Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
rádiorádio | s. m.
rádiorádio | s. m. | s. f. | s. 2 g.
rádiorádio | s. m.
rádiorádio | s. f.
radio-radio- | elem. de comp.
Será que queria dizer radio?
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

rá·di·o rá·di·o 1
(latim radius, -ii, vara, estaca, raio de círculo)
substantivo masculino

[Anatomia]   [Anatomia]  O mais pequeno dos dois ossos que constituem o antebraço.


rá·di·o rá·di·o 3
(redução de radiofonia)
substantivo masculino

1. Aparelho de radiofonia receptor das ondas hertzianas (ex.: comprou um rádio portátil). = RADIOFONE, TELEFONIA, TRANSÍSTOR

2. Aparelho transmissor-receptor usado para comunicações em empresas de táxis, aeronaves, embarcações, etc.

3. Mensagem transmitida por radiotelegrafia. = RADIOGRAMA, RADIOTELEGRAMA

substantivo feminino

4. Transmissão da voz e de outros sons utilizando as propriedades das ondas radioeléctricas. = RADIODIFUSÃO, RADIOFONIA, RADIOTELEFONIA

5. Estação de transmissão dos sons por meio de ondas electromagnéticas. = RADIODIFUSORA, RADIOEMISSORA

substantivo de dois géneros

6. Radiotelefonista ou radiotelegrafista.


rádio livre
Organismo de radiodifusão privada cujas emissões apenas podem ser captadas num raio de alguns quilómetros.

rádio local privada
O mesmo que rádio livre.

rádio pirata
Rádio que difunde ilegalmente as suas emissões.


rá·di·o rá·di·o 2
(latim científico radium, do latim radio, -are, irradiar)
substantivo masculino

[Química]   [Química]  Elemento químico metálico (símbolo: Ra), número atómico 88, massa atómica 226,02, descoberto em 1899 por Marie e Pierre Curie, e cujos sais e soluções emitem radiações que atravessam com luz e calor os corpos mais opacos.


rá·di·o rá·di·o 4
(redução de radioterapia)
substantivo feminino

[Informal]   [Informal]   [Medicina]   [Medicina]  Tratamento por radiações ionizantes (ex.: fez rádio e químio prolongada). = RADIOTERAPIA


radio- radio-
elemento de composição

1. Exprime a noção de rádio, radiação ou acção radioactiva (ex.: radiocarbono, radiogénico).

2. Exprime a noção de ondas hertzianas ou telefonia (ex.: radiocomunicação).


pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "rádio" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Deve dizer-se: recepção dos convidados ou recepção aos convidados?
O substantivo recepção é geralmente seguido das preposições a ou de (ou das suas contracções), como indica o Dicionário de Regimes de Substantivos e Adjectivos (25.ª ed., São Paulo: Globo, 2000), de Francisco Fernandes, e como atestam pesquisas efectuadas em corpora e em motores de busca da Internet, pelo que ambas as expressões recepção dos convidados e recepção aos convidados estão correctas.



Gostaria de saber como se pronuncia a palavra "como" visto que pode ser do verbo comer ou uma preposição. A pronúncia difere quando é verbo?
A palavra como pronuncia-se geralmente ['komu], sendo [o] o símbolo fonético correspondente a o fechado (como a letra o de sopa ou avô), independentemente se é usada como verbo (ex.: Eu como tudo o que me apetece.), advérbio (ex.: Como está lindo o céu!; O modo como ele se comportou deixou-a surpreendida.), conjunção (ex.: O rapaz é tão brincalhão como os seus colegas.) ou preposição (ex.: Era conhecida como a mais importante cientista portuguesa.). Esta é a opção de transcrição do Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa e da indicação de ortoépia do Vocabulário da Língua Portuguesa, de Rebelo Gonçalves.

Quando não se trata de forma verbal, isto é, quando se trata do advérbio, da conjunção ou da preposição, há outras pronúncias alternativas, consideradas dialectais. O Grande Dicionário Língua Portuguesa, da Porto Editora, por exemplo, regista, a par da transcrição ['komu], a transcrição ['kumu], sendo [u] correspondente à vogal de nu. Esta pronúncia alternativa será um caso muito excepcional na língua portuguesa, pois a um o tónico nunca corresponde um fonema [u], mas é uma marca característica de alguns dialectos do Norte do país. Esta excepção justifica-se apenas por se tratar de uma palavra gramatical (e tem um paralelo na pronúncia da preposição para, em que um a tónico corresponde excepcionalmente a um fonema [á]). Ainda será de referir a ocorrência da pronúncia ['kɔmu] em alguns dialectos, nomeadamente no dialecto madeirense, sendo [ɔ] correspondente a o aberto (como em nove ou avó).

Na maioria dos casos em que os falantes têm dúvidas quanto à pronúncia das palavras, não se trata de erros, mas de variações de pronúncia relacionadas com o dialecto (variedade de uma língua própria de uma região), sociolecto (variedade de uma língua própria de um grupo social, etário ou profissional) ou mesmo idiolecto (variedade de uma língua própria de um indivíduo) do falante, pois, à excepção de certas relações entre ortografia e fonética que têm de ser respeitadas, não há critérios rigorosos de correcção linguística no que diz respeito à pronúncia. O que acontece é que alguns gramáticos preconizam determinadas indicações ortoépicas e algumas obras lexicográficas contêm indicações de pronúncia ou até transcrições fonéticas; estas indicações podem então funcionar como referência, o que não invalida outras opções que têm de ser aceites, desde que não colidam com as relações entre ortografia e fonética.

pub

Palavra do dia

tre·bo·la |ô| tre·bo·la |ô|
(origem obscura)
substantivo feminino

[Portugal: Açores]   [Portugal: Açores]   [Zoologia]   [Zoologia]  Mamífero cetáceo (Physeter macrocephalus) dentado, de comprimento até 20 metros, encontrado em mares temperados e tropicais. = CACHALOTE

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://dicionario.priberam.org/r%C3%A1dio [consultado em 22-05-2019]