Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

roscado

roscadoroscado | adj.
masc. sing. part. pass. de roscarroscar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

roscado roscado


adjectivo
adjetivo

(A definição desta palavra irá estar disponível brevemente. Envie comentários ou sugestões para dicionario@priberam.pt)

ros·car ros·car

- ConjugarConjugar

(rosca + -ar)
verbo transitivo

1. Fazer roscas em. = ROSQUEAR

2. Fixar com roscas ou parafusos. = APARAFUSAR, PARAFUSAR

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "roscado" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

, aconselhando-se a que fiquem sensivelmente a meio do veio roscado , sendo os ajustes feitos numa fase posterior..

Em Ver

...por medição, com a regulação a ser efectuada através das porcas sobre o eixo roscado ..

Em Ver

Para que a fricção de um pipo roscado no buraco do aro não o danifique a ponto de perder a estanquicidade..

Em Pedalices

furos desta como guia e colocar um rebite roscado nos furos feitos no guarda lamas, o que permite uma muito melhor fixação e...

Em Ver

Benny e os ratos de rabo roscado 35..

Em desenhosanimados-anos90.blogs.sapo.pt
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Venho por este meio para me tirarem uma dúvida que é a seguinte: Quando uma pessoa muda de uma região para a outra, mas dentro do próprio país, como se diz? Emigrar ou Imigrar? E quando uma pessoa vai para outro país para trabalhar e para viver?
Os verbos emigrar e imigrar têm em comum o significado de migrar, e apenas diferem no ponto de vista, isto é, emigrar é "sair, temporária ou definitivamente, do seu país ou região" e imigrar é "entrar e fixar-se, periódica ou definitivamente, num outro país ou região" (o mesmo se aplica aos respectivos derivados, como emigrante/imigrante, emigração/imigração). Esta diferença deve-se ao facto de o verbo emigrar conter, já em latim, um elemento e- ou ex-, que deriva da preposição latina ex e que indica "movimento para fora", da mesma forma que o verbo imigrar contém um elemento i- ou in-, que deriva da preposição latina in e que indica "movimento para dentro".

Assim, pode dizer-se, por exemplo, que um português que vai trabalhar para o estrangeiro emigra, relativamente a Portugal (ex.: o pai dele emigrou aos 17 anos; estava a pensar emigrar para a Austrália), e imigra, relativamente ao país de acolhimento (ex.: a família imigrou e já vive neste país há uma década); da mesma forma, um estrangeiro que veio trabalhar para Portugal é imigrante neste país (ex.: os imigrantes permitem rejuvenescer a população envelhecida) e emigrante no seu país de origem (ex.: todos os meses, o emigrante envia dinheiro à família).

Como foi dito acima, qualquer um destes verbos (e ainda o verbo migrar) pode ser usado tanto para uma acção de mudança de país como de região (ex.: abandonaram o cultivo dos campos e emigraram para a cidade; imigrara vinte anos antes, vindo dos Açores).




Os pronomes pessoais átonos podem ocorrer em início de frase?
Como se pode ler na resposta posição dos clíticos, a colocação dos pronomes átonos apresenta alguns aspectos divergentes entre a norma europeia e a norma brasileira do português. Assim, em Portugal, o pronome átono é colocado geralmente em posição enclítica, após o verbo (ex.: ele ofereceu-me um livro), enquanto no Brasil a posição proclítica, antes do verbo, é mais comum (ex.: ele me ofereceu um livro). Se omitirmos os sujeitos dos exemplos mencionados obtemos, no português do Brasil, uma frase que tem aceitação generalizada na linguagem coloquial (Me ofereceu um livro), resultado da tendência acentuada do uso da próclise, não sendo no entanto aceite pela norma culta, sobretudo na escrita, onde imperam regras fixas menos permissivas.
pub

Palavra do dia

con·ge·ni·al con·ge·ni·al


(con- + genial)
adjectivo de dois géneros
adjetivo de dois géneros

1. Conforme ao génio ou à índole de alguém ou de alguma coisa (ex.: era a rebeldia congenial da adolescência). = INERENTE

2. Próprio por natureza; que vem desde o nascimento (ex.: sentimentos congeniais; virtude congenial). = CONATO, CONGÉNITO, INATO, INGÉNITO, NATO, NATURAL

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/roscado [consultado em 02-12-2021]