Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

prisão

prisãoprisão | n. f.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

pri·são pri·são


(latim prehensio, -onis)
nome feminino

1. Acto de prender.

2. Captura.

3. Local onde se cumpre uma pena de detenção. = CADEIA, CÁRCERE, PENITENCIÁRIA, PRESÍDIO

4. Pena de detenção que um réu ou arguido tem de expiar na cadeia.

5. Estado de quem se acha preso. = DETENÇÃO, ENCARCERAMENTO

6. [Figurado]   [Figurado]  Qualquer coisa que restringe a liberdade. = LAÇO, OBSTÁCULO

7. Laço, vínculo, cadeia.

8. Corda que prende uma cavalgadura.

9. Dificuldade no movimento.

10. Coisa que enleva a alma, que a atrai e cativa, que a prende e a desvia de toda outra qualquer influência.

11. [Portugal: Madeira]   [Portugal: Madeira]  Artefacto usado para prender o cabelo ou para prender a roupa que está a secar.Ver imagem = MOLA


prisão de ventre
[Medicina]   [Medicina]  Dificuldade em defecar; constipação intestinal. = OBSTIPAÇÃO

prisão preventiva
[Direito]   [Direito]  Prisão de um suspeito como medida cautelar que visa geralmente evitar a fuga, a perturbação da investigação, a destruição de provas ou a continuação do crime.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "prisão" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

Aliás, o próprio Sérgio Casca, numa entrevista que deu depois de sair da prisão , quando lhe perguntaram o que pensava dos juízes que o condenaram

Em portugal contempor

A Tarde Homem é condenado a 16 anos de prisão por homicídio há 24 anos em Gandu Correio da Bahia Com golaço de Richarlison,...

Em Rede Brasil de Noticias - O Point da Informação

...- expresso na sentença que condenou o cabo Sérgio Casca a 20 anos de prisão efectiva pelo alegado homicídio de dois colegas da GNR -, do exame psicológico às...

Em portugal contempor

o segundo talvez seja, se ainda for vivo, esquecido numa prisão dos EUA..

Em Deriva das Palavras

...da comarca de Gandu condenou, dia 22, Jivanildo Lima Santos a 16 anos de prisão pelo homicídio de Márcio Trindade dos Reis..

Em Rede Brasil de Noticias - O Point da Informação
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


A dúvida é se o verbo parabenizar necessita de uma preposição. No caso seria "o Banco real parabeniza os ingressantes na UFU" ou "o Banco real parabeniza aos ingressantes à UFU"?
O verbo parabenizar, tal como os seus sinónimos congratular ou felicitar, é transitivo directo, conforme regista o Dicionário Priberam da Língua Portuguesa. Por outras palavras, este verbo utiliza-se imediatamente seguido de complemento directo, sem preposição, pelo que a frase correcta é o Banco real parabeniza os ingressantes na UFU. A confusão pode advir do facto de parabenizar ser parafraseável por dar os parabéns a, expressão que não dispensa a preposição, como se pode verificar pela seguinte substituição: o Banco real dá os parabéns aos ingressantes na UFU.



Gostaria de saber qual das expressões está correcta: "ensino à distância" (com o acento grave no "à" ou "ensino a distância" (sem acento e sem sentido de complemento directo). Sobretudo alguns utilizadores da língua no domínio informático insistem em não colocar o respectivo acento, argumentando que não se trata de uma distância conhecida. Este argumento é válido? Não se estará a quebrar o paradigma que podemos estabelecer com outras expressões que têm regências preposicionais semelhantes? Por exemplo: "fato à medida"; "ter à partida"; "à medida que". Não poderão surgir ambiguidades contextuais desnecessárias na língua. Será uma influência do Português do Brasil?
Apesar de alguns dicionários de língua portuguesa, como o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa, considerarem as locuções adverbiais a distância e à distância como sinónimas, também advertem para o facto de que tradicionalmente se tem feito a seguinte distinção: a locução a distância deve ser utilizada quando não se especifica a distância (ex.: viram o avião passar a distância) e a locução à distância quando há uma especificação numérica da mesma (ex.: o avião estava à distância de 3000 metros). Não nos parece existir uma razão lógica e argumentativamente sustentável para esta distinção, uma vez que há outros casos de locuções em que é utilizada a contracção da preposição a com o artigo definido (o, a, os, as), sem que haja uma pormenorização quantitativa (ex.: viram o barco ao longe; a camisa foi feita à medida; desequilibrou-se e caiu ao comprido; pôs as mãos ao alto). Pesquisas em corpora de textos portugueses indicam que estatisticamente a locução adverbial à distância é muito mais usada do que a distância.
pub

Palavra do dia

es·ca·dó·ri·o es·ca·dó·ri·o


(escada + -ório)
nome masculino

1. Escadaria que tem capelas em cada patamar.

2. [Informal]   [Informal]  Escada monumental.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/pris%C3%A3o [consultado em 27-11-2022]