PT
BR
Pesquisar
Definições



rodado

A forma rodadopode ser [masculino singular particípio passado de rodarrodar], [adjectivoadjetivo] ou [nome masculino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
rodadorodado
( ro·da·do

ro·da·do

)


adjectivoadjetivo

1. Que tem roda; que tem vestígios de rodas.

2. Que sofreu o suplício da roda.

3. Decorrido.

4. Dizia-se do cavalo que tem pequenas malhas arredondadas.

5. Rasourado.


nome masculino

6. Roda de um vestido.

7. Conjunto das rodas de um carro.

8. Conjunto de sinais que as rodas de um veículo deixam no solo.

etimologiaOrigem etimológica:particípio de rodar.
rodar1rodar1
( ro·dar

ro·dar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo

1. Fazer andar à roda.

2. Rodear.

3. Percorrer.

4. Juntar com o rodo.

5. Aplicar o suplício da roda a.

6. [Brasil] [Brasil] Navegar na direcção da corrente.

7. [Brasil] [Brasil] [Informática] [Informática] Processar comandos de um programa ou operações de um algoritmo (ex.: rodar rotinas; rodar uma aplicação). [Equivalente no português de Portugal: correr.] = EXECUTAR


verbo intransitivo

8. Andar em roda de um eixo ou centro.

9. Mover-se sobre rodas.

10. Andar de carro.

11. Cair, rolando.

12. [Brasil] [Brasil] Chapar-se (o cavalo com o cavaleiro, indo a galope).

13. [Brasil, Informal] [Brasil, Informal] Sair à força; sair estonteado.


nome masculino

14. Ruído de um carro ou de outro objecto que vai rodando; andamento.

etimologiaOrigem etimológica:latim rodo, -are.
rodar2rodar2
( ro·dar

ro·dar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo e intransitivo

Juntar ou trabalhar com o rodo (ex.: rodar os cereais; na salina, o marnoto estava a rodar).

etimologiaOrigem etimológica:latim rodo, -are.

Auxiliares de tradução

Traduzir "rodado" para: Espanhol Francês Inglês

Anagramas



Dúvidas linguísticas



Gostaria de saber qual a forma correcta: 1) deve realçar-se que o tema... ou 2) deve-se realçar que o tema...
Para resposta à dúvida colocada, por favor consulte outra dúvida respondida sobre o mesmo assunto em posição dos clíticos em locuções verbais. Nos exemplos referidos, o verbo dever forma com o verbo realçar uma locução verbal e tem um comportamento que se aproxima do de um verbo auxiliar. Por este motivo, o clítico se poderá ser colocado depois do verbo principal (ex.: deve realçar-se), do qual depende semanticamente, ou a seguir ao verbo auxiliar (ex.: deve-se realçar). É de realçar que a posição mais consensual (e aconselhada por vários gramáticos) é a primeira, isto é, depois do verbo principal.



Numa frase: o fulano leva-nos o dinheiro todo. Eu quero abreviar: o fulano leva-no-lo todo. Será correcto?
Como poderá constatar na Gramática do Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, na secção Pronomes, o pronome clítico de complemento directo de terceira pessoa masculino é o, sendo que, quando é antecedido de uma forma verbal ou de outro clítico terminado em s, se lhe acrescenta um l (ex.: leva-nos o dinheiro = leva-no-lo; comprou-vos o terreno = comprou-vo-lo; chamámos o professor = chamámo-lo). A mesma regra se aplica, obviamente, em caso de flexão do pronome clítico em questão (ex.: leva-nos as malas = leva-no-las; comprou-vos a casa = comprou-vo-la; chamámos os professores = chamámo-los).