Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

Pesquisa por "rumor" nas definições

diferir | v. tr. | v. tr. e intr. | v. intr.
    Deixar para mais adiante....

frulhar | v. intr.
    Fazer frufru ou um ruído semelhante ao rumor das folhas ou de vestidos de seda....

loquaz | adj. 2 g.
    Que produz grande rumor....

rumorejar | v. intr. | v. tr.
    Produzir rumor....

frufrulhar | v. intr.
    Fazer frufru ou um ruído semelhante ao rumor das folhas ou de vestidos de seda....

frufrutar | v. intr.
    Fazer frufru ou um ruído semelhante ao rumor das folhas ou de vestidos de seda....

farfalhejar | v. intr.
    Fazer ruído semelhante ao rumor das folhas agitadas pelo vento....

ruge-ruge | n. m.
    Rumor de saias que roçam o chão; ruído característico da seda ou outro tecido....

rumor | n. m.
    Ruído surdo e confuso....

rumorinho | n. m.
    Pequeno rumor; pequeno ruído....

soada | n. f.
    Acto ou efeito de soar....

acusma | n. m.
    Sensação auditiva de ruído de instrumentos ou de vozes, que não tem origem num som produzido no exterior....

eco | n. m.
    Repetição de um som reenviado por um corpo duro....

ronrom | n. m.
    Rumor contínuo produzido pelos felinos, especialmente quando estão satisfeitos....

bochicho | n. m.
    Ajuntamento festivo e ruidoso de pessoas, sobretudo jovens, geralmente em lugares públicos (ex.: é lá que o bochicho se concentra)....

falar | v. tr. | v. intr. | v. pron. | n. m.
    Circular o rumor, correr notícia....

Dúvidas linguísticas


Qual é o diminutivo da palavra foto? Esse diminutivo é masculino ou feminino?
A adjunção de sufixos diminutivos não altera as propriedades morfossintácticas do derivante, que são herdadas pelo derivado. Assim, por exemplo, os sufixos -inho e -zinho alteram apenas a informação semântica (o juízo de valor que se faz sobre a forma de base a que se juntam), mantendo a mesma categoria sintáctica e o mesmo género do derivante: quando se associam a um adjectivo geram um adjectivo (moderno/a - moderninho/a - modernozinho/a), quando se associam a um nome geram um nome (papel - papelinho - papelzinho) e quando se associam a um advérbio geram um advérbio (devagar - devagarinho - devagarzinho).

Tradicionalmente, os sufixos -inho e -zinho são considerados o mesmo, sendo a consoante -z- encarada como um elemento de ligação, pelo que a forma -zinho é tida como uma variante de -inho. No entanto, o seu emprego é distinto, já que se associam a diferentes formas de base, o que faz deles mais do que meras variantes. O sufixo -inho associa-se a radicais, mantendo sempre a vogal da forma de base no caso de palavras de tema em -a ou -o (ex.: um livro - um livrinho; uma caneta - uma canetinha; um pijama - um pijaminha; uma tribo - uma tribinho) e, no caso de palavras de tema em -e ou de tema nulo, substituindo a vogal da forma de base por -a e por -o, consoante os valores de feminino e masculino, respectivamente, da palavra de base (ex.: um sabonete - um sabonetinho; uma semente - uma sementinha; um anel - um anelinho; uma espiral - uma espiralinha). O sufixo -zinho associa-se a palavras (e não a radicais), mantendo a vogal temática de acordo com o género da palavra de base (ex.: um livro - um livrozinho; uma caneta - uma canetazinha; um pijama - um pijamazinho; uma tribo - uma tribozinha; um sabonete - um sabonetezinho; uma semente - uma sementezinha; um anel - um anelzinho; uma espiral - uma espiralzinha). O mesmo é válido para os sufixos -ito e -zito.

Posto isto, o substantivo feminino foto (redução de fotografia) pode apresentar vários diminutivos, consoante os sufixos usados, sendo todos femininos: uma foto - uma fotinho, uma fotozinha, uma fotito, uma fotozita. Não há muitos substantivos femininos terminados em -o (para além de foto e tribo, a lista inclui expo (redução de exposição), imago, libido, moto, virago e pouco mais) e o seu uso no grau diminutivo não é dos mais frequentes, o que justifica as hesitações e, por vezes, as incorrecções de alguns falantes.




Na frase "Muitos meses passaram desde a morte de sua mãe." como classificamos a palavra "muitos"?
A palavra muito pode ter a classificação de pronome indefinido (ex.: Havia laranjas na árvore, mas muitas já estavam no chão.), determinante indefinido (ex.: Estava muita gente na repartição para ser atendida.), advérbio (ex.: O prédio é muito grande. Eles não trabalham muito.) ou substantivo masculino (ex.: Nunca lhe agradeceu o muito que ele fez por ela.). Na frase que refere, e como pode constatar pelos exemplos acima, a palavra muito tem a função de determinante indefinido, concordando em género e número com o nome a que se refere e especificando o seu sentido.

Palavra do dia

per·ca·li·na per·ca·li·na


(francês percaline)
nome feminino

Tecido de algodão, leve e lustroso, empregado sobretudo em forros e em encadernações de livros.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/Pesquisar/rumor [consultado em 20-01-2022]