PT
BR
Pesquisar
Definições



sapatinho

A forma sapatinhopode ser [derivação masculino singular de sapatosapato] ou [nome masculino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
sapatinhosapatinho
( sa·pa·ti·nho

sa·pa·ti·nho

)
Imagem

Portugal: MadeiraPortugal: Madeira

BotânicaBotânica

Designação dada a várias plantas orquidáceas do género Paphiopedilum, cuja flor tem um labelo com a forma de um saco ou da parte posterior de um sapato.


nome masculino

1. Sapato pequeno e delicado.

2. Espécie de jogo popular.

3. [Portugal: Madeira] [Portugal: Madeira] [Botânica] [Botânica] Designação dada a várias plantas orquidáceas do género Paphiopedilum, cuja flor tem um labelo com a forma de um saco ou da parte posterior de um sapato.Imagem = SAPATO-DE-VÉNUS

4. [Brasil] [Brasil] Planta medicinal da família das euforbiáceas.

etimologiaOrigem etimológica:sapato + -inho.
sapatosapato
( sa·pa·to

sa·pa·to

)
Imagem

Calçado que só cobre o pé ou parte do pé.


nome masculino

1. Calçado que só cobre o pé ou parte do pé.Imagem

2. [Antigo] [Antigo] [Jogos] [Jogos] Jogo em que os participantes usam um sapato para dar uma sapatada nas costas do participante que o procura, escondendo-o até este o encontrar e prosseguir da mesma forma.


saber onde aperta o sapato

[Informal] [Informal] Conhecer as causas de um problema, de uma dificuldade; saber onde aperta a fivela.

sapato de defunto

[Informal] [Informal] Promessa ou esperança incerta ou que demora para acontecer.

etimologiaOrigem etimológica:origem obscura.

Anagramas



Dúvidas linguísticas



Em palavras como emagrecer e engordar as terminações -er e -ar são sufixos ou desinências verbais de infinitivo? Se são o último caso, essas palavras não podem ser consideradas derivações parassintéticas...ou podem?
As terminações verbais -er e -ar são compostas pela junção de -e- (vogal temática da 2.ª conjugação) ou -a- (vogal temática da 1.ª conjugação), respectivamente, à desinência de infinitivo -r. Destas duas terminações, apenas -ar corresponde a um sufixo, pois no português actual usa-se -ar para formar novos verbos a partir de outras palavras, normalmente de adjectivos ou de substantivos, mas não se usa -er. Apesar de os sufixos de verbalização serem sobretudo da primeira conjugação (ex.: -ear em sortear, -ejar em relampaguejar, -izar em modernizar, -icar em adocicar, -entar em aviventar), há alguns sufixos verbais da segunda conjugação, como -ecer. Este sufixo não entra na formação do verbo emagrecer, mas entra na etimologia de outros verbos formados por sufixação (ex.: escurecer, favorecer, fortalecer, obscurecer, robustecer, vermelhecer) ou por prefixação e sufixação simultâneas (ex.: abastecer, abolorecer, amadurecer, empobrecer, engrandecer, esclarecer).

Dos verbos que menciona, apenas engordar pode ser claramente considerado derivação parassintética, uma vez que resulta de prefixação e sufixação simultâneas: en- + gord(o) + -ar. O verbo emagrecer deriva do latim emacrescere e não da aposição de prefixo e sufixo ao adjectivo magro.




Gostava que me dessem a expressão latina, e utilizada em português, "per seculum e seculorum..." se possível. Não sei se está correcta na forma apresentada, poderão corrigi-la?
A expressão latina deverá ser per saecula saeculorum. Esta é uma locução adverbial, formada pela preposição per “por”, pelo substantivo neutro saeculum no acusativo plural e pelo mesmo substantivo saeculum no genitivo plural e pode ser traduzida literalmente como “pelos séculos dos séculos” e, menos literalmente, como “para todo o sempre”. Relativamente ao substantivo saeculum, é possível a grafia saeclum e ainda, menos correctas, as grafias seculum e seclum.