PT
BR
Pesquisar
Definições



calar

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
calarcalar
( ca·lar

ca·lar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo intransitivo e pronominal

1. Não falar.

2. Não produzir som ou ruído.

3. Penetrar.


verbo transitivo

4. Não dizer.

5. Impor silêncio a.

6. Reprimir, conter.

7. Encetar, geralmente para provar.

8. Meter no fundo.

9. Colocar em lugar próprio.

10. [Regionalismo] [Regionalismo] Cortar as medranças dos melões e melancias para que bracejem para os lados.

11. Fazer abertura ou corte em certos frutos, geralmente para provar ou ver se estão maduros (ex.: calar a melancia).

12. Abrir entalhe ou cala. = FENDER, RASGAR

13. [Pesca] [Pesca] Lançar à água uma rede de galeão.

14. Fazer descer (ex.: o cavaleiro calou a viseira). = ABAIXAR


verbo intransitivo

15. [Náutica] [Náutica] Ter determinado calado; ocupar determinado espaço abaixo da linha de flutuação (ex.: o caiaque cala muito pouco).


verbo pronominal

16. Deixar de falar.

17. Deixar de fazer ruído.

18. Morrer.

19. Ficar na sua.

etimologiaOrigem etimológica:latim vulgar *callare.

Auxiliares de tradução

Traduzir "calar" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



Na frase "aja como homem e pense como mulher", devo usar aja ou haja de agir? Qual é o correto?
Na frase que menciona, Aja como homem e pense como mulher, o termo correcto é aja, forma verbal (3ª pessoa do singular do imperativo, podendo também ser 1ª ou 3ª pessoa do singular do presente do conjuntivo [subjuntivo, no Português do Brasil]) de agir. É uma forma homófona, i.e., lê-se da mesma maneira mas escreve-se de modo diferente de haja, forma verbal (1ª ou 3ª pessoa do singular do presente do conjuntivo [subjuntivo, no Português do Brasil] e 3ª pessoa do singular do imperativo) de haver. Para as distinguir, talvez seja útil ter presente que pode substituir a forma aja (do verbo agir) por actue – “Aja/actue como um homem e pense como uma mulher” – e a forma haja (do verbo haver) por exista – “Haja/exista paciência!”.



Em "Ninguém te vai agradecer", qual a função sintáctica de te? Será complemento indirecto?
O pronome pessoal te pode desempenhar função de complemento directo (ex.: vi-te ontem) ou de complemento indirecto (ex.: dei-te um beijo). No caso em apreço, o pronome te desempenha a função de complemento indirecto, uma vez que corresponde à pronominalização de uma construção do verbo agradecer como transitivo indirecto, com a preposição a (agradecer-te = agradecer a ti), podendo ocorrer com um complemento directo (ex.: ninguém te vai agradecer o favor = ninguém to vai agradecer).
Para determinar a função sintáctica deste pronome, é útil substituir a segunda pessoa gramatical (tu > te) pela terceira (ele > o/lhe), pois neste caso o complemento directo e o complemento indirecto têm formas diferentes, o para o complemento directo, lhe para o complemento indirecto (ex.: ninguém vai agradecer o favor ao rapaz > ninguém lhe vai agradecer o favor / *ninguém o vai agradecer o favor; o asterisco indica agramaticalidade).

Para dúvidas deste teor, poderá consultar uma obra como o Dicionário Gramatical de Verbos Portugueses, dirigido por João Malaca CASTELEIRO (Lisboa: Texto Editores, 2007), que contém a explicitação das funções sintácticas de cada verbo.