que não sabem o que fazem é agramatical (como indica o asterisco) porque o sintagma pessoas que não sabem o que fazem, com o qual o verbo concorda, é erradamente considerado o sujeito da frase.

A construção acima descrita não deve ser confundida com o predicado verbal da frase Eles tratam-se da doença numa clínica suíça. Neste caso, o verbo tratar é usado na acepção de “curar” e concorda com o sujeito da frase (Eles).

pub

Palavra do dia

sig·ma sig·ma
(grego sîgma, sígmatos)
nome masculino

1. Décima oitava letra do alfabeto grego (σ, ς, Σ), correspondente ao s do alfabeto latino.


sigma invertido
Sinal, em forma de sigma lunar maiúsculo invertido (Ͻ), usado para indicar que se deve inverter a ordem dos versos ou das palavras. = ANTI-SIGMA

sigma lunar
Forma simplificada (C, c) da letra sigma, encontrada a partir do século IV a.C.

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2020, https://dicionario.priberam.org/proximidades [consultado em 11-07-2020]