Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

bloco

blocobloco | n. m.
1ª pess. sing. pres. ind. de blocarblocar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

blo·co |ó|blo·co |ó|


(francês bloc)
nome masculino

1. Massa (porção volumosa e sólida).

2. Paralelepípedo de betão utilizado nas construções.Ver imagem

3. Conjunto de folhas de papel destinadas à escrita e unidas numa das extremidades por canhoto agrafado ou pregado, cabeceira colada ou por sistema de espiral de arame ou plástico.

4. Coligação de elementos políticos.

5. Conjunto de elementos com características comuns dentro de um conjunto maior.

6. [Brasil]   [Brasil]  Conjunto organizado de foliões carnavalescos que desfilam pelas ruas cantando e dançando (ex.: o bloco atraiu muitos turistas).

7. [Desporto]   [Esporte]  No voleibol, manobra de defesa junto à rede, com os braços levantados, para impedir que a bola a transponha.


bloco de notas
Bloco, caderno ou livro, com folhas descartáveis, destinadas a reter apontamentos ou informações.

Confrontar: broco.

blo·car blo·car

- ConjugarConjugar

(bloco + -ar)
verbo transitivo

1. [Tipografia]   [Tipografia]  Dispor na mesma medida, com alinhamento dos dois lados, aumentando ou diminuindo os espaços entre as palavras. = JUSTIFICAR

2. [Informática]   [Informática]  Juntar num único bloco de armazenamento de dados.

verbo intransitivo

3. [Indústria]   [Indústria]  Fazer blocos de papel.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "bloco" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Dúvidas linguísticas


Ouve-se em certos telejornais expressões como a cujo ou em cujo; contudo gostaria de saber se gramaticalmente a palavra cujo pode ser antecedida de preposição.
O uso do pronome relativo cujo, equivalente à expressão do qual, pode ser antecedido de preposição em contextos que o justifiquem, nomeadamente quando a regência de alguma palavra ou locução a tal obrigue. Nas frases abaixo podemos verificar que o pronome está correctamente empregue antecedido de várias preposições (e não apenas a ou em) seleccionadas por determinadas palavras (nos exemplos de 1 e 2) ou na construção de adjuntos adverbiais (nos exemplos de 3 e 4):

1) O aluno faltou a alguns exames. O aluno reprovou nas disciplinas a cujo exame faltou. (=O aluno reprovou nas disciplinas ao exame das quais faltou);
2) Não haverá recurso da decisão. Os casos serão julgados pelo tribunal, de cuja decisão não haverá recurso. (=Os casos serão julgados pelo tribunal, dadecisão do qual não haverá recurso);
4) Houve danos em algumas casas. Os moradores em cujas casas houve danos foram indemnizados. (=Os moradores nas casas dos quais houve danos foram indemnizados);
5) Exige-se grande responsabilidade para o exercício desta profissão. Esta é uma profissão para cujo exercício se exige grande responsabilidade. (=Esta é uma profissão para o exercício da qual se exige grande responsabilidade).




Haverá alguma forma alternativa de utilizar o verbo reaver, no pretérito perfeito do indicativo, usada correntemente, e que se possa aceitar, não sendo aquela que consta das gramáticas?
As únicas flexões correctas do verbo reaver no pretérito perfeito do indicativo são aquelas preconizadas nas gramáticas e dicionários de língua portuguesa (reouve, reouveste, reouve, reouvemos, reouvestes, reouveram). Poderá consultar a conjugação do verbo reaver no Dicionário Priberam da Língua Portuguesa.
pub

Palavra do dia

gran·jo·li·ce gran·jo·li·ce


(granjola + -ice)
nome feminino

[Informal]   [Informal]  Acção que se destina a enganar alguém. = FAJARDICE, GRANJOLADA, INTRUJICE, PATIFARIA, VELHACARIA

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/bloco [consultado em 07-12-2022]