PT
BR
Pesquisar
Definições



clara

A forma clarapode ser [feminino singular de claroclaro] ou [nome feminino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
claraclara
( cla·ra

cla·ra

)
Imagem

Albumina que envolve a gema do ovo; branco do ovo.


nome feminino

1. Albumina que envolve a gema do ovo; branco do ovo.Imagem

2. Membrana externa branca do olho; branco do olho. = ESCLERÓTICA

3. Clareira.

4. [Marinha] [Marinha] Abertura por onde passa um cabo ou uma volta de trinca.


às claras

Sem rebuço, diante de todos.

claras em castelo

[Portugal] [Portugal] [Culinária] [Culinária]  Claras de ovos batidas até ficarem com consistência espumosa.

claras em neve

[Brasil] [Brasil] [Culinária] [Culinária]  O mesmo que claras em castelo.

claroclaro
( cla·ro

cla·ro

)


adjectivoadjetivo

1. Que se vê bem (ex.: contornos claros; imagem clara). = DISTINTO, NÍTIDODIFUSO, INDISTINTO, IMPRECISO, TURVO

2. Que vê bem (ex.: visão clara).TURVO

3. Que deixa ver bem (ex.: água clara; vidros claros). = LÍMPIDO, TRANSLÚCIDO, TRANSPARENTEESCURO, TURVO

4. Que se ouve bem (ex.: voz clara). = DISTINTO, NÍTIDODIFUSO, INDISTINTO

5. Que tem boa claridade (ex.: noite clara; quarto claro). = ILUMINADOESCURO, OBSCURO, SOMBRIO

6. De cor muito pouco carregada ou pouco intensa, aproximando-se do branco (ex.: roupa clara; tom claro de cinza).ESCURO

7. Não trigueiro; de tonalidade pouco escura (ex.: olhos claros; pele clara).

8. Que se entende bem (ex.: explicação clara). = INTELIGÍVEL, TRANSPARENTECOMPLICADO, CONFUSO, DIFÍCIL, INCOMPREENSÍVEL, HERMÉTICO, OBSCURO

9. Que se pode ver ou verificar (ex.: fez um sinal claro de que estava de acordo; apresentaram provas claras). = EVIDENTE, EXPLÍCITO, INEQUÍVOCO, MANIFESTO, NOTÓRIO, ÓBVIODÚBIO, DUVIDOSO

10. Sem nuvens (ex.: céu claro). = ABERTO, DESANUVIADO, LÍMPIDO, LIMPO, SERENOANUVIADO, CINZENTO, ENEVOADO, ESCURO, NEBULOSO, NUBLADO

11. [Linguagem poética] [Linguagem poética] Que se distingue pelas suas qualidades positivas. = ILUSTRE, ÍNCLITO, NOTÁVEL, PRECLAROVIL

12. [Tauromaquia] [Tauromaquia] Diz-se do touro que se conserva bravo até ao fim da lide. = BOIANTE, FRANCO


nome masculino

13. Parte mais iluminada de um objecto, de um quadro.ESCURO

14. Ponto em que rareia ou não há o que existe em redor (ex.: claros na floresta). = CLAREIRA

15. [Tipografia] [Tipografia] Espaço não preenchido em qualquer obra impressa. = BRANCO

16. Esquecimento passageiro. = BRANCA

17. O que não deixa dúvida.


advérbio

18. Com clareza (ex.: por favor, fale claro). = CLARAMENTE, DISTINTAMENTE


interjeição

19. Usa-se para indicar concordância, resposta afirmativa ou conclusão óbvia (ex.: concordas? -claro!).


em claro

Sem dormir (ex.: passei a noite em claro; ficaram em claro duante horas). = EM BRANCO

Sem citar ou sem mencionar (ex.: não vamos passar em claro este tema).

etimologiaOrigem etimológica:latim clarus, -a, -um.

Auxiliares de tradução

Traduzir "clara" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



Peço auxílio para a composição de palavras com prefixos gregos e latinos. Quando são em justaposição e quando são em aglutinação? Minha dúvida neste momento é com a palavra intra + esclerótico.
A existência ou não de hífen depois de prefixos gregos e latinos é difícil de sistematizar em poucas linhas, pois isso difere consoante os prefixos (há até divergências ligeiras entre a norma europeia e a norma brasileira do português, por serem diferentes as obras de maior referência neste aspecto).

No caso de intra- (este caso aplica-se também aos prefixos contra-, extra-, infra-, supra- e ultra-), de acordo com a Base XXIX do Acordo Ortográfico de 1945, deve usar-se hífen antes de palavras iniciadas por vogal (ex.: intra-arterial, intra-ocular), h (ex.: intra-hepático), r (ex.: intra-raquidiano) ou s (ex.: intra-sinovial). Assim sendo, deve escrever-se intra-esclerótico segundo o Acordo Ortográfico de 1945, para o português de Portugal, ou o Formulário Ortográfico de 1943, para o português do Brasil.

Com a aplicação do Acordo Ortográfico de 1990, e segundo a Base XVI, o prefixo intra- (assim como todos os prefixos ou elementos prefixais com o mesmo contexto ortográfico, isto é, terminados na letra a) deve aglutinar-se sempre com o elemento seguinte (ex.: intraocular), excepto se este começar por a (ex.: intra-arterial) ou h (ex.: intra-hepático). No caso de o elemento seguinte começar por r ou s, essas consoantes devem ser dobradas (ex.: intrarraquidiano, intrassinovial). Assim sendo, deve escrever-se intraesclerótico segundo o Acordo Ortográfico de 1990.




Porque diagnostica não tem acento?
As palavras diagnostica e diagnóstica são designadas por homógrafos imperfeitos, isto é, palavras cuja grafia se diferencia apenas pela acentuação gráfica, mas que têm pronúncia e significado diferente.
Sem acento gráfico, a palavra diagnostica corresponde a uma forma do verbo diagnosticar (ex.: ele diagnostica a doença de forma clara); como tal, segue a regra geral de acentuação das formas verbais na terceira pessoa do presente do indicativo (à semelhança outras formas verbais com amplifica, fica ou multiplica). Trata-se de uma palavra grave, sem qualquer contexto que justifique a sua acentuação gráfica.
Com acento gráfico, a palavra diagnóstica é esdrúxula e corresponde à forma feminina do adjectivo diagnóstico (ex.: avaliação diagnóstica, observação diagnóstica).