Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub

ladrem

3ª pess. pl. pres. conj. de ladrarladrar
3ª pess. pl. imp. de ladrarladrar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

la·drar la·drar

- ConjugarConjugar

verbo intransitivo

1. Soltar latidos.

2. [Figurado]   [Figurado]  Gritar; ralhar.

verbo transitivo

3. [Popular]   [Popular]  Proferir.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "ladrem" para: Espanhol | Francês | Inglês

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

Se detectarem algo de suspeito, ladrem , carago, ladrem !!

Em Pinceladas Gloriosas

Nada-zero importa o que dele pensem ou ladrem ..

Em daniel abrunheiro

“ Esperar que numa situação de alta tensão com aquela os cães não ladrem , é simplesmente

Em otempoemquevivemosotempoemquevivemos.blogs.sapo.pt

Ladrem à vontade!!

Em regalias

...evitam ainda que eles se atirem a outros cães, que possam ser atropelados, que ladrem a desconhedidos (há quem tenha fobia a cães), etc..

Em Palavras Soltas...
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Gostaria de saber se existe alguma regra de fonética para o plural de palavras tais como: fogo, poço, jogo... É que eu fui ensinado a pronunciar: fógos, póços, jógos... ao invés de fôgos, pôços, jôgos... (os acentos estão só como indicadores de fonética). É que recentemente tenho ouvido alguns jornalistas pronunciar estas palavras com entoação "ô"...? Agradecia que me esclarecessem esta dúvida.
Não existe oficialmente nenhuma regra fonética em português que dê conta da alternância vocálica entre o singular e o plural de palavras como fogo, poço, jogo, contorno, despojo, esforço, imposto, ovo, tijolo, troço.

As gramáticas e os prontuários incluem estas palavras em listas de vocábulos cuja vogal tónica, no singular, é o o fechado /ô/ mas que no plural se transforma em o aberto /ó/. Há, no entanto, muitos casos em que o singular e o plural mantêm o mesmo o fechado, como por exemplo acordo(s) /ô/, gosto(s) /ô/ ou sopro(s) /ô/ (pode encontrar mais exemplos na Nova Gramática do Português Contemporâneo, de Celso Cunha e Lindley Cintra, p. 184). Essas listas são relativamente extensas e difíceis de memorizar, o que pode estar na origem de dúvidas relativas à pronúncia desses termos.

Na sua Moderna Gramática Portuguesa (p. 124), Evanildo Bechara afirma que se tem recorrido à etimologia latina desses termos e ao paralelismo com a língua espanhola para desfazer hesitações de pronúncia, mas que tal não esclarece todas as dúvidas.

No artigo "Histórias de O", Ernesto d'Andrade faz a revisão de vários estudos desta alternância em português e fornece uma análise mais técnica, com base fonológica, deste fenómeno.

O Dicionário Priberam da Língua Portuguesa contém indicações de pronúncia, tanto no singular, quanto no plural dessas palavras.




A entrada de "vir", no sentido de "atingir o orgasmo", está classificada como verbo pronominal. Não será reflexo?
O Dicionário Priberam, como a maioria dos dicionários com subclassificação dos verbos, utiliza a classificação “verbo pronominal” para classificar:

1) a voz pronominal reflexa em casos de verbos transitivos em que a acção é realizada e sofrida pelo sujeito e o pronome pessoal corresponde a um complemento directo ou a um complemento indirecto (ex.: ele lavou-se).

2) a voz pronominal reflexa recíproca em casos de verbos transitivos que exprimem uma acção mútua por parte de um sujeito plural, complexo ou colectivo e em que o pronome pessoal corresponde a um complemento directo (ex.: eles agrediram-se).

3) verbos que contêm um pronome pessoal (chamado inerente) que não tem valor reflexo, recíproco, impessoal ou passivo, nem qualquer função sintáctica, mas que corresponde a uma propriedade lexical do próprio verbo; a acção é da responsabilidade do sujeito, mas não recai sobre si próprio (ex.: ele riu-se).

O verbo vir, na acepção “atingir o orgasmo”, parece enquadrar-se no grupo 3), razão pela qual, na nossa opinião, não deve classificar-se como reflexo mas sim como pronominal.

pub

Palavra do dia

lo·ri·ga lo·ri·ga


(latim lorica, -ae, cota de malha, couraça, parapeito, barreira, trincheira)
nome feminino

1. [Armamento]   [Armamento]  Saio de malha com lâminas de metal, na armadura.

2. [Armamento]   [Armamento]  Couraça.

3. Acto de ajudar. = AMPARO, AUXÍLIO

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/ladrem [consultado em 01-08-2021]