Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

caso

casocaso | n. m. | conj.
1ª pess. sing. pres. ind. de casarcasar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

ca·so ca·so


(latim casus, -us, queda, fim, ruína, acaso, ocasião)
nome masculino

1. O que acontece, aconteceu ou pode acontecer.

2. Acto, sucesso, acontecimento.

3. Conjuntura.

4. Estimação, apreço, cuidado.

5. Variação de nomes e adjectivos com relação ao seu emprego na proposição.

6. Manifestação de doença num indivíduo.

7. Relação amorosa, geralmente extraconjugal ou secreta (ex.: os dois tiveram um caso).

conjunção

8. Exprime condição e usa-se com o verbo no modo conjuntivo (ex.: caso não chova, vamos ao cinema; a equipa podia descer de divisão, caso perdesse o jogo de ontem). = SE


caso de força maior
Situação extremamente urgente.

caso que
Supondo que.

em todo o caso
Seja como for.

fazer caso de
Manifestar interesse, respeito ou cuidado em relação a algo ou alguém (ex.: não fez caso dos conselhos que lhe deram).


ca·sar ca·sar

- ConjugarConjugar

(casa + -ar)
verbo transitivo

1. Unir por casamento.

2. [Brasil]   [Brasil]  Fazer uma aposta. = APOSTAR

verbo transitivo, intransitivo e pronominal

3. Unir-se por casamento.

4. [Figurado]   [Figurado]  Condizer, combinar.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "caso" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

Não será o caso de sentir a velhice a cavalgar face a uma das figuras do Apocalipse com...

Em Deriva das Palavras

alta descarga, para que ele possa subir rapidamente e economizar tempo em caso de emergência..

Em NOTÍCIAS SOBRE AVIAÇÃO AVIATION NEWS

O caso

Em www.rafaelnemitz.com

suficiente para considerar a ação inepta, caso não fosse adicionado ao pedido inicial, em 24horas, o questionamento de todo o processo,...

Em blog0news

...de união estável celebrada no Brasil não constitui uma decisão revestida de força de caso julgado que recaia sobre direitos privados;;

Em VEXATA QUAESTIO
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


A dúvida é se o verbo parabenizar necessita de uma preposição. No caso seria "o Banco real parabeniza os ingressantes na UFU" ou "o Banco real parabeniza aos ingressantes à UFU"?
O verbo parabenizar, tal como os seus sinónimos congratular ou felicitar, é transitivo directo, conforme regista o Dicionário Priberam da Língua Portuguesa. Por outras palavras, este verbo utiliza-se imediatamente seguido de complemento directo, sem preposição, pelo que a frase correcta é o Banco real parabeniza os ingressantes na UFU. A confusão pode advir do facto de parabenizar ser parafraseável por dar os parabéns a, expressão que não dispensa a preposição, como se pode verificar pela seguinte substituição: o Banco real dá os parabéns aos ingressantes na UFU.



A expressão "até ao arrebatamento" está correta?
Antes de mais, convém clarificar, ainda que resumidamente, o uso de até.

Como preposição, a palavra até é usada para indicar um limite temporal (ex.: Eu vou embora, até amanhã; Esperem pela resposta até meados de Janeiro; Dormi até tu chegares), um limite espacial (ex.: Viajou de comboio até Paris) ou um limite quantitativo (ex.: O desconto é válido em todos os enlatados até 800 g).

Segundo a Nova Gramática do Português Contemporâneo de Celso Cunha e Lindley Cintra (14.ª ed., Lisboa, Edições João Sá da Costa, 1998, p. 561), em Portugal usa-se geralmente a preposição até acompanhada da contracção da preposição a com o artigo definido o/a(s) (ex: Fui até ao parque; Fomos até à igreja) enquanto no Brasil se usa maioritariamente a preposição até sem a contracção (ex.: Fui até o parque; Fomos até a igreja). Em termos de correcção, como refere o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa (edição brasileira da Editora Objetiva, 2001; edição portuguesa do Círculo de Leitores, 2002), é indiferente no Brasil associar a preposição até a outra preposição ou não. Por outras palavras, é tão correcto escrever fomos até à igreja como fomos até a igreja, sendo a última a forma mais usual no Brasil.

Como advérbio, a palavra até é usada para indicar inclusão ou ênfase, sendo sinónima de inclusivamente, também ou mesmo (ex.: Todos ajudaram na arrumação da cozinha, até o avô; O empresário fez várias alterações e admite até a contratação de mais funcionários). Dependendo da regência do verbo em causa, o advérbio até pode surgir associado a uma contracção (ex.: Eles foram a todo o lado: à Europa, à Ásia, até à Austrália!).

Considerando os usos acima descritos, a expressão até ao arrebatamento está correcta, tanto em Portugal como no Brasil, se a palavra até for usada como preposição (ex.: Foi uma festa intensa até ao arrebatamento final). Se, no entanto, a palavra até for usada como advérbio, a expressão até ao arrebatamento está incorrecta, como indica o asterisco (ex.: *Todas as emoções foram banidas, até ao arrebatamento religioso).

pub

Palavra do dia

es·ca·dó·ri·o es·ca·dó·ri·o


(escada + -ório)
nome masculino

1. Escadaria que tem capelas em cada patamar.

2. [Informal]   [Informal]  Escada monumental.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/caso [consultado em 27-11-2022]