PT
BR
Pesquisar
Definições



carro

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
carrocarro
( car·ro

car·ro

)
Imagem

Parte da máquina de escrever que se desloca lateralmente.


nome masculino

1. Veículo de rodas para transporte de pessoas ou mercadorias (ex.: carro de bois).

2. Veículo com motor próprio, geralmente com quatro rodas, destinado a transporte de passageiros ou de carga. = AUTOMÓVEL

3. Vagão que corre sobre carris. = CARRUAGEM

4. Bobina para enrolar fios. = CARRETE, CARRETEL, CARRINHO

5. [Figurado] [Figurado] Dependência, sujeição.

6. [Tipografia] [Tipografia] Parte móvel de uma máquina de impressão.

7. Parte da máquina de escrever que se desloca lateralmente.Imagem

8. [Marinha] [Marinha] Parte da popa que indica a altura da água que tem o leme.

9. [Marinha] [Marinha] Parte mais grossa e inferior da verga de mezena.

10. Ventre da lagosta.

11. [Regionalismo] [Regionalismo] Quarenta (falando-se dos anos de idade).


carro celular

[Portugal] [Portugal] Viatura de polícia, com compartimento traseiro fechado, usada para transportar presos. (Equivalente no português do Brasil: camburão.)

carro da bomba

[Antigo] [Antigo] Veículo dos bombeiros, geralmente equipado com reservatório e bomba de água.

carro de assalto

[Militar] [Militar]  O mesmo que carro de combate.

carro de cesto

[Portugal: Madeira] [Portugal: Madeira] Espécie de tobogã para dois passageiros, conduzido por dois carreiros, que o manobram com cordas numa ladeira íngreme.Imagem

carro de combate

[Militar] [Militar]  Veículo automotor blindado, geralmente com lagartas e armado com metralhadoras, canhões, lança-chamas, mísseis, etc.

carro de manchego

[Artilharia] [Artilharia]  Carro de munição da artilharia.

carro de mão

Veículo com apenas uma roda dianteira, geralmente com duas barras na parte de trás para ser empurrado e usado para transportar materiais.Imagem = CARRINHO DE MÃO

carro de praça

Carro de aluguer. = TÁXI

carro eléctrico

Viatura urbana de transporte de passageiros, geralmente com apenas uma composição, movida por electricidade e que circula sobre carris de ferro.Imagem = ELÉCTRICO, TRÂMUEI

[Automóvel] [Automóvel]  Automóvel movido a electricidade.

pôr o carro à frente dos bois

[Informal] [Informal] Fazer algo fora da ordem normal ou habitual; precipitar-se, invertendo a ordem ou o procedimento esperados.

pôr o carro adiante frente dos bois

[Informal] [Informal] O mesmo que pôr o carro à frente dos bois.

etimologiaOrigem etimológica:latim carrus, -i, carro de quatro rodas, carroça.
Colectivo:Coletivo:Coletivo:carraria, carriagem.

Auxiliares de tradução

Traduzir "carro" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



Peço auxílio para a composição de palavras com prefixos gregos e latinos. Quando são em justaposição e quando são em aglutinação? Minha dúvida neste momento é com a palavra intra + esclerótico.
A existência ou não de hífen depois de prefixos gregos e latinos é difícil de sistematizar em poucas linhas, pois isso difere consoante os prefixos (há até divergências ligeiras entre a norma europeia e a norma brasileira do português, por serem diferentes as obras de maior referência neste aspecto).

No caso de intra- (este caso aplica-se também aos prefixos contra-, extra-, infra-, supra- e ultra-), de acordo com a Base XXIX do Acordo Ortográfico de 1945, deve usar-se hífen antes de palavras iniciadas por vogal (ex.: intra-arterial, intra-ocular), h (ex.: intra-hepático), r (ex.: intra-raquidiano) ou s (ex.: intra-sinovial). Assim sendo, deve escrever-se intra-esclerótico segundo o Acordo Ortográfico de 1945, para o português de Portugal, ou o Formulário Ortográfico de 1943, para o português do Brasil.

Com a aplicação do Acordo Ortográfico de 1990, e segundo a Base XVI, o prefixo intra- (assim como todos os prefixos ou elementos prefixais com o mesmo contexto ortográfico, isto é, terminados na letra a) deve aglutinar-se sempre com o elemento seguinte (ex.: intraocular), excepto se este começar por a (ex.: intra-arterial) ou h (ex.: intra-hepático). No caso de o elemento seguinte começar por r ou s, essas consoantes devem ser dobradas (ex.: intrarraquidiano, intrassinovial). Assim sendo, deve escrever-se intraesclerótico segundo o Acordo Ortográfico de 1990.




Qual a forma correcta de dizer em português: biossensor ou biosensor?
A grafia correcta, apesar de não se encontrar registada em nenhum dos dicionários por nós consultados, deverá ser biossensor, por analogia com outras palavras formadas a partir do prefixo de origem grega bio-, que exprime a noção de “vida”: biossatélite, biossintético, biossistema, etc. Este comportamento é também análogo ao de alguns prefixos terminados em o, como sejam retro-, socio- e tecno-, que obrigam à duplicação do r e do s quando o elemento ao qual se apõem se inicia por uma dessas consoantes.