PT
BR
Pesquisar
Definições



Pesquisa nas Definições por:

tráfego

pedagiado | adj.

Que tem pedágio (ex.: rodovia pedagiada; tráfego pedagiado)....


congestão | n. f.

Acumulação excessiva (ex.: congestão do tráfego)....


rush | n. m.

Grande afluência de tráfego (ex.: esta é a hora do rush)....


sinaleiro | n. m.

Guarda de trânsito que, por meio de gestos, comanda o fluxo do tráfego nos cruzamentos....


Acto ou efeito de pedonalizar, de fazer uma via pública ou parte dela exclusiva à circulação de peões, impedindo o tráfego motorizado (ex.: pedonalização do tabuleiro inferior da ponte)....


tráfego | n. m.

Tráfico, negócio, comércio, trato mercantil....


aquaviário | adj. | n. m.

Relativo a aquavia (ex.: tráfego aquaviário)....


semáforo | n. m.

Dispositivo provido de sinalização luminosa, automática, que serve para regular o tráfego nas ruas das cidades e nas estradas....


torre | n. f.

Estrutura elevada e com alta visibilidade, que permite controlar o tráfego aeroportuário ou portuário....


atrafegar | v. pron.

Meter-se em muitos negócios....


pedonalizar | v. tr.

Tornar uma via pública ou parte dela em área de circulação exclusiva para peões, sem tráfego motorizado (ex.: a proposta visa pedonalizar o centro histórico da cidade)....


trafegar | v. tr. e intr. | v. tr. | v. intr.

Fazer tráfego ou tráfico de algo....


plurimodal | adj. 2 g.

Que apresenta vários modos ou vários aspectos (ex.: tráfego plurimodal)....


farol | n. m.

Dispositivo provido de sinalização luminosa, automática, que serve para regular o tráfego nas ruas das cidades e nas estradas....


sinal | n. m. | n. m. pl.

Dispositivo provido de sinalização luminosa, automática, que serve para regular o tráfego nas ruas das cidades e nas estradas....


hora | n. f. | n. f. pl.

Período de maior tráfego....


sinaleira | n. f.

Dispositivo provido de sinalização luminosa, automática, que serve para regular o tráfego nas ruas das cidades e nas estradas....



Dúvidas linguísticas



Peço auxílio para a composição de palavras com prefixos gregos e latinos. Quando são em justaposição e quando são em aglutinação? Minha dúvida neste momento é com a palavra intra + esclerótico.
A existência ou não de hífen depois de prefixos gregos e latinos é difícil de sistematizar em poucas linhas, pois isso difere consoante os prefixos (há até divergências ligeiras entre a norma europeia e a norma brasileira do português, por serem diferentes as obras de maior referência neste aspecto).

No caso de intra- (este caso aplica-se também aos prefixos contra-, extra-, infra-, supra- e ultra-), de acordo com a Base XXIX do Acordo Ortográfico de 1945, deve usar-se hífen antes de palavras iniciadas por vogal (ex.: intra-arterial, intra-ocular), h (ex.: intra-hepático), r (ex.: intra-raquidiano) ou s (ex.: intra-sinovial). Assim sendo, deve escrever-se intra-esclerótico segundo o Acordo Ortográfico de 1945, para o português de Portugal, ou o Formulário Ortográfico de 1943, para o português do Brasil.

Com a aplicação do Acordo Ortográfico de 1990, e segundo a Base XVI, o prefixo intra- (assim como todos os prefixos ou elementos prefixais com o mesmo contexto ortográfico, isto é, terminados na letra a) deve aglutinar-se sempre com o elemento seguinte (ex.: intraocular), excepto se este começar por a (ex.: intra-arterial) ou h (ex.: intra-hepático). No caso de o elemento seguinte começar por r ou s, essas consoantes devem ser dobradas (ex.: intrarraquidiano, intrassinovial). Assim sendo, deve escrever-se intraesclerótico segundo o Acordo Ortográfico de 1990.




Tenho dúvidas quanto à sintaxe da palavra aquando. Deve escrever-se aquando a guerra ou aquando da guerra?
A palavra aquando tem uso quase exclusivo na locução prepositiva aquando de (ex.: contraiu a doença aquando de uma viagem). Menos frequentemente, pode surgir como sinónimo de quando como conjunção temporal (ex.: a guerra começou aquando houve a invasão) ou advérbio interrogativo (ex.: aquando começou a guerra?). Por este motivo, deverá escrever aquando da guerra.

Ver todas