PT
BR
Pesquisar
Definições



roça

Será que queria dizer roca?

A forma roçapode ser [segunda pessoa singular do imperativo de roçarroçar], [terceira pessoa singular do presente do indicativo de roçarroçar], [nome de dois géneros] ou [nome feminino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
roçaroça
|ó| |ó|
( ro·ça

ro·ça

)


nome feminino

1. Acção ou efeito de roçar. = ROÇADURA

2. Lugar onde se roça mato.

3. Terreno coberto de mato.

4. Mato muito crescido.

5. Sementeira entre o mato ou em terreno a que se roçou o mato.

6. [Portugal: Trás-os-Montes] [Portugal: Trás-os-Montes] Grande porção de mato espalhado num terreno para se queimar.

7. [São Tomé e Príncipe] [São Tomé e Príncipe] Grande propriedade rural (ex.: roça de cacau). = PLANTAÇÃO

8. [Brasil] [Brasil] Terreno cultivado para produção agrícola, grande ou pequena (ex.: foi picada enquanto trabalhava na roça). = GRANJA, ROÇADO

9. [Brasil] [Brasil] Cultura plantada nesse terreno (ex.: o lucro da roça de maconha foi bom).

10. [Brasil] [Brasil] O campo, por oposição à cidade (ex.: eles moram na roça).

11. [Brasil] [Brasil] Terreno cultivado de mandioca. = MANDIOCAL, ROÇADO

12. [Brasil] [Brasil] Pequena propriedade agrícola onde se cultivam frutas e hortaliças.


nome de dois géneros

13. [Portugal: Trás-os-Montes] [Portugal: Trás-os-Montes] Dentista pouco habilitado.


à roça

Diz-se das âncoras, postas de prevenção, para se utilizarem rapidamente quando precisas.

fazer roça

[Brasil] [Brasil] Prolongar desnecessariamente um serviço para o encarecer.

etimologiaOrigem etimológica:derivação regressiva de roçar.
Confrontar: roca.
roçarroçar
( ro·çar

ro·çar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo

1. Cortar ou derrubar, geralmente vegetação (ex.: roçar mato).

2. Cortar rente. = CERCEAR, RENTEAR

3. [Figurado] [Figurado] Gastar com o atrito. = CORROER, DESGASTAR

4. Passar junto de. = DERRAPAR, RESVALAR

5. Estar ou passar junto a. = RENTAR, RENTEAR

6. Aproximar-se de (ex.: palavras que roçam o insulto).


verbo transitivo e pronominal

7. Passar, tocando levemente. = ROÇAGAR


verbo transitivo e intransitivo

8. Tocar de leve o chão. = ROÇAGAR

etimologiaOrigem etimológica:latim *ruptiare, de ruptus, -a, -um, particípio passado de rumpo, -ere, romper.
Confrontar: ruçar.

Auxiliares de tradução

Traduzir "roça" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



Qual a forma correta: "Ela é mais alta do que ele" ou "Ela é mais alta que ele"?
Ambas as frases estão correctas porque tanto a conjunção que quanto a locução conjuncional do que introduzem o segundo termo de uma comparação, conforme pode verificar clicando na hiperligação para o Dicionário Priberam.

Geralmente, do que pode ser substituído por que: este é ainda pior do que o outro = este é ainda pior que o outro, é preferível dizer a verdade do que contar uma mentira = é preferível dizer a verdade que contar uma mentira.

No entanto, quando o segundo termo da comparação inclui um verbo finito, como em o tecido era mais resistente do que parecia, a substituição da locução do que por que não é possível e gera agramaticalidade: *o tecido era mais resistente que parecia.




Gostaria de saber como se deve pronunciar a palavra item: "item" ou "aitem" como tantas vezes se ouve?
O substantivo português item tem origem no advérbio latino item, com o significado "da mesma forma" ou "também" e é usado em enumerações ou listas. Em português, esta palavra pode significar "artigo" ou "uma das partes de algo". Relativamente à pronúncia da parte final da palavra, parece haver alguma oscilação entre uma pronúncia alatinada ['it3m] (em que se lê a consoante m, como em estrangeirismos como modem) e uma pronúncia de acordo com as regras gerais da terminação -em ['itãj] (em que -em se lê como uma vogal nasal, à semelhança de em ou nuvem).

Não há, no entanto, nenhum motivo para pronunciar o i inicial como [ai], pois isso não corresponde à pronúncia desta vogal em português; a pronúncia [ai]tem corresponde a uma influência da pronúncia do inglês (como em iceberg ou em ice tea), que não se justifica neste caso.

Os argumentos acima expostos podem aplicar-se a outros latinismos como idem ou ibidem.