PT
BR
Pesquisar
Definições



Pesquisa nas Definições por:

bloquear

Relativo a neurogenia ou neurogénese....


Relativo a quimioprevenção ou ao uso de medicamentos ou agentes químicos na prevenção, reversão ou bloqueio do cancro....


barreira | n. f.

Aquilo que restringe ou impede o acesso ou a circulação....


conclusionista | n. 2 g.

Estudante que defende ou vai defender conclusões magnas....


diafragma | n. m.

Preservativo feminino reutilizável, destinado a bloquear o colo do útero e evitar a gravidez....


blackout | n. m.

Perda temporária da consciência....


capetinha | n. 2 g.

Equipamento usado para bloquear sinais de GPS ou afins....


chupa-cabra | n. m.

Equipamento usado para bloquear sinais de GPS ou afins....


bloqueio | n. m.

Acto ou efeito de bloquear....


oclusão | n. f.

Acto ou efeito de ocluir....


obsessão | n. f.

Importunação perseverante....


blecaute | n. m.

Perda temporária da consciência....


naloxona | n. f.

Substância que combate ou neutraliza a acção de opiáceos (ex.: a naloxona bloqueia o efeito dos opióides)....


desobsessão | n. f.

Tratamento da influência negativa exercida por um espírito sobre outro....


Uso de medicamentos ou de agentes químicos na prevenção, na reversão ou no bloqueio do cancro (ex.: agentes quimiopreventivos)....


despigmentante | adj. 2 g. n. m.

Diz-se de ou substância que reduz ou bloqueia a produção de melanina (ex.: creme despigmentante; recomenda-se um despigmentante para peles sensíveis)....



Dúvidas linguísticas



Existe o verbo chaqualhar (no sentido de agitar)? Vi que existe chocalhar (que teria o mesmo sentido), mas em nosso dia-a-dia usamos chaqualar. Existe? É assim que se escreve? Ou assim: chacualhar?
A forma correcta é chacoalhar, como pode verificar no Dicionário Priberam da Língua Portuguesa .



É indiferente a utilização indistinta dos verbos levantar e alevantar, rebentar e arrebentar?
As palavras que referiu são sinónimas duas a duas (alevantar = levantar, arrebentar = rebentar), sendo as formas iniciadas por a- variantes formadas pela adjunção do prefixo protético a-, sem qualquer alteração de sentido. A estas palavras podem juntar-se outros pares, como ajuntar/juntar, amostrar/mostrar, arrecuar/recuar, assoprar/soprar, ateimar/teimar, etc.

As formas com o elemento protético a- são geralmente consideradas mais informais ou características do discurso oral, devendo por isso ser evitadas em contextos que requerem alguma formalidade ou em que se quer evitar formas menos consensuais.

Apesar deste facto, não podemos fazer uma generalização destes casos para o uso do prefixo, uma vez que o prefixo a- pode ter outros valores, como os de aproximação, mudança (ex.: abaixo < a- + baixo, acertar < a- + certo + -ar) ou de privação, negação (ex.: atemporal < a- + temporal, assexuado < a- + sexuado), em que já não se trata de variação, mas de derivação.


Ver todas