Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

cara

caracara | n. f. | n. m. | n. 2 g.
fem. sing. de carocaro
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

ca·ra ca·ra


(latim cara, -ae, face, rosto, do grego kára, cabeça)
nome feminino

1. Parte anterior da cabeça. = FACE, ROSTO

2. [Figurado]   [Figurado]  Expressão da face (ex.: cara alegre). = FISIONOMIA, SEMBLANTE

3. [Por extensão]   [Por extensão]  Frente ou lado anterior de certos objectos.

4. Aspecto exterior de algo. = APARÊNCIA, AR

5. Lado da moeda em que está a efígie.

6. Atrevimento, ousadia.

nome masculino

7. [Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]  Pessoa de quem se omite ou desconhece o nome. = SUJEITO, TIPO

8. [Tauromaquia]   [Tauromaquia]  Forcado que se agarra ao touro pela frente e tenta subjugá-lo.

nome de dois géneros

9. [Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]  Forma de tratamento usada como vocativo ou como incitamento (ex.: vamos lá, cara?).


andar de cara à banda
[Informal]   [Informal]  O mesmo que ficar de cara à banda.

atirar à cara
[Informal]   [Informal]  Fazer críticas ou censuras em presença da pessoa em causa. = EXPROBRAR, LANÇAR EM ROSTO

Recordar favores prestados ou factos passados, na presença da pessoa interveniente.

bater com a cara na porta
[Informal]   [Informal]  Encontrar encerrado um espaço, um estabelecimento, uma casa, não conseguindo alcançar quem ou o que se procurava. = BATER COM O NARIZ NA PORTA

cara a cara
Em posição em que um está diante do outro. = FACE A FACE, FRENTE A FRENTE

De modo frontal ou directo; sem subterfúgios (ex.: fez as críticas cara a cara). = FRONTALMENTE

cara de caso
Ar sério de preocupação ou de apreensão.

cara de cu
[Calão, Depreciativo]   [Tabuísmo, Depreciativo]  Semblante descontente ou contrariado (ex.: ficar com cara de cu).

[Calão, Depreciativo]   [Tabuísmo, Depreciativo]  Expressão usada com o intuito de insultar a pessoa a quem é dirigida (ex.: sai da frente, cara de cu).

cara de enterro
[Informal]   [Informal]  Semblante triste ou grave (ex.: estão todos com cara de enterro).

cara de Páscoa
Rosto alegre, pessoa risonha e prazenteira.

cara de pergaminho
Faces secas e enrugadas.

cara de poucos amigos
[Informal]   [Informal]  De mau humor; com ar severo (ex.: o sujeito, corpulento, cara de poucos amigos, nem sequer respondeu à pergunta). = CARRANCUDO

cara de tacho
[Informal]   [Informal]  Ar desapontado ou surpreendido (ex.: a pergunta deixou o entrevistado com cara de tacho).

cara de vergalho
[Informal]   [Informal]  Rosto carrancudo, que denota mau humor ou antipatia.

cara ou coroa
Jogo em que se atira ao ar uma moeda, ganhando o jogador que adivinhar qual dos lados ficará para cima.

Pergunta que se faz antes de se jogar uma moeda ao ar para decidir uma questão ou fazer uma escolha.

com cara de asno
[Informal]   [Informal]  Desapontado, de boca aberta.

dar a cara
[Informal]   [Informal]  Assumir a responsabilidade por algo.

dar com a cara na porta
[Informal]   [Informal]  O mesmo que bater com a cara na porta.

encher a cara
[Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]  Beber muito, até ficar bêbedo. = EMBEBEDAR-SE, EMBRIAGAR-SE

estar na cara
[Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]  Ser evidente; ser óbvio (ex.: estava na cara que isso não ia dar certo).

fazer cara feia
[Informal]   [Informal]  Mostrar desagrado ou rejeição (ex.: não adianta fazer cara feia, eles não vão recuar na venda do apartamento).

ficar de cara à banda
[Informal]   [Informal]  Sentir-se envergonhado, humilhado.

ir com a cara de
[Informal]   [Informal]  Simpatizar (ex.: acho que ele não foi com a minha cara).

mandar à cara
[Informal]   [Informal]  O mesmo que atirar à cara.

perder a cara
Ficar desacreditado ou malvisto. = PERDER A FACE

quebrar a cara
[Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]  Não alcançar o resultado esperado; não ser bem-sucedido. = FALHAR, FRACASSAR

[Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]  Passar vergonha.

ter duas caras
[Informal]   [Informal]  Ser falso, hipócrita ou desonesto.


ca·ro ca·ro


adjectivo
adjetivo

1. Que custa mais dinheiro que aquele que se pode ou se quer gastar.

2. Que custa mais dinheiro que habitualmente.

3. Que exige grande despesa.

4. Que custa sacrifícios, perdas, etc.

5. Querido, estimado.

advérbio

6. Por alto preço.

7. Com grande trabalho.

nome masculino

8. [Botânica]   [Botânica]  Género de plantas umbelíferas.

