Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

pagará

3ª pess. sing. fut. ind. de pagarpagar
Será que queria dizer pagara?
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

pa·gar pa·gar

- ConjugarConjugar

(latim paco, -are, pacificar, domar, cultivar)
verbo transitivo

1. Dar o preço estipulado por (coisa vendida ou serviço feito).

2. Satisfazer (uma dívida, um encargo).

3. Remunerar, recompensar.

4. Sofrer as consequências (ex.: pagar os erros). = EXPIAR

5. Ser castigado em lugar de outrem (ex.: paga o justo pelo pecador).

6. [Antigo]   [Antigo]  Aplacar, apaziguar.

verbo intransitivo

7. Embolsar alguém do que lhe é devido.

verbo pronominal

8. Descontar (do que se há-de entregar) a parte que é devida.

9. Indemnizar-se.

10. Vingar-se, desforrar-se.


pagar bem
Ser pontual ou generoso no pagamento.

pagar caro
Sofrer consequências pesadas ou graves.

pagar mal
Não ser pontual ou não ser generoso no pagamento.

pagar para ver
Ter dúvidas ou estar incrédulo em relação a algo.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "pagará" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Dúvidas linguísticas


Ouve-se em certos telejornais expressões como a cujo ou em cujo; contudo gostaria de saber se gramaticalmente a palavra cujo pode ser antecedida de preposição.
O uso do pronome relativo cujo, equivalente à expressão do qual, pode ser antecedido de preposição em contextos que o justifiquem, nomeadamente quando a regência de alguma palavra ou locução a tal obrigue. Nas frases abaixo podemos verificar que o pronome está correctamente empregue antecedido de várias preposições (e não apenas a ou em) seleccionadas por determinadas palavras (nos exemplos de 1 e 2) ou na construção de adjuntos adverbiais (nos exemplos de 3 e 4):

1) O aluno faltou a alguns exames. O aluno reprovou nas disciplinas a cujo exame faltou. (=O aluno reprovou nas disciplinas ao exame das quais faltou);
2) Não haverá recurso da decisão. Os casos serão julgados pelo tribunal, de cuja decisão não haverá recurso. (=Os casos serão julgados pelo tribunal, dadecisão do qual não haverá recurso);
4) Houve danos em algumas casas. Os moradores em cujas casas houve danos foram indemnizados. (=Os moradores nas casas dos quais houve danos foram indemnizados);
5) Exige-se grande responsabilidade para o exercício desta profissão. Esta é uma profissão para cujo exercício se exige grande responsabilidade. (=Esta é uma profissão para o exercício da qual se exige grande responsabilidade).




A utilização da expressão à séria nunca foi tão utilizada. Quanto a mim esta expressão não faz qualquer sentido. Porque não utiliz am a expressão a sério?
A locução à séria segue a construção de outras tantas que são comuns na nossa língua (junção da contracção à com uma substantivação feminina de um adjectivo, formando locuções com valor adverbial): à antiga, à portuguesa, à muda, à moderna, à ligeira, à larga, à justa, à doida, etc.

Assim, a co-ocorrência de ambas as locuções pode ser pacífica, partindo do princípio que à séria se usará num contexto mais informal que a sério, que continua a ser a única das duas que se encontra dicionarizada. Bastará fazer uma pesquisa num motor de busca na internet para se aferir que à séria é comummente utilizada em textos de carácter mais informal ou cujo destinatário é um público jovem; a sério continua a ser a que apresenta mais ocorrências (num rácio de 566 para 31800!).

pub

Palavra do dia

gran·jo·li·ce gran·jo·li·ce


(granjola + -ice)
nome feminino

[Informal]   [Informal]  Acção que se destina a enganar alguém. = FAJARDICE, GRANJOLADA, INTRUJICE, PATIFARIA, VELHACARIA

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/pagar%C3%A1 [consultado em 07-12-2022]