Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

co-

co-co- | pref.
coco | contr.
CoCo | símb.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

co- co-


(latim cum, com)
prefixo

Elemento com o sentido de companhia, concomitância, simultaneidade (ex.: coadjuvar, co-herdeiro).

Nota: quando possui o sentido de a par e o segundo elemento tem vida autónoma, é seguido de hífen (ex.: co-administração, co-administrador).

|có|co |có|co |có|


(ca + o)
contracção
contração

[Arcaico]   [Arcaico]  Contracção da conjunção arcaica ca com o artigo ou pronome o.


• Grafia alterada pelo Acordo Ortográfico de 1990: co.
• Grafia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990: .


• Grafia no Brasil: co.

• Grafia em Portugal: .

Co Co


símbolo

[Química]   [Química]  Símbolo químico do cobalto.


Ver também resposta à dúvida: plural de siglas, acrónimos, abreviaturas e símbolos.
pub

Parecidas

Esta palavra em blogues

Ver mais

comitê não conseguiu garantir dinheiro suficiente para localizar o avião. A companhia aérea foi segurada pela Aviation Insurance Co ., um representante do Lloyd's de Londres . A cobertura incluiu responsabilidade da aeronave, danos à propriedade, lesões corporais aos passageiros e danos à propriedade dos

Em NOTÍCIAS SOBRE AVIAÇÃO AVIATION NEWS

não podem ser visitadas devido à exalação de CO 2, porque a emissão desse gás, pela respiração, pode desfazer a pintura. Lascaux II Perante os indícios de deterioração das pinturas, surgidos a partir dos anos 50, originados principalmente pelo gás carbónico da respiração dos visitantes, em 1963, foi

Em Geopedrados

tivesse de expulsar de forma ime- diata o que acabo de ver ou de ler. Co - mo se o rosto do monstro fosse tóxico, infecto, substância contaminante que não pode permanecer no meu organis- mo, pois me fará adoecer. Um câncer, no fim das contas. Um câncer em me- tástase no corpo e na mente de um país. Mente e

Em blog0news

aos ataques. Na piscina sul do Memorial Nacional do 11 de setembro à homenagem às vítimas do voo 93 Em 9 de agosto de 2007, uma parte da US 219 em Somerset County, perto do Flight 93 National Memorial, foi co -assinada como Flight 93 Memorial Highway. No National September 11 Memorial, os nomes das

Em NOTÍCIAS SOBRE AVIAÇÃO AVIATION NEWS

, começou a funcionar esta quarta-feira e, segundo os especialistas, pode vir a desempenhar um papel importante na redução dos gases de efeito de estufa que estão a aquecer o nosso planeta. A instalação, chamada Orca e cujo principal objetivo é extrair dióxido de carbono ( CO 2) do ar, é a maior do mundo no

Em VISEU, terra de Viriato.
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Estou estudando verbos, mas aprendi que existem 3 modos verbais; aqui neste site, vi que tem mais que três. Ainda não conhecia o que está aqui neste site. Por favor, gostaria que me explicasse. O que eu conheço são os modos no indicativo, subjuntivo e o imperativo.
Tal como é afirmado na Gramática Priberam, no capítulo sobre os Modos dos Verbos, são geralmente considerados pelos gramáticos três modos verbais: o indicativo (ex.: ele foi a São Paulo), o conjuntivo ou subjuntivo (ex.: talvez haja boas notícias) e o imperativo (ex.: come a sopa!). Há, no entanto, autores que referem que o condicional ou futuro do pretérito, o futuro do indicativo e o infinitivo podem também eles apresentar valores modais em certos contextos.

A divisão patente na conjugação dos verbos do Dicionário Priberam e no conjugador do FLiP apresenta uma categorização mista entre modos, tempos e formas nominais do verbo. Iremos, no entanto, repensar esta categorização para que os nossos usuários não sejam induzidos em erro.




Nas frases que se seguem estará correcta a repetição da preposição por? 1. O acordo foi assinado pelo ministro português da Agricultura e pelo seu homólogo angolano. 2. A decisão para apoiar uma candidatura comum foi igualmente aprovada pelas organizações regionais africanas, pela União Africana, pelo Conselho dos Assuntos Económicos e Sociais e pela maior parte dos governos africanos.
Nas frases referidas, a preposição por está correctamente utilizada, pois trata-se de construções passivas (foi assinado e foi aprovada são formas do pretérito perfeito de assinar e aprovar, na voz passiva). Os sintagmas introduzidos pela preposição por (nas formas pelo, pelas ou pela, resultantes da contracção com os artigos o, as ou a) correspondem ao agente da passiva. Nos exemplos acima, este agente da passiva é complexo, isto é, é constituído por duas ou mais partes coordenadas pela conjunção e:

1. O acordo foi assinado pelo ministro português da Agricultura e pelo seu homólogo angolano.
2. A decisão para apoiar uma candidatura comum foi igualmente aprovada pelas organizações regionais africanas, pela União Africana, pelo Conselho dos Assuntos Económicos e Sociais e pela maior parte dos governos africanos.

Nestes casos, a omissão da preposição pode gerar dificuldades de interpretação ou mesmo agramaticalidade.

pub

Palavra do dia

war·fa·ri·na war·fa·ri·na


(inglês warfarin, de W[isconsin] A[lumni] R[esearch] F[oundation], sociónimo + [cum]arin, cumarina)
nome feminino

[Química]   [Química]  Substância (C19H16O4) usada como anticoagulante na prevenção de tromboses e na composição de raticidas. = VARFARINA

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/co- [consultado em 24-09-2021]