PT
BR
Pesquisar
Definições



arribada

A forma arribadapode ser [feminino plural e singular de arribadoarribado] ou [nome feminino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
arribadaarribada
( ar·ri·ba·da

ar·ri·ba·da

)


nome feminino

1. Acto de arribar. = ARRIBAÇÃO

2. Entrada de embarcação num porto, por motivo de força maior.

3. Convalescença.

4. [Portugal: Douro] [Portugal: Douro] O mesmo que sapada.

5. [Portugal: Minho] [Portugal: Minho] Borda de um campo sobre caminho público.

6. Orla de campo em talude, sem parede.

etimologiaOrigem etimológica:feminino de arribado.
arribadoarribado
( ar·ri·ba·do

ar·ri·ba·do

)


adjectivoadjetivo

1. Que arribou.

2. Que está melhor de saúde ou de ânimo.

etimologiaOrigem etimológica:particípio de arribar.

Anagramas

Esta palavra no dicionário



Dúvidas linguísticas



A palavra moral é classificada como masculina ou feminina?
Tal como pode verificar seguindo a hiperligação para o Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, a palavra moral é usada como masculina e como feminina, consoante o seu significado.

Enquanto substantivo, designando “estado de espírito, disposição”, a palavra moral é do género masculino: “É preciso levantar o moral dos jogadores!”. Nos restantes sentidos mencionados no Dicionário Priberam – “conjunto de costumes, regras”; “ética”; “lição, ensinamento” – o substantivo moral é do género feminino: “De acordo com a moral e os bons costumes.”; “Escreveu um artigo sobre os princípios da moral kantiana.”; “Qual é a moral da história dos Três Porquinhos?”.

Enquanto adjectivo, a palavra moral (= relativo aos costumes, à ética) é usada quer com nomes (substantivos) masculinos, quer com nomes femininos: “Temos o dever moral de ajudar os outros.”, “Há normas morais que é preciso cumprir.”.




A utilização da expressão à séria nunca foi tão utilizada. Quanto a mim esta expressão não faz qualquer sentido. Porque não utiliz am a expressão a sério?
A locução à séria segue a construção de outras tantas que são comuns na nossa língua (junção da contracção à com uma substantivação feminina de um adjectivo, formando locuções com valor adverbial): à antiga, à portuguesa, à muda, à moderna, à ligeira, à larga, à justa, à doida, etc.

Assim, a co-ocorrência de ambas as locuções pode ser pacífica, partindo do princípio que à séria se usará num contexto mais informal que a sério, que continua a ser a única das duas que se encontra dicionarizada. Bastará fazer uma pesquisa num motor de busca na internet para se aferir que à séria é comummente utilizada em textos de carácter mais informal ou cujo destinatário é um público jovem; a sério continua a ser a que apresenta mais ocorrências (num rácio de 566 para 31800!).