Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

coa

coacoa | contr.
côacoacôacoa | n. f.
côacoacôacoa | n. f.
Será que queria dizer côa?
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

co·a co·a


(com + a, feminino de o)
contracção
contração

Contracção da preposição com e do artigo ou pronome a.

Plural: coas.Plural: coas.

cô·a |ô|co·a |ô|cô·a |ô|co·a |ô|1


(derivação regressiva de coar)
nome feminino

1. Acção de coar. = COAÇÃO

2. Porção de líquido coado.

3. [Brasil]   [Brasil]  Nata que coalha à superfície do leite tépido ou quente.

4. Erário.

5. Grande riqueza.


• Grafia alterada pelo Acordo Ortográfico de 1990: coa.
• Grafia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990: côa.


• Grafia alterada pelo Acordo Ortográfico de 1990: coa.
• Grafia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990: côa


cô·a |ô|co·a |ô|cô·a |ô|co·a |ô|2


(latim coda, -ae, cauda, rabo)
nome feminino

1. [Antigo]   [Antigo]  Cauda.

2. [Regionalismo]   [Regionalismo]   [Pesca]   [Pesca]  Cabo para ligar redes de pesca.


à côa
[Regionalismo]   [Regionalismo]  Grito para avisar da presença de lobos.


• Grafia alterada pelo Acordo Ortográfico de 1990: coa.
• Grafia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990: côa.


• Grafia alterada pelo Acordo Ortográfico de 1990: coa.
• Grafia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990: côa

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "coa" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

...polaco Zawadowski, a quen por ser bazuncho e comedor alcumabamos Fabadowski, que, un día, coa fachenda dos orates, me dixo tras un exame de Lingua Española que escribira dezasete...

Em fragmentos da galaxia

Virá de Foz Côa e do Sabugal??

Em sol da guarda

...boa medida alimentada polo exitoso spot televisivo dun coñecido utilitario dirixido aos mozos, que, coa adquisición do cacharro en cuestión, testemuñaban, claro está, o ben preparados que estaban..

Em fragmentos da galaxia

...Leão e de Galiza', era reconhecida a posse portuguesa das chamadas terras de Riba- Côa , que compreendiam as seguintes

Em Geopedrados

Riba- Côa a 20 de dezembro, tomando a Covilhã e a Guarda e devastando o termo...

Em Geopedrados
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Deve-se escrever colete em seda vermelha ou colete em seda vermelho?
As duas possibilidades estão correctas; na primeira o adjectivo vermelho qualifica e concorda com o substantivo feminino seda, enquanto na segunda qualifica e concorda com o substantivo masculino colete.



Surgiu uma dúvida sobre a escrita correta: nenhuma - está correto - e nem uma - é correto também ou não se usa?

Ambas as grafias, nenhuma e nem uma, estão correctas; os seus usos e funções é que são distintos.

A palavra nenhuma pode funcionar como determinante (i.e., antes de um nome) ou como pronome (i.e., em vez de um nome) indefinido, indicando negação (1)-(2), ausência (3)-(4) ou reforço de negação (5)-(6). As frases dos números ímpares correspondem a exemplos de nenhuma como determinante, as dos números pares correspondem a exemplos de nenhuma como pronome:
(1) Nenhuma pedra será removida.
(2) Juntou várias pedras mas nenhuma foi removida.

(3) Nenhuma sócia compareceu à festa.
(4) Convidou várias pessoas mas nenhuma compareceu à festa.

(5) Não tenho nenhuma vontade de sair hoje à noite.
(6) Experimentou várias blusas, mas não gostou de nenhuma.

Ainda em posição pré-nominal, e ligada à partícula de negação não, nenhuma pode ser equivalente ao indefinido uma:
(7) Ela não é nenhuma especialista na matéria, mas sabe o que diz.

Note-se que nas frases (1) e (3) nenhuma pode ser substituída por nem uma sem perda de sentido, contrariamente ao que sucede com a frase (5), que gera uma frase agramatical (5a):
(1a) Nem uma pedra será removida.
(3a) Nem uma das sócias compareceu à festa.
(5a) *Não tenho nem uma vontade de sair.

A palavra nenhuma, em posição pós-nominal, tem ainda uma função adjectival, reforçando a negação (5b). Neste contexto, nenhuma nunca pode ser substituída por nem uma, uma vez que tal substituição produz frases agramaticais como (5c):
(5b) Não tenho vontade nenhuma de sair.
(5c) *Não tenho vontade nem uma de sair.

A expressão nem uma pode também significar “nem mesmo uma”:
(8) Nem uma escavadora conseguiria remover esta pedra!

A frase de (8) significa que nem sequer uma escavadora conseguiria remover a pedra. Se nenhuma fosse utilizada em (8), o sentido seria outro: escavadora alguma conseguiria remover a pedra.


pub

Palavra do dia

so·pi·tar so·pi·tar

- ConjugarConjugar

(latim vulgar *sopitare, do latim sopitus, -a, -um, particípio passado de sopio, -ire, adormecer, entorpecer, extinguir)
verbo transitivo

1. Fazer dormir; provocar sono ou dormência em. = ADORMECER, ADORMENTAR, SOPORIZAR

2. Tornar mais calmo, mais suave ou menos intenso (ex.: conseguiu sopitar a ira que sentia). = ABRANDAR, ACALMAR, SUAVIZARINTENSIFICAR

3. Não deixar que algo se manifeste (ex.: sopitar uma revolta). = REFREAR, REPRIMIR

4. Quebrar as forças. = ABATER, DEBILITAR, ENFRAQUECERFORTALECER

5. Embalar com promessas ou com esperanças.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/coa [consultado em 22-10-2021]