Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

auto-organização

auto-organizaçãoauto-organização | n.
derivação fem. sing. de organizarorganizar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

auto-organização auto-organização


nome

(A definição desta palavra irá estar disponível brevemente. Envie comentários ou sugestões para dicionario@priberam.pt)

or·ga·ni·zar or·ga·ni·zar

- ConjugarConjugar

(francês organiser)
verbo transitivo e pronominal

1. Constituir ou constituir-se em organismo. = FORMAR

verbo transitivo

2. Formar (seres organizados).

3. Dispor; pôr em ordem.

4. Constituir.

verbo pronominal

5. Tomar forma regular.


or·ga·ni·za·ção or·ga·ni·za·ção


(organizar + -ção)
nome feminino

1. Acto ou efeito de organizar.

2. Organismo.

3. Estrutura.

4. Fundação, estabelecimento.

5. Composição.

6. Conjunto de pessoas que constituem um grupo de trabalho, geralmente de um evento (ex.: todos os membros da organização estão identificados).

pub

Parecidas

Esta palavra em blogues

Ver mais

contraditória das ideias (uma auto -aplicação das noções de corsi e ricorsi , da evocação espiralada da história, talvez). Vico refuta a ideia da tradução sem resíduos e, ao mesmo tempo, defende o caráter incontornável das traduções, das passagens, das adaptações, reiterações, repetições (não tanto do conteúdo

Em Um túnel no fim da luz

Encarnados não deslumbraram, mérito também da organização defensiva do adversário, mas um golo de Rafa aos 90+8' permitiu manter o ponto de vantagem sobre os rivais. Festejos dos jogadores do Benfica EPA Vizela vs Benfica Adeptos do Vizela puxam pela equipa " data-lazy="done" data-original-h="2665

Em A PAIXÃO O BENFICA E O A.VISEU

trabalhar como costureira. Em 1932 casou-se com Raymond Parks, membro da Associação Nacional para o Progresso de Pessoas de Cor (NAACP), uma organização que luta pelos direitos civis dos negros, da qual Rosa se tornou militante. Foi através dessa atitude que o então jovem pastor negro Martin Luther King, Jr

Em Geopedrados

legislação, que tresanda a salazarismo e a corporativismo, consiste numa revisão das competências de auto -regulação, de autodisciplina e de parceria entre público e privado, sempre a favor do Estado e do governo. A inclusão de pessoas de fora da Ordem e da profissão favorece evidentemente as instituições

Em Jacarandá

de que o essencial desta legislação, que tresanda a salazarismo e a corporativismo, consiste numa revisão das competências de auto -regulação, de autodisciplina e de parceria entre público e privado, sempre a favor do Estado e do governo. A inclusão de pessoas de fora da Ordem e da profissão favorece

Em sorumb
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Gostaria de saber se as palavras escritas em letras maiúsculas são acentuadas. Ex.: ÁRVORE.
Na ortografia portuguesa, as palavras têm a mesma acentuação independentemente de serem grafadas com letras maiúsculas ou minúsculas. Assim, se pretender escrever árvore, ébano, ímpeto, óbito, único com inicial maiúscula ou totalmente em maiúsculas, deverá escrever Árvore ou ÁRVORE, Ébano ou ÉBANO, Ímpeto ou ÍMPETO, Óbito ou ÓBITO ou Único ou ÚNICO.

O texto do Acordo Ortográfico, que regula a ortografia do português europeu e que tem regras específicas para o uso de maiúsculas nas bases XXXIX a XLVII, não refere explicitamente este assunto, mas o próprio texto legal contém sempre acentos em maiúsculas, nomeadamente em palavras como "MINISTÉRIO", "Ámon", "Áustria-Hungria", "Nun'Álvares", "Índias" ou no nome do Presidente da República em 1945, "ANTÓNIO ÓSCAR DE FRAGOSO CARMONA".

Outras ortografias de línguas românicas próximas do português, como o espanhol ou o francês, têm o mesmo comportamento. A Real Academia Española (Ortografía de la Lengua Española, Madrid: Editorial Espasa Calpe, 1999, p. 53) refere explicitamente que as maiúsculas levam acento e que a Academia nunca estabeleceu uma norma em sentido contrário. Quanto ao francês, a tradição escolar costuma ensinar que as maiúsculas podem não ser acentuadas, não sendo essa, no entanto, a posição da Académie Française, que recomenda o uso sistemático das maiúsculas acentuadas; também a União Europeia, no Código de Redacção Interinstitucional relativo ao francês postula que as maiúsculas são, em princípio, sempre acentuadas (http://publications.europa.eu/code/fr/fr-240203.htm).




Qual o texto correcto: peço-lhe para ele cá vir ou peço para ele cá vir?
Ambas as frases que refere estão correctas.

Na primeira, o verbo selecciona um complemento indirecto (o pronome oblíquo lhe) e um complemento directo sob a forma de oração completiva com valor nominal (para ele cá vir). Na segunda, o verbo pedir está a ser usado como transitivo directo, pois selecciona apenas o complemento directo.

Como o verbo pedir pode ser usado como transitivo directo (seleccionando apenas um complemento directo, como em pediu um café), transitivo indirecto (seleccionando apenas um complemento indirecto, como em pediu pelas vítimas da catástrofe) ou bitransitivo (seleccionando um complemento directo e um indirecto, como em pediu um café ao empregado), ambas as frases encontram-se correctamente formadas.

pub

Palavra do dia

chi·me·co |é|chi·me·co |é|


(inglês shoemaker, sapateiro)
nome masculino

[Portugal: Madeira, Informal]   [Portugal: Madeira, Informal]  Pessoa de baixa estatura. = BAIXOTE

Confrontar: chumeco.
pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/auto-organiza%C3%A7%C3%A3o [consultado em 29-11-2021]