9. [Náutica]   [Náutica]  Parte superior ou mais grossa de uma verga latina ou triangular.


fazer-se caro
Fingir-se desinteressado para que os pedidos ou as vantagens aumentem; fazer-se rogado.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "cara" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

versos catorze que enfim sempre para a droga ou pior, ó cara -linda..

Em daniel abrunheiro

Pois é, António Aleixo tinha toda a razão quando lhes atirava em cara : ..

Em sorumb

Ocorreu em Pedrógão Grande, na sala de jantar da “Pensão Cara Fina”;;

Em A Quinta Lusitana

Não tem VERGONHA na cara ..

Em Coluna D'Águias Gloriosas

...também detidos: o caso em 10 pontos Vídeo de cliente a atirar sopa a cara de empregada torna-se viral e mulher enfrenta agora

Em A RODA
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Gostaria de saber se as palavras escritas em letras maiúsculas são acentuadas. Ex.: ÁRVORE.
Na ortografia portuguesa, as palavras têm a mesma acentuação independentemente de serem grafadas com letras maiúsculas ou minúsculas. Assim, se pretender escrever árvore, ébano, ímpeto, óbito, único com inicial maiúscula ou totalmente em maiúsculas, deverá escrever Árvore ou ÁRVORE, Ébano ou ÉBANO, Ímpeto ou ÍMPETO, Óbito ou ÓBITO ou Único ou ÚNICO.

O texto do Acordo Ortográfico, que regula a ortografia do português europeu e que tem regras específicas para o uso de maiúsculas nas bases XXXIX a XLVII, não refere explicitamente este assunto, mas o próprio texto legal contém sempre acentos em maiúsculas, nomeadamente em palavras como "MINISTÉRIO", "Ámon", "Áustria-Hungria", "Nun'Álvares", "Índias" ou no nome do Presidente da República em 1945, "ANTÓNIO ÓSCAR DE FRAGOSO CARMONA".

Outras ortografias de línguas românicas próximas do português, como o espanhol ou o francês, têm o mesmo comportamento. A Real Academia Española (Ortografía de la Lengua Española, Madrid: Editorial Espasa Calpe, 1999, p. 53) refere explicitamente que as maiúsculas levam acento e que a Academia nunca estabeleceu uma norma em sentido contrário. Quanto ao francês, a tradição escolar costuma ensinar que as maiúsculas podem não ser acentuadas, não sendo essa, no entanto, a posição da Académie Française, que recomenda o uso sistemático das maiúsculas acentuadas; também a União Europeia, no Código de Redacção Interinstitucional relativo ao francês postula que as maiúsculas são, em princípio, sempre acentuadas (http://publications.europa.eu/code/fr/fr-240203.htm).




Acho que se escreve boa fé e má fé e não boa-fé e má-fé, como sugere o dicionário. Estou certo?
A tradição lexicográfica portuguesa consagrou o uso do hífen em boa-fé e em má-fé e são estas grafias que aparecem registadas nas principais obras de referência da língua portuguesa contemporânea, nomeadamente em vocabulários, como o Vocabulário da Língua Portuguesa, de Rebelo Gonçalves (Coimbra: Coimbra Ed., 1966) ou o Grande Vocabulário da Língua Portuguesa, de José Pedro Machado (Lisboa: Ed. Âncora, 2001), e em dicionários, como o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa (Lisboa: Verbo, 2001), o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa (Lisboa: Círculo de Leitores, 2002) ou o Novo Dicionário Aurélio de Língua Portuguesa (Curitiba: Positivo, 2004).

O uso do hífen é problemático para os utilizadores da língua, pois obedece a regras pouco evidentes e algo contraditórias e é por vezes ditado por uma tradição lexicográfica que os falantes desconhecem. No caso específico de boa-fé, esta dificuldade torna-se evidente numa pesquisa em corpora ou em motores de busca da internet, podendo observar-se a ocorrência da palavra hifenizada a par da locução boa fé, inclusivamente em textos jurídicos. Estes casos, não estando previstos nas bases do Acordo Ortográfico que regulam o uso do hífen, regem-se geralmente pela tradição lexicográfica, motivo pelo qual é aconselhável optar pela grafia boa-fé, atestada na maioria das obras de referência, em detrimento da locução boa fé.

pub

Palavra do dia

chi·me·co |é|chi·me·co |é|


(inglês shoemaker, sapateiro)
nome masculino

[Portugal: Madeira, Informal]   [Portugal: Madeira, Informal]  Pessoa de baixa estatura. = BAIXOTE

Confrontar: chumeco.
pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/cara [consultado em 29-11-2021]