Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
Palavra não encontrada. Se procurava uma das palavras seguintes, clique nela para consultar a sua definição.
balé (norma brasileira)
Ballet (norma brasileira)
balsem (norma brasileira)

Caso a palavra que procura não seja nenhuma das apresentadas acima, sugira-nos a sua inclusão no dicionário.
pub

Dúvidas linguísticas


Como se fala: segue em anexo, segue o anexo ou segue anexo?
Todas as construções que refere estão correctas, apesar de apresentarem estruturas bastante diferentes.

Na primeira (segue em anexo), estamos perante a utilização do verbo seguir com um complemento adverbial (em anexo) que indica modo (ex.: o ficheiro segue em anexo [= anexamente]).

Na segunda frase (segue o anexo), o sintagma nominal o anexo tem função de sujeito da frase, pelo que tem de haver concordância em número e pessoa com o verbo (ex.: segue o anexo; seguem os anexos).

Na terceira frase (segue anexo), anexo é um adjectivo que funciona como predicativo do sujeito, pelo que deverá concordar em género e em número com o mesmo (ex: segue anexo o documento; segue anexa a documentação).




Sou usuária assídua desse Dicionário. Por isso, lanço-lhes uma questão, a respeito do gênero da palavra "vernissage". Aprendi há muito tempo, pelo Dicionário Aurélio, que a palavra é substantivo masculino Recentemente, consultando o Priberam, vi que consta como substantivo feminino. E agora??? Sei que trata-se de uma palavra de origem francesa, e nessa língua é uma palavra masculina. Gostaria de confirmar o gênero correto.
De facto, na língua francesa, a palavra vernissage é masculina (ex.: invitation à un vernissage = convite para um vernissage). No entanto, e talvez porque ainda esteja em fase de adaptação à língua portuguesa, o uso desse termo em português oscila entre o género masculino (uso mais erudito) e o género feminino (uso mais generalizado). A maior tendência para o uso do feminino neste caso, ou nos casos de bricolage, décalage, entourage ou ménage, por exemplo, deve-se talvez ao facto de a generalidade dos galicismos terminados em -age, mas entretanto aportuguesados para -agem, serem do género feminino (ex.: garagem, massagem, passagem, etc.). A influência da terminação -agem, sufixo que em português forma palavras do género feminino, é natural neste caso, como se pode verificar pela ocorrência da forma vernissagem, já atestada no Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa, da Academia Brasileira de Letras.

Graças à sua mensagem, alterámos a classificação da palavra vernissage no Dicionário Priberam para substantivo masculino ou feminino para reflectir a oscilação de uso dessa palavra na língua portuguesa.

Palavra do dia

fu·lus·tre·co |é| fu·lus·tre·co |é|
(talvez de fulano)
nome masculino

1. [Brasil, Informal, Depreciativo]   [Brasil, Informal, Depreciativo]  Qualquer pessoa cujo nome se desconhece ou se quer omitir. = FULANO, INDIVÍDUO, SUJEITO, TIPO

2. [Brasil, Informal, Depreciativo]   [Brasil, Informal, Depreciativo]  Indivíduo que se considera insignificante ou sem poder económico. = HOMÚNCULO, JOÃO-NINGUÉM, ZÉ-NINGUÉM

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2020, https://dicionario.priberam.org/balgen [consultado em 29-10-2020]