Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

rosa

rosarosa | n. f. | n. m. | adj. 2 g. 2 núm.
3ª pess. sing. pres. ind. de rosarrosar
2ª pess. sing. imp. de rosarrosar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

ro·sa |ó|ro·sa |ó|


(latim rosa, -ae)
nome feminino

1. [Botânica]   [Botânica]  Flor da roseira.Ver imagem

2. [Botânica]   [Botânica]  Arbusto da família das rosáceas. = ROSEIRA

3. Mancha circular e de cor avermelhada nas faces. = ROSÁCEA, ROSETA

4. [Arquitectura]   [Arquitetura]   [Arquitetura]  Pequeno ornato em forma de flor de roseira. = ROSÁCEA

5. [Arquitectura]   [Arquitetura]   [Arquitetura]  Vidraça circular de vidros coloridos que adorna as igrejas. = ROSÁCEA

6. [Encadernação]   [Encadernação]  Peça de latão com que os encadernadores douram os livros.

7. [Música]   [Música]  Abertura redonda do tampo de alguns instrumentos de cordas. = ROSÁCEA, ROSETA

8. Mulher formosa.

9. Ventura, alegria (ex.: a tua vida não será sempre de rosas). [Mais usado no plural.]

nome masculino

10. Cor vermelha muito clara. = COR-DE-ROSA

adjectivo de dois géneros e de dois números
adjetivo de dois géneros e de dois números

11. Que é dessa cor (ex.: comprou uns óculos rosa). = COR-DE-ROSA

Confrontar: roca.

ro·sar ro·sar

- ConjugarConjugar

verbo transitivo e pronominal

1. Dar ou tomar a cor da rosa.

verbo pronominal

2. Envergonhar-se.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "rosa" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

...loura-coiffeur de blusão sangue-de-boi, luz da azul cravejada a diamantes de plástico, sapatilhas cor-de- rosa , mamas murchas como

Em daniel abrunheiro

...deixar eu ser a única namoradinha do Didi, por ser meu vizinho na Casa rosa , no Malibu, em Orlando”, acrescentou..

Em Caderno B

: Jean Luiz Rosa Oliveira Santos (Jean Luiz) Posição: Meia Data de Nascimento: 01/09/2000 (21 anos) Clubes: São...

Em Caderno B

Rovena Rosa Agência Brasil Pesquisa feita pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas...

Em Caderno B

Lá onde viceja a rosa , Onde a leve mariposa Se espaneja à luz do sol;;

Em Geopedrados
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Qual é o diminutivo da palavra foto? Esse diminutivo é masculino ou feminino?
A adjunção de sufixos diminutivos não altera as propriedades morfossintácticas do derivante, que são herdadas pelo derivado. Assim, por exemplo, os sufixos -inho e -zinho alteram apenas a informação semântica (o juízo de valor que se faz sobre a forma de base a que se juntam), mantendo a mesma categoria sintáctica e o mesmo género do derivante: quando se associam a um adjectivo geram um adjectivo (moderno/a - moderninho/a - modernozinho/a), quando se associam a um nome geram um nome (papel - papelinho - papelzinho) e quando se associam a um advérbio geram um advérbio (devagar - devagarinho - devagarzinho).

Tradicionalmente, os sufixos -inho e -zinho são considerados o mesmo, sendo a consoante -z- encarada como um elemento de ligação, pelo que a forma -zinho é tida como uma variante de -inho. No entanto, o seu emprego é distinto, já que se associam a diferentes formas de base, o que faz deles mais do que meras variantes. O sufixo -inho associa-se a radicais, mantendo sempre a vogal da forma de base no caso de palavras de tema em -a ou -o (ex.: um livro - um livrinho; uma caneta - uma canetinha; um pijama - um pijaminha; uma tribo - uma tribinho) e, no caso de palavras de tema em -e ou de tema nulo, substituindo a vogal da forma de base por -a e por -o, consoante os valores de feminino e masculino, respectivamente, da palavra de base (ex.: um sabonete - um sabonetinho; uma semente - uma sementinha; um anel - um anelinho; uma espiral - uma espiralinha). O sufixo -zinho associa-se a palavras (e não a radicais), mantendo a vogal temática de acordo com o género da palavra de base (ex.: um livro - um livrozinho; uma caneta - uma canetazinha; um pijama - um pijamazinho; uma tribo - uma tribozinha; um sabonete - um sabonetezinho; uma semente - uma sementezinha; um anel - um anelzinho; uma espiral - uma espiralzinha). O mesmo é válido para os sufixos -ito e -zito.

Posto isto, o substantivo feminino foto (redução de fotografia) pode apresentar vários diminutivos, consoante os sufixos usados, sendo todos femininos: uma foto - uma fotinho, uma fotozinha, uma fotito, uma fotozita. Não há muitos substantivos femininos terminados em -o (para além de foto e tribo, a lista inclui expo (redução de exposição), imago, libido, moto, virago e pouco mais) e o seu uso no grau diminutivo não é dos mais frequentes, o que justifica as hesitações e, por vezes, as incorrecções de alguns falantes.




A minha dúvida é como se escreve correctamente esquece e comece, o c é com cedilha ou sem cedilha?
Como pode verificar no capítulo Sinais ortográficos da Gramática do Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, a cedilha apenas se coloca sob o c antes das vogais a, o ou u e nunca antes de e ou i. De acordo com esta regra, as formas correctas são esquece e comece.
pub

Palavra do dia

per·ca·li·na per·ca·li·na


(francês percaline)
nome feminino

Tecido de algodão, leve e lustroso, empregado sobretudo em forros e em encadernações de livros.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/rosa [consultado em 20-01-2022]