Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

fiáramos

1ª pess. pl. pret. m.-q.-perf. ind. de fiarfiar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

fi·ar fi·ar 1

- ConjugarConjugar

(latim *fidare, de fido, -ere, ter confiança em, crer com confiança que)
verbo transitivo e pronominal

1. Ter fé ou confiança em; dar crédito a (ex.: fiou que aquilo era verdade; não me fio nele; fiou-se que ele era honesto). = ACREDITAR, CONFIAR

verbo transitivo

2. Assumir a responsabilidade por.

3. Entregar com confiança (ex.: fiou-lhe a casa e os bens).

4. Dar como empréstimo (ex.: fiaram-lhe dinheiro, porque sabem que ele paga sempre). = EMPRESTAR

5. Ser fiador de (ex.: os pais fiaram a compra da casa do filho). = ABONAR, AFIANÇAR

verbo transitivo e intransitivo

6. Vender a crédito (ex.: o merceeiro fia a alguns clientes fixos; a loja já não fia).


fi·ar fi·ar 2

- ConjugarConjugar

(latim filo, -are, fazer correr um fio, operar pouco a pouco)
verbo transitivo e intransitivo

1. Reduzir ou torcer qualquer matéria filamentosa até formar um fio.

verbo transitivo

2. Fazer tecido ou trama. = TECER, TRAMAR, URDIR

3. Planear acção ou intriga. = MAQUINAR, TRAMAR, URDIR

4. Puxar à fieira; fazer arame a partir de.

5. [Carpintaria]   [Carpintaria]  Serrar pelo meio, longitudinalmente (ex.: fiar a tábua).

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "fiáramos" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

Prouvera a vossa Divina Majestade que nunca saíramos de Portugal, nem fiáramos

Em A bem da Nação

Prouvera a vossa Divina Majestade que nunca saíramos de Portugal, nem fiáramos

Em A bem da Nação

Prouvera a vossa Divina Majestade que nunca saíramos de Portugal, nem fiáramos

Em A bem da Nação

...ao próprio Deus: «Prouvera a vossa Divina Majestade que nunca saíramos de Portugal, nem fiáramos nossas vidas às ondas e aos ventos, nem conhecêramos ou

Em teste

Prouvera a vossa Divina Majestade que nunca saíramos de Portugal, nem fiáramos nossas vidas às ondas e aos ventos, nem conhecêramos ou puséramos os pés em...

Em Cidadania da CPLP
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


No vosso sítio da Internet, no dicionário on-line aparece o "S.M." em todas as pesquisas. Mas que quer dizer o S.M.? Segundo o vosso dicionário é uma abreviatura! Mas que quê? De “Sua Majestade” não me parece!
A abreviatura s. m. é redução de substantivo masculino e corresponde à classificação morfológica da palavra pesquisada (a par de muitas como s. f., substantivo feminino, ou adj., adjectivo, por exemplo).

Quando o utilizador faz uma pesquisa (por exemplo, https://dicionario.priberam.org/endémico), surge como resultado um conjunto de palavras, a respectiva classificação abreviada e o início da definição. Quando o utilizador consulta o significado de uma palavra (por exemplo, https://dicionario.priberam.org/endémico), se passar com o cursor do rato por cima de qualquer a abreviatura, aparece a sua extensão, para facilitar a consulta.

Poderá ainda consultar as abreviaturas utilizadas no dicionário na secção Abreviaturas, a que pode aceder clicando no quarto separador na barra cinzenta clara ao alto da página (a seguir a Página Principal | Sobre o dicionário | Como consultar).




Tenho uma dúvida persistente sobre a pronúncia de algumas palavras que mudam a pronúncia do /ô/ por /ó/, como em ovo e ovos quando no plural. Existe alguma regra que me ajudaria nisto, haja visto que procurei em alguns dicionários e não encontrei referência alguma? Minhas maiores dúvidas são com respeito ao plural das palavras rosto, gostoso e aborto.

A letra o destacada em rosto(s) e em aborto(s) pronuncia-se [o] (no alfabeto fonético, o símbolo [o] lê-se ô), vogal posterior semifechada, como a letra o da primeira sílaba de boda(s). Nestes casos, e contrariamente ao caso de ovo/ovos, não existe alternância vocálica entre o singular e o plural (a este respeito, veja-se a resposta plural com alteração do timbre da vogal tónica).

No caso de gostoso, há uma ligeira diferença entre a norma portuguesa e a norma brasileira: em Portugal a primeira sílaba pronuncia-se g[u]s- e no Brasil pronuncia-se g[o]s- (lê-se ô), quer no singular quer no plural. Por outro lado, e tanto no português europeu como no brasileiro, as palavras formadas com o sufixo -oso [ozu] (lê-se ô) alteram no plural para -osos [ɔzuʃ] (lê-se ó): assim, em Portugal pronuncia-se gostoso [guʃ'tozu] no singular e gostosos [guʃ'tɔzuʃ] no plural; no Brasil lê-se gostoso [gos'tozu] no singular e gostosos [gos'tɔzus] no plural.

Existem dicionários, como o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea (Lisboa: Academia das Ciências de Lisboa/Verbo, 2001) ou o Grande Dicionário – Língua Portuguesa (Porto: Porto Editora, 2004), que possuem transcrição fonética, geralmente de acordo com a norma de Lisboa e do Centro, de quase todas as palavras a que dão entrada (no caso do Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências também são transcritos plurais com alternância vocálica ou com outras irregularidades fonéticas), pelo que poderão constituir um instrumento de apoio para a resolução de dúvidas como esta.


pub

Palavra do dia

ber·bi·ca·cho ber·bi·ca·cho


(origem duvidosa)
nome masculino

[Portugal, Informal]   [Portugal, Informal]  Coisa ou situação complexa, difícil (ex.: mas que grande berbicacho; ainda há uns berbicachos para resolver). = BARBICACHO, EMPECILHO, PROBLEMA

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/fi%C3%A1ramos [consultado em 04-12-2021]