PT
BR
Pesquisar
Definições



bandoleira

A forma bandoleirapode ser [feminino singular de bandoleirobandoleiro] ou [nome feminino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
bandoleirabandoleira
( ban·do·lei·ra

ban·do·lei·ra

)


nome feminino

Correia, geralmente de couro, tecido ou material sintético, presa longitudinalmente a um utensílio, que serve para o suspender ou transportar ao ombro ou a tiracolo (ex.: bandoleira regulável de carabina).

etimologiaOrigem etimológica:espanhol bandolera.
bandoleirobandoleiro
( ban·do·lei·ro

ban·do·lei·ro

)


nome masculino

1. Pessoa que pratica assaltos. = ASSALTANTE, BANDIDO, LADRÃO

2. Salteador que percorria o sertão do Nordeste do Brasil, geralmente em grupos armados, sobretudo no final do século XIX e nas primeiras décadas do século XX. = CANGACEIRO

3. Indivíduo que engana ou mente. = MENTIROSO, TRAPACEIRO

4. [Brasil] [Brasil] Cão que vagueia, seguindo qualquer pessoa.


adjectivoadjetivo

5. Que é inconstante, sobretudo no amor ou na amizade. = BANDEIRO, INSTÁVEL, VOLÚVEL

6. Que não tem paradeiro definitivo. = ERRANTE

7. Que não tem ocupação. = OCIOSO

8. [Brasil: Norte] [Brasil: Norte] Diz-se do animal que se perde do rebanho.

etimologiaOrigem etimológica:espanhol bandolero.
Colectivo:Coletivo:Coletivo:bandidagem, bando, caterva, choldra, corja, horda, quadrilha, súcia.

Auxiliares de tradução

Traduzir "bandoleira" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



Na frase "aja como homem e pense como mulher", devo usar aja ou haja de agir? Qual é o correto?
Na frase que menciona, Aja como homem e pense como mulher, o termo correcto é aja, forma verbal (3ª pessoa do singular do imperativo, podendo também ser 1ª ou 3ª pessoa do singular do presente do conjuntivo [subjuntivo, no Português do Brasil]) de agir. É uma forma homófona, i.e., lê-se da mesma maneira mas escreve-se de modo diferente de haja, forma verbal (1ª ou 3ª pessoa do singular do presente do conjuntivo [subjuntivo, no Português do Brasil] e 3ª pessoa do singular do imperativo) de haver. Para as distinguir, talvez seja útil ter presente que pode substituir a forma aja (do verbo agir) por actue – “Aja/actue como um homem e pense como uma mulher” – e a forma haja (do verbo haver) por exista – “Haja/exista paciência!”.



A utilização da expressão à séria nunca foi tão utilizada. Quanto a mim esta expressão não faz qualquer sentido. Porque não utiliz am a expressão a sério?
A locução à séria segue a construção de outras tantas que são comuns na nossa língua (junção da contracção à com uma substantivação feminina de um adjectivo, formando locuções com valor adverbial): à antiga, à portuguesa, à muda, à moderna, à ligeira, à larga, à justa, à doida, etc.

Assim, a co-ocorrência de ambas as locuções pode ser pacífica, partindo do princípio que à séria se usará num contexto mais informal que a sério, que continua a ser a única das duas que se encontra dicionarizada. Bastará fazer uma pesquisa num motor de busca na internet para se aferir que à séria é comummente utilizada em textos de carácter mais informal ou cujo destinatário é um público jovem; a sério continua a ser a que apresenta mais ocorrências (num rácio de 566 para 31800!).