Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

afinado

afinadoafinado | adj.
masc. sing. part. pass. de afinarafinar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

a·fi·na·do a·fi·na·do


(particípio de afinar)
adjectivo
adjetivo

1. Que se afinou.

2. Que está no devido tom (falando-se de instrumentos musicais ou da voz).

3. Que está bem regulado e a funcionar sem problemas (ex.: o motor afinado do carro).

4. Em boas condições ou bem preparado.

5. Apurado; requintado.

6. [Portugal, Informal]   [Portugal, Informal]  Irritado; zangado.

7. [Portugal: Beira, Minho]   [Portugal: Beira, Minho]  Perspicaz, sagaz.


a·fi·nar a·fi·nar

- ConjugarConjugar

(a- + fino + -ar)
verbo transitivo, intransitivo e pronominal

1. Tornar ou tornar-se fino ou mais fino. = ADELGAÇAR

verbo transitivo

2. Depurar, purificar (ex.: afinar o ouro).

3. [Música]   [Música]  Ajustar o tom de; temperar (a voz ou o instrumento) (ex.: afinar uma guitarra).

verbo transitivo e pronominal

4. [Figurado]   [Figurado]  Tornar ou tornar-se melhor ou mais perfeito. = APERFEIÇOAR, APRIMORAR, APURAR

verbo transitivo e intransitivo

5. [Portugal]   [Portugal]  Ficar zangado ou irritado com (ex.: afinou com ele por causa do barulho). = IRRITAR-SE, ZANGAR-SE

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "afinado" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

afinado , não dando qualquer hipótese à

Em Clube Slot de Braga

O Paulo Alexandre apresentou-se um prova com um Porsche muito bem afinado , tendo uma luta fantástica

Em Clube Slot de Braga

...depois, deu-se início a Santa Missa, celebrada segundo o rito estacional ao som do afinado Coro Vozes da Penha, preparado excepcionalmente para a ocasião..

Em Blog da Sagrada Família

...mesma foi dominada pelo Salvador Magalhães, o qual alinhou com um Subaru muito bem afinado e venceu a manga com 4 voltas de vantagem..

Em Clube Slot de Braga

coro afinado qual Live Aid da informação, contra a barbaridade de tais atos por via informática..

Em O INDEFECTÍVEL
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


No programa de hoje da R.T.P. " Bom Dia Portugal" na rubrica "Em bom português", questiona-se se deve dizer: duzentas gramas ou duzentos gramas? Afirma-se que a resposta correcta é: "duzentos gramas" porque grama é um submúltiplo do quilograma. Ora, eu tenho apenas a quarta classe do ensino primário de 1951, mas nesse tempo aprendi que grama, metro, caloria, etc. são unidades e quilograma, quilómetro, quilocaloria, etc, são múltiplos com mil unidades. Como gosto de falar o melhor Português, (dentro das minhas limitações literárias) gostaria de obter uma explicação, mais convincente ou de saber se, pela mesma razão, deve dizer-se "duzentos calorias"?
De facto, o argumento referido é pouco claro. O motivo por que a resposta é "duzentos gramas" é porque grama, enquanto unidade de medida, é um substantivo masculino, como pode verificar seguindo a hiperligação para o Dicionário Priberam da Língua Portuguesa. É por essa razão que quilograma, formado pela junção do prefixo quilo- ao substantivo grama, é masculino, e não o contrário.



Ao considerar a palavra Aristo uma palavra do dicionário português (honra seja feita à marca austríaca desde 1862) não estamos a incorrer no erro de usar uma marca para definir algo? Imaginem: Em vez de significado de gasosa com sabor a cola, usarmos uma das marcas que exstem no mercado. Ainda mais injusto quando uma das referências que existe é: ... aristo tipo"rotring" ... (Rötring, como sabemos outra marca, desta vez alemã).
No Dicionário Priberam (e nos dicionários gerais de língua) são registadas como entradas palavras de uso corrente. A lexicalização de nomes próprios, nomeadamente de marcas comerciais, é um fenómeno linguístico e acontece por uma derivação metonímica, nomeadamente quando uma marca passou a designar genericamente objectos análogos.
São exemplos deste fenómeno palavras como cotonete, creolina, gilete, jipe, licra, rímel, roscofe, velcro ou vespa, entre outros, e também o caso de aristo (ex.: a lista de material escolar inclui um aristo; secção de réguas, esquadros, aristos e transferidores). Não é exclusivo do português e pode assumir comportamento diferente mesmo dentro da mesma língua (por exemplo, esferovite/isopor, respectivamente no português de Portugal/português do Brasil).
Nesses casos, a palavra é registada no Dicionário Priberam com minúscula e na etimologia da palavra é referida como marca registada a palavra da qual derivou, na sua grafia original, geralmente com maiúscula inicial (como é o caso de Aristo). A lexicalização de uma marca é um critério seguido pela tradição lexicográfica para a sua dicionarização e são excluídos juízos de valor, mas é claro que cada falante ou utilizador da língua faz as suas escolhas, consoante as suas preferências ou conveniências ou o seu conhecimento linguístico, e poderá sempre optar por outra palavra que não tenha esta origem.

Como curiosidade, podemos referir que no Dicionário Priberam, no espaço de um ano (entre Julho de 2020 e Julho de 2021), foram feitas cerca de 1650 pesquisas por aristo, tendo mais de um quinto destas pesquisas sido feitas em Setembro de 2020, correspondendo ao início do ano escolar.

pub

Palavra do dia

pi·na·co·te·ca |é|pi·na·co·te·ca |é|


(latim pinacotheca, -ae, do grego pinakothêke, -és)
nome feminino

1. Museu de obras de pintura.

2. Colecção de obras de pintura.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/afinado [consultado em 18-05-2022]