Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

cão

cãocão | adj.
cãocão | n. m.
cãocão | n. m.
cãocão | n. m.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

cão cão 2


(latim canus, -a, -um)
adjectivo
adjetivo

[Antigo]   [Antigo]  Que tem cabelos brancos.

Feminino: cã. Plural: cãos.Feminino: cã. Plural: cãos.

cão cão 4


(turco han, título de chefe)
nome masculino

[Antigo]   [Antigo]  Príncipe ou senhor oriental.


cão cão 3


(persa khán, estalagem)
nome masculino

[Antigo]   [Antigo]  Mercado ou estalagem no Oriente.


cão cão 1


(latim canis, -is)
nome masculino

1. [Zoologia]   [Zoologia]  Mamífero (Canis lupus familiaris) quadrúpede carnívoro digitígrado e doméstico.Ver imagem

2. [Zoologia]   [Zoologia]  Qualquer mamífero da família dos canídeos.

3. [Armamento]   [Armamento]  Peça de percussão nas armas de fogo portáteis.

4. Cada um dos dois ferros que ladeiam o lume na chaminé.

5. Pedra de ressalte nas paredes para suster balcões, etc.

6. Peça de madeira que vem da calha à mó do moinho.

7. [Informal]   [Informal]  Indivíduo desprezível.

8. [Informal]   [Informal]  Indivíduo muito severo.

9. [Informal]   [Informal]  Diabo.

10. [Popular]   [Popular]  Dívida que não foi paga por falta de vontade ou por má-fé. = CALOTE

11. [Antigo]   [Antigo]   [Armamento]   [Armamento]  Certa peça de artilharia.


cão chupando manga
[Brasil, Informal, Depreciativo]   [Brasil, Informal, Depreciativo]  Algo ou alguém extremamente feio, horrendo (ex.: depois da cirurgia plástica ficou pior do que cão chupando manga).

[Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]  Alguém muito mau ou muito zangado (ex.: o cara vira um cão chupando manga quando é acordado).

[Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]  Algo difícil de realizar (ex.: a cola é boa mas depois é o cão chupando manga para remover dos dedos).

cão de fila
O mesmo que cão de guarda.

[Informal]   [Informal]  Pessoa que defende algo ou alguém de maneira servil.

cão de guarda
Cão, geralmente agressivo e de grande porte, que se destina à protecção de pessoas e bens. = CÃO DE FILA

cão e gato
[Informal]   [Informal]  Duas pessoas que estão em conflito permanente (ex.: eles são cão e gato).

de cão
[Informal]   [Informal]  Muito difícil de suportar (ex.: foi um dia de cão).

Plural: cães.Plural: cães.
pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "cão" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

, intervenientes abaixo de cão "autores" sabe-se lá de onde, ex-subsecretários de estado da defesa, duas famigeradas criaturas que...

Em Abencerragem

...tóricos líderes que foram perseguidos pe - la ditadura e lutaram pela redemocratiza - ção ??

Em blog0news

O Marley é mais um caso de um cão abandonado, atirado para dentro do nosso abrigo..

Em Animais do Cantinho dos Animais de Évora

Afagava maternalmente um cão que corria ao seu encontro..

Em O SÍTIO DO POEMA

saiu com o cão naquele dia, e o desespero dizia-lhe que tinha de ser diferente, o bicho não...

Em Inatingivel
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Quando uma carta formal é iniciada por "Eu...", deve de ter o título? "Eu, Dr. João..." ou "Eu, D. Ana..."? No caso de ser Dona, como é a abreviatura? E no caso de ser Dom?
Não há nenhuma norma linguística que impeça a indicação do título do sujeito de um texto formal, como no caso de editais, testamentos ou declarações. No entanto, é mais comum surgir apenas a indicação do nome do sujeito, sem o título, talvez por ser menos ostentatório. A abreviatura de dom ou dona é D. (ex.: D. José, D. Mariana).



Como é que se conjuga o verbo ser: Não SOU eu quem autoriza ou Não É eu quem autoriza? Não SOU eu que autorizo ou Não É eu que autorizo?
As frases referidas contêm duas orações, uma subordinante (não sou eu), cujo sujeito é o pronome eu, e uma subordinada completiva substantiva (quem autoriza ou que autorizo), que desempenha a função de predicativo do sujeito da oração subordinante. Assim, se colocarmos os constituintes da primeira oração na ordem sujeito-verbo-predicativo do sujeito é mais fácil visualizar a estrutura que explica que o verbo ser deve concordar com o pronome eu (eu não sou [quem autoriza ou que autorizo]). A oração subordinada (quem autoriza ou que autorizo), quando construída com o pronome relativo quem obriga a que o verbo autorizar concorde com este pronome em género e número, correspondendo à terceira pessoa do singular; quando a oração subordinada se constrói com o pronome relativo que, o verbo autorizar deve estar na primeira pessoa do singular, pois o sujeito deste verbo é o pronome que, o qual, ao contrário do pronome quem, concorda obrigatoriamente com o antecedente nominal ou pronominal existente na oração anterior, no caso, o pronome eu.
pub

Palavra do dia

sal·-ge·ma |ê|sal·-ge·ma |ê|


nome masculino

[Mineralogia]   [Mineralogia]  Sal comum fossilizado, extraído de depósitos naturais (ex.: mina de sal-gema). = HALITE

Plural: sais-gema ou sais-gemas.Plural: sais-gema ou sais-gemas.
pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/c%C3%A3o [consultado em 27-06-2022]