Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

rodada

rodadarodada | n. f.
fem. sing. part. pass. de rodarrodar
fem. sing. de rodadorodado
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

ro·da·da ro·da·da


(feminino de rodado)
nome feminino

1. Movimento completo de uma roda.

2. [Brasil]   [Brasil]  Queda do cavalo para a frente, quando vai a trote ou a galope.

3. Descida de rio, na pesca em canoa.

4. Acto de receber mal ou escorraçar alguém.

5. Cada uma das vezes que se serve bebida a um grupo de pessoas.

6. Conjunto das partidas ou dos jogos de um torneio, geralmente marcados para o mesmo dia.

7. [Desporto]   [Esporte]  Exercício de ginástica semelhante à roda, que consiste num deslocamento lateral e circular do corpo, passando as pernas afastadas por cima do tronco apoiado nos dois braços, mas que termina com as duas pernas unidas ao mesmo tempo no solo.


ro·dar ro·dar 1

- ConjugarConjugar

(latim rodo, -are)
verbo transitivo

1. Fazer andar à roda.

2. Rodear.

3. Percorrer.

4. Juntar com o rodo.

5. Aplicar o suplício da roda a.

6. [Brasil]   [Brasil]  Navegar na direcção da corrente.

7. [Brasil]   [Brasil]   [Informática]   [Informática]  Processar comandos de um programa ou operações de um algoritmo (ex.: rodar rotinas; rodar uma aplicação). [Equivalente no português de Portugal: correr.] = EXECUTAR

verbo intransitivo

8. Andar em roda de um eixo ou centro.

9. Mover-se sobre rodas.

10. Andar de carro.

11. Cair, rolando.

12. [Brasil]   [Brasil]  Chapar-se (o cavalo com o cavaleiro, indo a galope).

13. [Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]  Sair à força; sair estonteado.

nome masculino

14. Ruído de um carro ou de outro objecto que vai rodando; andamento.


ro·dar ro·dar 2

- ConjugarConjugar

(latim rodo, -are)
verbo transitivo e intransitivo

Juntar ou trabalhar com o rodo (ex.: rodar os cereais; na salina, o marnoto estava a rodar).


ro·da·do ro·da·do


(particípio de rodar)
adjectivo
adjetivo

1. Que tem roda; que tem vestígios de rodas.

2. Que sofreu o suplício da roda.

3. Decorrido.

4. Dizia-se do cavalo que tem pequenas malhas arredondadas.

5. Rasourado.

nome masculino

6. Roda de um vestido.

7. Conjunto das rodas de um carro.

8. Conjunto de sinais que as rodas de um veículo deixam no solo.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "rodada" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Dúvidas linguísticas


Gostaria que me esclarecessem acerca da leitura da palavra austero. Na 2ª sílaba dever-se-á ler como uma vogal aberta ou fechada? Ainda que a palavra em questão não contenha qualquer acento, qual a forma de leitura: áustero ou austéro?
O adjectivo austero é uma palavra grave, isto é, tem o acento de intensidade na penúltima sílaba (austero) e a pronúncia da vogal desta sílaba deverá ser e aberto (idêntico ao e da palavra ). Se esta palavra fosse esdrúxula, isto é, acentuada na antepenúltima sílaba, teria de apresentar acento gráfico (*áustero; o asterisco indica incorrecção ortográfica), como todas as palavras esdrúxulas do português (ex.: antídoto, cálice, cómico, técnico, telúrico).



Como deve ser pronunciada a palavra parece como na frase Ele parece estar cansado. Já ouvi a pronúncia aberta e também a fechada na segunda sílaba. Também a palavra interesse, como no caso Tenho interesse no assunto, coloca dúvidas.
A questão diz respeito à qualidade da última vogal do radical do verbo (ex.: parecer) na terceira pessoa do presente do indicativo. No caso em apreço, não se trata de uma característica pontual do verbo parecer, mas do sistema verbal da segunda conjugação (a dos verbos em -er, a que pertence o verbo parecer).

Nesta conjugação, quando as formas verbais são rizotónicas (isto é, com acento tónico na última vogal do radical; ex.: parece, pareça) e a última vogal do radical é e (ex.: parecer, meter) ou o (ex.: comer, socorrer), o padrão fonético mais geral (com várias excepções) é:
a) ter a última vogal do radical fechada (isto é, com o som ê ou ô, respectivamente) na primeira pessoa do singular do presente do indicativo (ex.: eu pareço, eu socorro), no presente do conjuntivo (ex.: que eu pareça, que eles socorram) e na terceira pessoa do imperativo (ex.: socorram aquele homem).
b) ter a última vogal do radical aberta (isto é, com o som é ou ó, respectivamente) na segunda e terceira pessoas do singular e na terceira pessoa do plural do presente do indicativo (ex.: tu pareces, eles socorrem) e na segunda pessoa do singular do imperativo (ex.: socorre aquele homem).

No caso do substantivo interesse, a norma culta (apresentada por dicionários, vocabulários e outras obras de referência) preconiza que a vogal tónica (interesse) seja lida ê. Esta pronúncia deverá diferenciar este substantivo da forma verbal interesse correspondente à primeira e terceira pessoas do singular do presente do conjuntivo do verbo interessar (que eu/ele interesse). No caso deste verbo e dos outros verbos da primeira conjugação cuja última vogal do radical é e (ex.: levar) ou o (ex.: escovar, mostrar), a vogal do radical nas formas rizotónicas é usualmente aberta (isto é, com o som é ou ó, respectivamente; ex.: interesse, interessam, levo, levem, escovo, escovas, mostram, mostre).

pub

Palavra do dia

es·ter·nu·ta·tó·ri·o es·ter·nu·ta·tó·ri·o


(latim sternuto, -are, espirrar + -tório)
adjectivo
adjetivo

1. Que provoca espirros. = ERRINO, PTÁRMICO

2. Em que há espirros (ex.: crise esternutatória; episódio esternutatório).

nome masculino

3. Medicamento que faz espirrar.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/rodada [consultado em 05-12-2022]