PT
BR
Pesquisar
Definições



arrumação

A forma arrumaçãopode ser [derivação feminino singular de arrumararrumar] ou [nome feminino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
arrumaçãoarrumação
( ar·ru·ma·ção

ar·ru·ma·ção

)


nome feminino

1. Acto de arrumar.

2. Boa disposição ou disposição ordenada de um conjunto de coisas. = ARRANJO, ARRUMO, ORDEM

3. Compartimento ou lugar onde se arrumam coisas geralmente pouco usadas. = ARRECADAÇÃO, ARRUMO

4. [Marinha] [Marinha] Rumo, direcção.

5. Sinais (no mar) anunciadores de terra próxima.

6. Estiva.

7. [Comércio] [Comércio] Escrituração regular.

8. [Geografia] [Geografia] Posição no mapa.

9. [Brasil, Informal] [Brasil, Informal] Plano desonesto para enganar alguém ou para obter algo. = ARTIMANHA, ESQUEMA, JOGADA, MARMOTA

etimologiaOrigem etimológica:arrumar + -ção.
arrumararrumar
( ar·ru·mar

ar·ru·mar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo

1. Pôr os objectos de modo a que ocupem o menor espaço possível (ex.: ainda falta arrumar a roupa do armário).

2. Pôr no lugar apropriado (ex.: arrumem os brinquedos na caixa). = ARRANJAR, ARRIMAR, COMPORDESARRANJAR, DESARRUMAR, DESCOMPOR, DESORDENAR, DESORGANIZAR

3. Pôr de lado para não usar ou servir mais (ex.: arrumou as chuteiras).

4. Parar um veículo em determinado lugar, durante certo período de tempo (ex.: não teve dificuldade em arrumar o carro). = ESTACIONAR

5. [Informal] [Informal] Deixar sem capacidade de agir ou de reagir (ex.: a crise arrumou com empresa deles; aquele golpe arruma logo um sujeito). = ANIQUILAR, LIQUIDAR

6. [Informal] [Informal] Atirar, arremessar, geralmente com força (ex.: arrumou-lhe com o cachimbo na cabeça).

7. [Brasil] [Brasil] Obter ou alcançar para si ou para outrem um objecto, uma coisa, uma vantagem, etc. (ex.: arrumou um bilhete; arrumei um emprego). = CONSEGUIR

8. [Brasil] [Brasil] Imaginar ou planear mentalmente (ex.: arrumou um plano para ganhar dinheiro). = ARRANJAR, BOLAR, ENCONTRAR

9. [Brasil] [Brasil] Ficar em estado ou situação difícil ou negativa (ex.: não arrume mais confusão). = ARRANJAR

10. [Brasil] [Brasil] Submeter determinada parte do corpo a tratamento de beleza (ex.: arranjar o cabelo; arranjar as unhas). [Equivalente no português de Portugal: arranjar.] = FAZER

11. [Marinha] [Marinha] Estivar.

12. [Marinha] [Marinha] Tomar o rumo de. = RUMAR


verbo transitivo e pronominal

13. Dar ou encontrar resolução para um problema ou situação (ex.: arrumou rapidamente o problema; agora ele que se arrume). = RESOLVER, SOLUCIONAR

14. [Informal] [Informal] Conseguir o casamento de alguém ou o próprio (ex.: nunca disse que tinha de arrumar as filhas; achou que tinha de se arrumar). = CASAR

15. Conseguir um emprego para outrem ou para si. = EMPREGAR


verbo pronominal

16. Ficar numa situação boa ou cómoda.

17. [Brasil] [Brasil] Cuidar da sua aparência, em especial da roupa (ex.: ele demora muito a arrumar-se antes de sair). [Equivalente no português de Portugal: arranjar-se.] = APRONTAR

etimologiaOrigem etimológica:origem controversa, talvez do francês antigo arrumer, hoje francês arrimer, estivar, arrumar.

Auxiliares de tradução

Traduzir "arrumação" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



A expressão "até ao arrebatamento" está correta?
Antes de mais, convém clarificar, ainda que resumidamente, o uso de até.

Como preposição, a palavra até é usada para indicar um limite temporal (ex.: Eu vou embora, até amanhã; Esperem pela resposta até meados de Janeiro; Dormi até tu chegares), um limite espacial (ex.: Viajou de comboio até Paris) ou um limite quantitativo (ex.: O desconto é válido em todos os enlatados até 800 g).

Segundo a Nova Gramática do Português Contemporâneo de Celso Cunha e Lindley Cintra (14.ª ed., Lisboa, Edições João Sá da Costa, 1998, p. 561), em Portugal usa-se geralmente a preposição até acompanhada da contracção da preposição a com o artigo definido o/a(s) (ex: Fui até ao parque; Fomos até à igreja) enquanto no Brasil se usa maioritariamente a preposição até sem a contracção (ex.: Fui até o parque; Fomos até a igreja). Em termos de correcção, como refere o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa (edição brasileira da Editora Objetiva, 2001; edição portuguesa do Círculo de Leitores, 2002), é indiferente no Brasil associar a preposição até a outra preposição ou não. Por outras palavras, é tão correcto escrever fomos até à igreja como fomos até a igreja, sendo a última a forma mais usual no Brasil.

Como advérbio, a palavra até é usada para indicar inclusão ou ênfase, sendo sinónima de inclusivamente, também ou mesmo (ex.: Todos ajudaram na arrumação da cozinha, até o avô; O empresário fez várias alterações e admite até a contratação de mais funcionários). Dependendo da regência do verbo em causa, o advérbio até pode surgir associado a uma contracção (ex.: Eles foram a todo o lado: à Europa, à Ásia, até à Austrália!).

Considerando os usos acima descritos, a expressão até ao arrebatamento está correcta, tanto em Portugal como no Brasil, se a palavra até for usada como preposição (ex.: Foi uma festa intensa até ao arrebatamento final). Se, no entanto, a palavra até for usada como advérbio, a expressão até ao arrebatamento está incorrecta, como indica o asterisco (ex.: *Todas as emoções foram banidas, até ao arrebatamento religioso).