Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

querentes

masc. e fem. pl. de querentequerente
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

que·ren·te que·ren·te


(querer + -ente)
adjectivo de dois géneros
adjetivo de dois géneros

Que quer ou deseja.

pub

Parecidas

Anagramas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais

querentes ..

Em blogdorodrigocaldeira.blogs.sapo.pt

Não há em nenhum programa Televisivo, até mesmo escrito em determinados jornais que mesmo o nome do” Glorioso Benfica” não seja para aí chamado que o no me do Benfica ou de alguém ligado a esta grande Instituição que por isto ou por aquilo o seu nome não seja todos os dias e todo o momento para aí chamado. As Instituições…

Em footeboles.blogs.sapo.pt

São os eternamente querentes e os que jamais realizam algo em si..

Em mensagemdograal.blogs.sapo.pt

Rodeam-se de amigos e bem- querentes , é só palmadinhas nas costas, e quem não tiver nada de bom para...

Em Bairro do Oriente

* bom dia, querentes !!

Em 100querer...
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Gostaria de saber o aumentativo de balão (de ar) e de bala (de chupar).
O uso expressivo do grau aumentativo gera por vezes formas pouco frequentes, nem sempre registadas nos principais dicionários de língua, o que não invalida a sua boa formação. Assim, os substantivos balão e bala podem formar os aumentativos balãozão e balazona, respectivamente, ainda que relativamente informais. É ainda possível gerar outros aumentativos, seguindo processos igualmente regulares da língua para esse efeito; por exemplo, bala pode formar o aumentativo masculino balão (tal como boca e cadeira formam os aumentativos bocão e cadeirão), mas, como esta forma é homónima do substantivo masculino balão (“invólucro que contém ar”), é ambígua e pode originar má interpretação. Alternativamente, pode também utilizar adjectivos que traduzam a ideia de grandeza, como, por exemplo, grande ou enorme: bala enorme, balão grande, etc.



Por que o antropônimo Davi/David é grafado (pelo menos aqui no Brasil) sem a letra final d (por exemplo: nos textos bíblicos)? Será que nas demais línguas neolatinas isso também ocorre?
A grafia dos nomes próprios segue muitas vezes critérios um pouco diferentes da grafia dos nomes comuns. O Acordo Ortográfico de 1945 postula, por exemplo, que se mantenham sequências consonânticas estranhas à ortografia actual do português, como ph ou th, em formas de tradição bíblica, ou que as consoantes finais b, c, d, g e t se mantenham, quer sejam proferidas ou não, em nomes próprios como Jacob, Isaac, David ou Bensabat, cujo uso consagrou. Já o Formulário Ortográfico brasileiro postula que os nomes deverão ser sujeitos às mesmas regras dos nomes comuns, fazendo, no entanto, a ressalva de que quem quiser poderá manter a forma consuetudinária do seu nome. O Acordo Ortográfico de 1990, que susbtitui os textos legais anteriores, postula no ponto 5.º da Base I que nada impede que nomes como David sejam escritos sem a consoante final.

O antropónimo David deriva da palavra hebraica dawid, que significa “querido” ou “amado”, através do grego Dauíd e do latim David (cf. MACHADO, José Pedro, Dicionário Onomástico Etimológico da Língua Portuguesa, Lisboa, Livros Horizonte, 2003, p. 492). A forma Davi é uma variante de David por adaptação gráfica à pronúncia, pois o d final é frequentemente não pronunciado. As duas formas coexistem, como poderá verificar realizando uma pesquisa num motor de busca da Internet, apesar de a forma com o d final ser a mais frequente. Em línguas como o francês, o espanhol ou o inglês, a forma David é a mais comum, apesar de haver outras, como o italiano, que acrescentam um e final (Davide) para a adequar ao seu sistema ortográfico. Esta última forma, com o e final, é ainda possível no português (em Portugal, a Direcção Geral dos Registos e Notariados inclui-a na sua lista de nomes próprios autorizados) e mais consentânea do que a forma David com as regras ortográficas da língua portuguesa, pois, exceptuando alguns nomes próprios e estrangeirismos, não existem palavras terminadas em d.

pub

Palavra do dia

ad·vo·ca·tó·ri·o ad·vo·ca·tó·ri·o


(latim advocatus, -a, -um, particípio passado de advoco, -are, advogar + -ório)
adjectivo
adjetivo

1. Que serve para advogar ou defender.

2. Relativo a advocacia (ex.: honorários advocatórios).


SinónimoSinônimo Geral: ADVOCATÍCIO

Confrontar: avocatório.
pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/querentes [consultado em 19-05-2022]