PT
BR
Pesquisar
Definições



enterra

A forma enterrapode ser [segunda pessoa singular do imperativo de enterrarenterrar], [terceira pessoa singular do presente do indicativo de enterrarenterrar] ou [nome masculino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
enterraenterra
|é| |é|
( en·ter·ra

en·ter·ra

)


nome masculino

[Portugal: Madeira] [Portugal: Madeira] Brincadeira ou acção que consiste em submergir alguém por breves instantes, geralmente empurrando a cabeça ou os ombros para dentro de água. = AMONA

etimologiaOrigem etimológica:derivação regressiva de enterrar.
enterrarenterrar
( en·ter·rar

en·ter·rar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo

1. Meter debaixo da terra. = SEPULTAR

2. Esconder na terra.

3. Embeber, introduzir profundamente. = CRAVAR, ESPETAR

4. Suplantar ou vencer, discutindo.

5. Difamar; comprometer.

6. Atolar.

7. [Brasil] [Brasil] [Desporto] [Esporte] No basquetebol, saltar e encestar a bola de cima para baixo, sem a arremessar. (Equivalente no português de Portugal: afundar.)

etimologiaOrigem etimológica:en- + terra + -ar.

Auxiliares de tradução

Traduzir "enterra" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



Pode-se utilizar a palavra exigencial? Ex.: selecção exigencial de componentes.
Apesar de o adjectivo exigencial não se encontrar registado em nenhum dos dicionários e vocabulários de língua portuguesa à nossa disposição, ele encontra-se bem formado a partir da aposição do sufixo -al ao substantivo exigência, pelo que o seu uso é possível e até muito frequente, como o revelam pesquisas em corpora e em motores de busca da Internet, especialmente em contextos relativos às áreas da construção e da engenharia civil, com o significado “que é relativo a ou que envolve uma exigência” (ex.: fizeram uma selecção exigencial dos novos materiais).



Qual a escrita correcta para o planeta? Urano ou Úrano?
Os vocabulários tidos como as maiores referências para o português europeu (Vocabulário da Língua Portuguesa, de Rebelo Gonçalves e Grande Vocabulário da Língua Portuguesa, de José Pedro Machado) registam apenas a forma Úrano, referindo Rebelo Gonçalves que a forma Urano, apesar de corrente, “é inexacta”. Esta indicação deve-se à forma latina Uranus, em que o U da antepenúltima sílaba é uma vogal longa (sendo o -a- da penúltima sílaba uma vogal breve), o que corresponde geralmente a uma palavra esdrúxula em português.

No entanto, parece ter havido uma regularização da acentuação da palavra (em português, o padrão mais regular de acentuação é o das palavras graves, isto é, acentuadas na penúltima sílaba), e é de facto muito corrente a forma Urano, inclusivamente com registo em dicionários. Por este motivo, e apesar de a forma Úrano ser a preferida pelos autores mais puristas, pode hoje considerar-se aceitável também a forma Urano.