Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
crachecrache | s. m.
1ª pess. sing. pres. conj. de cracharcrachar
3ª pess. sing. imp. de cracharcrachar
3ª pess. sing. pres. conj. de cracharcrachar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

cra·che cra·che
(inglês crash)
substantivo masculino

1. [Economia]   [Economia]  Descida súbita e generalizada do preço das acções em bolsa (ex.: sobreviveu a mais um crache bolsista). = CRAQUE

2. [Economia]   [Economia]  Ruína financeira. = BANCARROTA, CRAQUE, FALÊNCIA

3. [Informática]   [Informática]  Falha no funcionamento de um programa ou de um computador. = ESTOURO


cra·char cra·char - ConjugarConjugar
(inglês crash, choque, colisão + -ar)
verbo transitivo e intransitivo

[Informal]   [Informal]   [Informática]   [Informática]  Causar ou sofrer uma falha de funcionamento. = ESTOURAR

pub

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Gostaria de saber se o feminino de anjo é anja e se está certo.
Não entrando na questão do sexo dos anjos (serão ou não seres assexuados?), a palavra anjo é um substantivo sobrecomum, isto é, tem um só género gramatical (é masculina: o anjo era bonito) mas designa indivíduos de ambos os sexos, não apresentando por isso uma forma feminina *anja.

O mesmo se passa, aliás, com os substantivos femininos pessoa, testemunha ou vítima, por exemplo, que designam ambos os sexos, não existindo as formas masculinas *pessoo ou *vítimo e correspondendo testemunho a outro significado, que não o feminino de testemunha.

Nestes casos, quando se quer discriminar o sexo do indivíduo, usa-se uma expressão como a pessoa do sexo feminino, a testemuna masculina, a vítima do sexo masculino. O mesmo se poderá fazer no caso de anjo: o anjo do sexo feminino.




Qual é o género da palavra própolis? Tanto quanto sei, é apenas substantivo feminino, apesar de haver quem use a palavra como sendo masculina mas, quanto a mim, de forma errada.
A classificação da palavra própolis (o própolis ou a própolis) não é consensual nas principais obras lexicográficas portuguesas.

Com efeito, no Grande Dicionário da Língua Portuguesa (10.ª ed., Lisboa: Editorial Confluência, 12 vol., 1949-1959), de António de Morais Silva, própolis é classificada apenas como substantivo masculino. A mesma opção é seguida por José Pedro Machado no Grande Dicionário da Língua Portuguesa (12 vol., Porto: Amigos do Livro Editores, 1981) mas, no Grande Vocabulário da Língua Portuguesa (Lisboa: Âncora Editora, 2001), do mesmo autor, já se encontra própolis com indicação: “s. m. e s. f.”. Não se pense porém que a indicação dos dois géneros é recente, pois o Dicionário de Língua Portuguesa (10.ª ed., 2 vol., Lisboa: Livraria Bertrand, 1949), de Cândido de Figueiredo, já registava essa opção. Na tradição lexicográfica brasileira a questão não é problemática, já que tanto própolis como própole são considerados substantivos femininos ou substantivos masculinos.

Pesquisas em corpora e em motores de busca da Internet revelam que o emprego de própolis como substantivo feminino é mais frequente mas que também existem ocorrências muito significativas de própolis como substantivo masculino. A flutuação de género que se verifica no uso real da língua e na própria dicionarização da palavra justifica a classificação de própolis como substantivo feminino ou masculino de dois números.

pub

Palavra do dia

jor·gen·se jor·gen·se
([São] Jorge, topónimo + -ense)
adjectivo de dois géneros
adjetivo de dois géneros

1. Relativo ou pertencente à ilha de São Jorge, no arquipélago dos Açores.

substantivo de dois géneros

2. Natural ou habitante da ilha de São Jorge.

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://dicionario.priberam.org/crache [consultado em 23-04-2019]