Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
racionalracional | adj. 2 g. | s. m.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

ra·ci·o·nal ra·ci·o·nal
adjectivo de dois géneros
adjetivo de dois géneros

1. Dotado de raciocínio.

2. Que só se concebe pela razão.

3. Razoável, conforme à razão.

4. Fundado no raciocínio (opõe-se a empírico).

5. [Astronomia]   [Astronomia]  Diz-se do círculo máximo da esfera celeste cujo plano é perpendicular à vertical do lugar de observação.

6. [Matemática]   [Matemática]  Diz-se da quantidade cuja relação com a unidade pode ser expressa por algarismos.

substantivo masculino

7. Ser pensante (opõe-se a irracional).

8. Manual dos ofícios divinos que contém as razões históricas e místicas da liturgia.

9. Quadrado de estofo, ornado de doze pedras preciosas, que o sumo sacerdote dos judeus punha ao peito, nas grandes cerimónias de culto.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "racional" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Será que os senhores poderiam explicar porque no português europeu a locução verbal haver de + infinitivo não traz hífen (havemos de ...)?
No português europeu, por convenção e conforme o disposto na Base XXXI do Acordo Ortográfico de 1945, o verbo haver só deve ser ligado por hífen à preposição de nas suas formas monossilábicas, isto é, nas formas que têm apenas uma sílaba (hei-de, hás-de, há-de, hão-de). As restantes formas (em que se inclui havemos) não deverão ser ligadas por hífen.

Esta situação altera-se apenas com a entrada em vigor do Acordo Ortográfico de 1990, pois a Base XVII prevê a eliminação do hífen nas formas monossilábicas do verbo haver seguidas da preposição de (hei de, hás de, há de, hão de).




Já percebi que, com a entrada em vigor do acordo ortográfico de 1990, os nomes dos meses e das estações do ano passarão a ser escritos em minúsculas. O que eu não percebi é a razão dessa alteração. Alguém me pode esclarecer? Diga-se de passagem que também nunca percebi porque é que, desde o acordo ortográfico de 1945, os nomes dos dias da semana passaram a ser escritos com minúsculas... Será pela mesma razão?
O uso de maiúsculas está integrado num conjunto de regras ortográficas convencionadas. Neste caso, os nomes de meses e estações do ano passaram a ser considerados nomes comuns com o Acordo Ortográfico de 1990, atendendo ao seu paradigma morfológico e à aproximação ao paradigma dos dias da semana.

Relativamente aos nomes dos dias da semana e da sua grafia com minúscula já segundo o Acordo Ortográfico de 1945, Rebelo Gonçalves (Tratado de Ortografia da Língua Portuguesa, Coimbra: Atlântida Livraria Editora, 1947, p. 301) referia como único argumento que “ao contrário dos demais cronónimos, os nomes dos dias da semana escrevem-se, em obediência à tradição, com minúscula inicial”, o que não é minimamente esclarecedor, mas nos elucida sobre o tipo de lógica subjacente às convenções ortográficas.

pub

Palavra do dia

dúl·ci·do dúl·ci·do
(redução de dulcidão)
adjectivo
adjetivo

Que mostra doçura, afecto ou meiguice (ex.: dúlcidas palavras). = BRANDO, DOCE, MEIGO

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://dicionario.priberam.org/racional [consultado em 22-08-2019]