Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

pais

paipai | n. m. | n. m. pl.
Será que queria dizer país?
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

pai pai


(latim pater, -tris, pai, avô)
nome masculino

1. Aquele que tem um ou mais filhos.

2. Homem que cria e educa criança ou adolescente que não foi gerado por ele mas com quem estabelece laços paternais e a quem pode estar ligado por vínculos jurídicos (ex.: os meninos foram sempre muito amigos do pai, que os adoptou quando se casou com a mãe deles).

3. Gerador; genitor; progenitor.

4. [Figurado]   [Figurado]  Criador; autor.

5. Protector, benfeitor.

6. [Moçambique]   [Moçambique]  Tratamento respeitoso dirigido a um homem. = SENHOR

7. [Moçambique]   [Moçambique]  Distribuidor de estupefacientes.


pais
nome masculino plural

8. O pai e a mãe (em qualquer espécie).

9. Avós e demais progenitores de uma família.


à pai Adão
[Informal]   [Informal]  Em pêlo, no estado de completa nudez.

nem o pai morre, nem a gente almoça
[Portugal, Informal]   [Portugal, Informal]  Expressão que designa os momentos de expectativa em que nada parece acontecer quando se espera o desfecho de alguma coisa.

o Pai
[Religião]   [Religião]  A primeira pessoa da Santíssima Trindade.

o primeiro pai
[Religião]   [Religião]  Adão.

os primeiros pais
[Religião]   [Religião]  Adão e Eva.

pai de família
Chefe da casa com mulher e filhos.

pai espiritual
O que dirige a consciência de alguém.

pai legítimo
Aquele cujos filhos nasceram de um casamento legítimo.

pai natal
Personagem folclórica baseada na história de S. Nicolau, geralmente representado como um homem rechonchudo, de longas barbas brancas, vestido de fato e gorro vermelho, que, em algumas culturas, se acredita distribuir presentes às crianças bem-comportadas na noite de Natal. (Com inicial maiúscula.)

Pessoa vestida dessa personagem.

pai natural
Aquele cujos filhos nasceram fora do lar conjugal.

pai putativo
Aquele que passa por ser pai dos filhos de que não é progenitor.

tal pai, tal filho
Expressão que indica que um indivíduo é muito parecido com o seu progenitor.

ter o pai alcaide
Ter por padrinho pessoa a quem não se recusa nada.


Ver também resposta à dúvida: plural de pai natal.
pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "pais" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

Isto é uma prova de confiança, frisam os Pais , tens que aproveitar ao máximo a oportunidade que te estamos a dar, concentra-te...

Em MINHA P

Sancho I , Mestre Julião Pais )..

Em Geopedrados

...Braziliense Brasil recebe 5,1 milhões de doses da Pfizer, maior entrega da farmacêutica ao País Valor Econômico Inflação em alta faz bancos centrais de países emergentes acelerarem ritmo de...

Em Rede Brasil de Noticias - O Point da Informação

Quanto Clara tinha 4 anos, os pais se divorciaram, e posteriormente Friedrich ganhou a custódia da menina..

Em Geopedrados

número de estudantes, acusados do crime nefando de afixarem cartazes a pedir que o país mudasse..

Em De Rerum Natura
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Em expressões como não análise, não excedente, não conhecimento, não aceitação, não provimento, etc., quando deve ser utilizado, ou não, o hífen?
A utilização do hífen em casos semelhantes aos apresentados é possível e até muito usual.

A palavra não, por se tratar de um advérbio, é uma palavra invariável usada geralmente para modificar um verbo (ex.: não comi), um adjectivo (ex.: pessoa não competente), outro advérbio (ex.: agindo não eficazmente) ou uma frase (ex.: não podemos deixar-nos adormecer) mas em geral não modifica substantivos. Por este motivo, é comum ligar este advérbio por hífen a um substantivo que se lhe segue, mas tal procedimento não é obrigatório, nem é regulado por qualquer indicação nos textos legais em vigor para a língua portuguesa.

O que é dito sobre o hífen no Acordo Ortográfico de 1945 (válido para o português europeu, mas muito semelhante ao que é dito no Formulário Ortográfico de 1943, válido para o português do Brasil) é bastante vago e nada esclarecedor sobre este assunto: “Emprega-se o hífen nos compostos em que entram, foneticamente distintos (e, portanto, com acentos gráficos, se os têm à parte), dois ou mais substantivos, ligados ou não por preposição ou outro elemento, um substantivo e um adjectivo, um adjectivo e um substantivo, dois adjectivos ou um adjectivo e um substantivo com valor adjectivo, uma forma verbal e um substantivo, duas formas verbais, ou ainda outras combinações de palavras, e em que o conjunto dos elementos, mantida a noção da composição, forma um sentido único ou uma aderência de sentidos.” (Base XXVIII [sublinhado nosso]).

O Acordo Ortográfico de 1990 não altera nada a este respeito.

O uso do hífen coloca então muitas dúvidas aos utilizadores da língua, pois não obedece geralmente a critérios lógicos, mas antes a convenções e muitas vezes é justificado devido à tradição de registo em dicionários de língua que funcionam como referência. Neste âmbito, surgem em muitos dicionários entradas com o elemento não- seguido de adjectivos, substantivos e verbos, mas como, em teoria, qualquer palavra de uma destas classes poderia ser modificada pelo advérbio não, o registo de todas as formas possíveis seria impraticável e de muito pouca utilidade para o consulente.

Em conclusão, podemos afirmar que o uso do hífen é possível para ligar o advérbio não a um substantivo; o uso do hífen para ligar o advérbio não a classes que são habitualmente modificadas por advérbios (verbos, adjectivos, advérbios) parece ser desnecessário, dadas as características da classe adverbial, mas nada o impede.




Gostaria de saber se a palavra "pixel" existe em português e qual é o seu plural. Em muitas ocasiões aparece "pixeis" mas sendo uma palavra de origem inglesa o seu plural não deveria ser "pixels"?
A palavra pixel é um estrangeirismo proveniente do inglês que já faz parte do léxico do português, encontrando-se registada em dicionários de língua portuguesa, e cujo plural deve respeitar a flexão da sua língua de origem (pixels).

Como acontece com muitos estrangeirismos, a par da forma da língua inglesa surge igualmente uma forma aportuguesada, píxel, com uma adaptação ortográfica para adequar a acentuação gráfica (uma palavra portuguesa acabada em -l, se não tiver acento gráfico, será acentuada na última sílaba – ex.: papel, pincel – e não na penúltima, como em xel). Se se optar pelo aportuguesamento píxel, a flexão plural regular deverá ser píxeis (à semelhança de outras palavras com o mesmo contexto ortográfico, como nível ou amável). A forma *pixeis (sem acento gráfico) não corresponde ao plural de nenhuma das formas referidas (nem do estrangeirismo original, nem da forma aportuguesada), pelo que não deverá ser usada.

Como forma alternativa a pixel ou píxel, poderá ser usada ainda a palavra ponto, que vem sendo usada com o significado de pixel ou píxel, isto é, "unidade mínima de uma imagem digital".

pub

Palavra do dia

za·gai·ar za·gai·ar

- ConjugarConjugar

(zagaia + -ar)
verbo transitivo

1. Arremessar zagaia, tipo de lança curta.

2. Ferir ou matar com esse tipo de lança.

verbo transitivo e intransitivo

3. [Pesca]   [Pesca]  Pescar com zagaia, tipo de engodo artificial.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/pais [consultado em 27-09-2021]